Confira a lista de obras literárias exigidas nos principais vestibulares 2020.

Você está prestando Vestibular e gosta de estudar com antecedência? Então, atenção à lista de obras literárias que serão cobradas pelos principais vestibulares do Brasil. Confira se as bibliotecas de sua escola e da cidade disponibilizam estas obras. Lembrando que você pode fazer download delas no domínio público ou até mesmo "garimpar" em um sebo de sua cidade. Caso não encontre, converse com seus colegas e professores sobre a possibilidade de comprar os livros e fazer um rodízio de leitura. O que importa é não deixar de estudar! Sem mais delongas, vamos às obras:

FUVEST

Para o Vestibular 2020, a FUVEST vem trazendo diversas novidades (simbolizadas por *) em relação ao Vestibular do ano passado. A lista contempla obras literárias de diversos períodos e não só do Brasil e Portugal, mas também continua com Pepetela, um escritor angolano.

  • Poemas Escolhidos (Gregório de Matos) *
  • Quincas Borba (Machado de Assis) *
  • Claro Enigma (Carlos Drummond de Andrade)
  • Angústia (Graciliano Ramos) *
  • A Relíquia (Eça de Queirós)
  • Mayombe (Pepetela)
  • Sagarana (Guimarães Rosa)
  • O Cortiço (Aluísio Azevedo)
  • Minha Vida de Menina (Helena Morley)

UNICAMP

Com obras que vão desde os sermões ao diário, a Unicamp continua apostando em Racionais Mc's como exemplo de poesia contemporânea. Em relação à FUVEST, a PUC não só colocou mais obras literárias como também traz uma quantidade maior de gêneros, o que significa que o vestibulando deve ter um conhecimento amplo. Atenção redobrada com "A teus pés", pois a universidade exige que o vestibulando leia os quatro livros que compõem a edição de 1982.

·POESIA:

  • SONETOS (Luís de Camões)
  • SOBREVIVENDO NO INFERNO (Racionais Mc’s)
  • A TEUS PÉS (Ana Cristina Cesar)

·CONTOS:

  • “A HORA E A VEZ DE AUGUSTO MATRAGA” DO LIVRO SAGARANA (Guimarães Rosa)
  • O ESPELHO (Machado de Assis)

·TEATRO:

  • O BEM AMADO (Dias Gomes)

·ROMANCE:

  • A FALÊNCIA (Júlia Lopes de Almeida)
  • CAMINHOS CRUZADOS (Érico Veríssimo)
  • HISTÓRIA DO CERCO DE LISBOA (José Saramago)

·DIÁRIO:

  • QUARTO DE DESPEJO (Carolina Maria de Jesus)

·CRÔNICA:

  • A CABRA VADIA (Nelson Rodrigues)

·SERMÕES:

  • SERMÕES DE QUARTA-FEIRA DE CINZA (Antonio Vieira)

UERJ

Na UERJ, o destaque vai para "Gota D'Água", obra teatral escrita por Chico Buarque e Paulo Pontes em que Bibi Ferreira, que faleceu em fevereiro de 2019, vivia a protagonista da obra, Joana. Segundo a atriz, como esta era uma obra prima, ela só voltaria aos palcos depois que oferecessem a ela uma história igualmente impactante. Atenção redobrada para a obra exigida em Redação, "Vidas Secas", pois você vai ter que fazer uso dela para escrever, ou seja, terá que ter boa interpretação para criar bons argumentos.

  • 1º Exame de Qualificação – Hora de Alimentar Serpentes, de Marina Colasanti
  • 2º Exame de Qualificação – Gota D’Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes

□ Exame Discursivo (Língua Portuguesa e Literaturas) – Antes de Nascer o Mundo, de Mia Couto

□ Exame Discursivo (Redação) – Vidas Secas, Graciliano Ramos

Dicas de estudo

Agora que você já sabe as obras literárias exigidas pela faculdade que você escolheu, hora de colocar a mão na massa, siga as seguintes dicas:

  • Faça fichamentos para poder fazer uma boa revisão posteriormente;
  • Grife os trechos mais importantes ou, caso você não goste de modificar o livro, utilize post-its;
  • Peça para o professor de literatura abordar estas obras e, além disso, pesquise na internet;
  • Leia com antecedência e sem pressa, prestando atenção aos detalhes e coisas que possam ser pedidas nas questões e na redação;
  • Algumas obras são novidades, mas outras apareceram nos vestibulares anteriores e, por isso, uma boa pedida é resolver as provas anteriores;
  • Procure tirar suas dúvidas, pois vai que a sua dúvida seja justamente o que cairá na prova.

As obras literárias são fundamentais para que o estudante conheça a literatura e a história de seu país e dos que com ele se relacionam. Sabendo disso, as principais universidades não abrem mão que o vestibulando preste a prova tendo lido não só para responder questões de múltipla escolha, mas também questões discursivas em que ele deverá argumentar e convencer. Você já leu alguma destas obras? O que achou? Alguma delas foi novidade? Não se esqueça de deixar um comentário contando tudo e boa sorte nos estudos!

Referências:

http://educacao.globo.com/artigo/leitura-obrigatoria-da-puc-sp-lista-cinco-classicos-da-literatura.html

Uerj divulga datas das provas e obras literárias do Vestibular 2020

https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2018/05/24/unicamp-divulga-lista-de-obras-de-leitura-obrigatoria-para-o-vestibular-2020

Fuvest divulga listas de obras literárias para 2020, 2021 e 2022

Por Jéssica Lima Cochete

Livros


Como alguns de vocês já sabem, muitos vestibulares de Universidades Federais, Estaduais e mesmo particulares publicam listas de livros, as famosas "leituras obrigatórias". Nelas são selecionadas obras de referência da Literatura em língua portuguesa a serem cobrados nos exames. O número de livros é geralmente grande, especialmente quando levamos em conta o baixíssimo hábito de leitura do brasileiro médio.

As listas podem variar bastante, podendo ter desde 5 a até 19 livros cobrados por cada instituição.

Mesmo que existam alguns livros que sejam coincidentes entre as listas, como obras de Machado de Assis e Guimarães Rosa, se um estudante fosse prestar vestibular em todas essas instituições teria que ler mais de 50 livros! Mesmo que ele se concentrasse apenas em ler os livros sem estudar para as demais matérias, acredito que fosse uma tarefa bastante inviável para a grande maioria.

Felizmente algumas instituições como USP e Unicamp unificam sua lista de leituras obrigatórias. Além disso, a relação delas geralmente não varia muito de um ano pra outro, permitindo que os estudantes possam programar suas leituras ao longo do Ensino Médio ou mesmo permitindo aos candidatos que possam aproveitar suas leituras de um ano para o outro. Além disso, muitas vezes (dependendo do Vestibular) não é necessário ler realmente as obras, mas apenas se informar sobre alguns aspectos literários da obra, como a corrente literária em que o autor se aplica ou quais os temas principais que a obra analisa.

Em breve eu pretendo lançar uma série de posts analisando os principais aspectos de obras cobradas em exames de vestibular. Mas, por enquanto, fiquem com essas dicas.  

Por Wilson Lira


A literatura brasileira no vestibular é tão importante quanto outras matérias, mas muitos vestibulandos não possuem estratégia e organização para estudá-la para os exames. Nas provas do país afora caem muitas questões relacionadas a autores e obras brasileiras que estão ligados aos períodos literários aos quais eles pertencem.

O que fazer então com tanta informação literária? Elas devem preferencialmente ser escritas em fichas em forma de tópicos para que o estudante não se perca nos estudos e assim tenha melhor memorização delas.

Por exemplo, se o aluno for destacar os fatos principais sobre a obra “Dom Casmurro" de Machado de Assis, ele deve colocar nessa ficha dados sobre o livro, sobre o autor e sobre o período literário ao qual pertence (nesse caso, o Realismo).

O contexto sócio histórico em que o livro está inserido também não deve ser esquecido. Ao ler uma obra que provavelmente cairá no vestibular o estudante deve fazer anotações sobre os elementos mais importantes do livro e buscar diferenças e semelhanças entre as obras, pois, é isso que certamente ele terá que fazer na hora do vestibular.

Por Karin Földes





CONTINUE NAVEGANDO: