Confira aqui a lista das piores faculdades do Brasil segundo o MEC.

Neste artigo vamos trazer uma lista com as piores faculdades e instituições de ensino do Brasil, conforme a avaliação do MEC e como esta instituição avalia as faculdades.

O Ministério da Educação (MEC) tem como indicador de qualidade das faculdades e universidades brasileiras do IGC, que se trata de um indicador de qualidade de todos as instituições de ensino do Brasil. O Índice Geral de Cursos (IGC) atribui um nota dentro de uma escala que vai de 1 a 5. Esta nota passa a servir como um parâmetro oficial de classificação dos cursos de graduação de todo o Brasil. O MEC leva em consideração em suas avaliações o CPC, que se trata do Conceito Preliminar de Cursos do Brasil e as avaliação da CAPES, que é a Instituição responsável pela medição dos cursos de pós-graduação a nível de mestrado e doutorado.

As faculdade que não conseguem atingir 3 pontos são atestadas como instituições de ensino insatisfatórias e podem sofrer algumas sanções e ter que passar por algumas medidas para conseguir subir de nível, caso contrário, ela pode vir a ter que fechar com alguns de seus cursos ou até mesmo fechar as portas da instituição.

As piores instituições de ensino superior avaliadas pelo MEC são:

  • Universidade do Tocantins (TO): Com IGC faixa 2.
  • Instituição Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (AC): Com IGC faixa 2.
  • Centro Universitário UNIRG (TO): Com IGC faixa 2.
  • Conservatório Brasileiro de Música – Centro Universitário (RJ): Com IGC faixa 2.
  • Centro Universitário Paulistano (SP): Com IGC faixa 2.
  • Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas do Cabo de Santo Agostinho (PE): Com ICG faixa 1.
  • Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina (PE): Com IGC faixa 1.
  • Escola de Tecnologia de Nova Andradina (MS): Com IGC faixa 1.
  • Escola de Engenharia de Agrimeensura (BA): Com IGC faixa 1.
  • Instituto Superior de Educação Vera Cruz (SP): Com IGC faixa 1.
  • Faculdade do Descobrimento (BA): Com IGC faixa 1.
  • Faculdade de Música Carlos Gomes: Com IGC faixa 1.
  • Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais de Maceió: Com IGC faixa 2.

Felipe Pancheri Colpani


Os candidatos que fizeram o vestibular de inverno 2012 da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) já podem consultar a lista de convocados para a segunda fase do processo de seleção. O rol foi divulgado na quinta-feira (21/06) com o nome 1.739 concorrentes. Deste total, 272 são treineiros, ou seja, ainda não estão aptos a ocuparem uma vaga na universidade por não terem concluído o ensino médio.

Os estudantes estão concorrendo a 480 oportunidades para 17 cursos diferentes de nível superior. Na segunda fase, os aprovados na primeira etapa terão que passar por um teste de Conhecimentos Específicos e fazer uma Redação. Os testes serão aplicados no dia 1º de julho, exclusivamente na cidade de Uberaba. Os locais de prova já podem ser consultados diretamente no site www.vunesp.com.br.

A avaliação final com a lista completa de aprovados será divulgada no dia 16 de julho. A matrícula dos convocados começará a ser realizada a partir do dia 18 de julho.

Na primeira etapa do vestibular de inverno, 8.001 estudantes compareceram para as provas. Já o índice de abstenção foi de 6%, o que representou 517 faltantes.

Por Matheus Camargo


A Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) liberou a lista dos aprovados em primeira chamada no Vestibular do 2º semestre de 2011. O resultado contempla os alunos selecionados para os campi de Belo Horizonte, Região Metropolitana (Betim e Contagem) e interior do estado (Arcos, Guanhães, Serro e Poços de Caldas), além dos aprovados nos cursos de graduação a distância. Veja a relação completa no site www.pucminas.br.

Quem passou deve fazer a matrícula entre os dias 8 e 11 de julho, no campus para o qual foi aprovado. O horário de atendimento, na capital mineira, será das 9 horas às 19 horas, no dia 8, e das 9 horas às 16 horas, no dia 11. Nas cidades do interior o atendimento será feito entre as 10 horas e as 16 horas.

É necessário levar identidade, CPF, certidão de nascimento ou de casamento, comprovante de pagamento da taxa de matrícula, certificado de conclusão do ensino médio, título de eleitor, foto 3×4 recente e comprovante de quitação eleitoral, entre outros documentos.

A lista da 2ª chamada será divulgada na noite de 11 de julho, com prazo para a matrícula nos dias 12 e 13.

Mais informações no telefone (31) 3319-4444.

Por André Gonçalves





CONTINUE NAVEGANDO: