Inscrições para o Programa de Bolsas pode ser feito até o dia 15 de janeiro de 2017.

Já imaginou fazer intercâmbio, estudar em uma das principais universidades do Canadá e ainda receber R$ 100 mil para isso? Pois saiba que o sonho pode ser real. A Universidade da Colúmbia Britânica, localizada em Vancouver, no Canadá, está realizando um processo seletivo que distribuirá bolsas de até R$ 100 mil por um período de quatro anos de intercâmbio.

Existem dois tipos de bolsas. A primeira é a bolsa International Major Entrance Scolarships (IMES), que segundo a instituição de ensino, são “dedicadas a alunos excepcionais que entrarão para programas de graduação na UBC”. Assim que entram, os estudantes recebem 10 mil dólares canadenses (que na conversão dá cerca de R$ 25 mil) para o primeiro ano. A bolsa pode ser renovada por até quatro anos, totalizando R$ 100 mil ao final da experiência. Esta bolsa contempla apenas alunos que ainda não estão cursando nenhuma faculdade e que acabaram de se formar no Ensino Médio.

A segunda modalidade de bolsa é a Outsanding International Student Award (OIS). Ela serve para alunos que já estejam estudando na UBC e que tenham demonstrado excelentes feitos acadêmicos. Neste caso, a bolsa varia entre 2.500 e 10 mil dólares canadenses (que na conversão dá entre R$ 6,5 mil e R$ 25 mil).

Em ambas ocasiões, o aluno deve ter tido desempenhos muito bons em toda sua vida acadêmica, envolvimento com atividades extra-curriculares e envolvimento com sua sociedade. Também é necessário que o estudante consiga o visto de estudante do Canadá. Além disso, é claro, faz-se necessário o domínio da língua inglesa.

Quem quiser se inscrever deverá fazê-lo até o dia 15 de janeiro de 2017, por meio do site https://account.you.ubc.ca/ubc/apply/apply_now.ezc. A entidade divulgará o nome dos estudantes selecionados para receber as bolsas de estudos entre os meses de fevereiro e abril do ano que vem. O ano letivo começa em setembro de 2017.

A universidade frisa que os estudantes internacionais a partir do 2º ano podem se candidatar a receber pequenos prêmios em dinheiro para ajudar nos custos estudantis. Porém, esse prêmio só poderá ser recebido uma vez durante a graduação e não cobre todos os custos de estudar e viver na UBC.

Renato Senna Maia


Corte de verbas atinge bolsas de graduação e pós-graduação. Medida se deve aos cortes no orçamento para 2016.

Uma consequência direta do atual momento econômico do Brasil é justamente os cortes no orçamento previsto para 2016. Os grandes afetados da vez são os programas do governo para apoio dos estudantes brasileiros no exterior. O governo anunciou recentemente a suspensão de novas bolsas de pós e graduação no exterior, por exemplo. Além dos cortes no orçamento, a alta do dólar também foi importante para tal decisão. Confira outros detalhes na continuação desta matéria.

É importante destacar que tal medida afeta diretamente o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o CNPq. Em relação a este programa, saiba que foram suspensas novas bolsas de pós-graduação no exterior. Tal agência é vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, o MCTI.

O CNPq emitiu um comunicado oficial a respeito do assunto. A agência fez questão de ressaltar que a suspensão atinge apenas as novas bolsas que estavam previstas. Além disso, outro ponto destacado é que tal medida é de caráter temporário. Segundo o CNPq, a medida está ligada diretamente com a meta fiscal do governo para 2016. Com isso, a agência destacou que as atividades devem ser retomadas quando houver um ajustamento do orçamento.

Um detalhe muito importante é que as verbas destinadas a bolsas de pós e graduação no exterior já vinham sofrendo grandes quedas. Em 2015, por exemplo, tais verbas foram praticamente congeladas, haja vista apenas 68 bolsas terem sido oferecidas em 2015. Para se ter uma ideia, em 2014 esse número foi de 7.883.

Em relação ao orçamento destinado as oito modalidades de bolsas de estudo no exterior por parte do CNPq, saiba que o mesmo vinha registrando grandes aumentos. Em 2013 o orçamento era de R$ 401 milhões, sendo que no ano seguinte esse valor chegou a R$ 808 milhões, que representa uma alta de 101%. Já em 2015, o orçamento apresentou queda e fechou o ano em R$ 724,5 milhões.

O CNPq não foi o único atingido com o corte de verbas, pois o Ciência Sem Fronteiras já vem registrando corte de bolsas desde o ano passado. O programa não ofereceu nenhuma nova bolsa em 2015 e o mesmo acontece em 2016, até o momento. Em 2014, por exemplo, o programa concedeu nada menos que 26.119 bolsas.

Por Bruno Henrique


Estão abertas as inscrições para o Programa de Bolsas Luso-Brasileiras 2011, que vai oferecer bolsas de intercâmbio a 165 universitários brasileiros de instituições públicas, para estudarem durante um semestre letivo em uma das 17 universidades portuguesas participantes. O programa, criado pelo Banco Santander, está na sua 5ª edição, e além do intercâmbio, tem o objetivo de fortalecer os laços de cooperação entre os dois países.

Podem se candidatar às vagas os alunos das seguintes universidades: USP; UNESP; UNICAMP; UFF; UNIFESP; UFRGS; UFPB; UFRN; UFAL; UFMG; UFPI; UFPEL; UFSC; UFBA; UFES; UFG; FURG; e UFPE.

As inscrições podem ser feitas através do site www.santanderuniversidades.com.br/bolsas, até o dia 25 de setembro. Após o preenchimento da ficha, é preciso apresentar na universidade a documentação para que o cadastro seja formalizado.

Os critérios para a participação e o processo de seleção variam de acordo com cada instituição de ensino superior. Para saber todos os detalhes, os interessados devem procurar o setor responsável pelo programa em suas universidades.

Cada aluno selecionado irá receber uma bolsa-auxílio no valor de 3.300 euros (aproximadamente R$ 7.500).

Por André Gonçalves


Cada vez mais as empresas valorizam profissionais com vivência no exterior. Uma boa chance de obter experiência no exterior são os intercâmbios, como os oferecidos pela AFS Intercultura Brasil (Comitê Santos). A escola está com inscrições abertas até o dia 22 de maio para seu programa de bolsas de estudo para estudantes do ensino médio, em Santos (SP).

No total, 12 estudantes terão a chance de realizar um intercâmbio para Costa Rica ou Tailândia.

A seleção é para estudantes residentes em São Paulo, Santos, Indaiatuba, Sorocaba e Campinas.

Os interessados devem ter entre 14 e 17 anos, estar cursando o ensino médio na rede pública, ter excelente desempenho escolar, boa saúde e renda familiar de no máximo quatro salários mínimos.

O objetivo da instituição é facilitar o acesso de estudantes de baixa renda em aprender um novo idioma e uma nova cultura.

As provas serão realizadas no dia 29 de maio. Os candidatos passarão ainda por entrevistas pessoais e dinâmicas de grupos.

As bolsas de estudo abrangem passagens aéreas, hospedagem e alimentação em casa de família, material escolar, transporte, matrículas e mensalidades escolares.

Para participar, os interessados devem realizar as inscrições através do site www.afsbolsas.org.br.

Por Selma Isis


Está pensando em fazer intercâmbio pela Europa? Então saiba que Paris pode ser um ótimo lugar para estudar. Além do curso de idiomas, lá ainda existem ótimas escolas para quem quer se aprimorar na área de Moda e Gastronomia.

Confira abaixo uma lista de escolas que você pode estudar:

Curso de Francês: Eurocentres, Accord, LSI (escola especial para pessoas com mais de 50 anos) e Elfe, Institut De Langue Et De Culture Française (ILCF).

Curso de Moda: Instituto Marangoni

Curso de Gastronomia: Le Cordon Bleu

Vale lembrar que muitas universidades da região são gratuitas. Mesmo assim, ainda existem programa de bolsas concedidos pelo governo francês. Para saber mais informações acesse aqui.

Com relação ao visto, ele só é realmente necessário se o estudante for realizar um curso com mais de três meses de duração. Neste caso, é necessário realizar um exame Pré-Consular no Campus France-Brasil.

Mais informações podem ser obtidas aqui.


Dilma Roussef anunciou esta semana que o Governo irá conceder cerca de 75 Mil Bolsas de Estudo para que estudantes brasileiros possam estudar no exterior. As bolsas deverão ser distribuídas até o final de 2014.

Entre as principais bolsas oferecidas pelo governo estarão cursos de doutorado ou então cursos onde o aluno estude metade do curso no Brasil e outra metade no exterior.

De acordo com o Capes, os cursos se dividem em duas instituições são ótimos para o sistema educacional, isso porque após fazer o intercâmbio, o aluno retorna a instituição de ensino principal para conclusão do curso.


A Capes publicou mais um edital de fomento à pesquisa. Trata-se do Edital Capes/Cofecub (Comitê Francês de Avaliação da Cooperação Universitária com o Brasil), que receberá e selecionará projetos de pesquisa em diversas áreas, a fim de que possa ocorrer intercâmbio entre universidades brasileiras e francesas.

O início das atividades está previsto para se dar ainda este ano, mas o prazo para as inscrições (gratuitas) será limitado a até 18/05/2011.

Os projetos serão avaliados de acordo com os seguintes critérios: consistência dos documentos, análise meritocrática e aprovação conjunta entre a Capes e o Cofecub.

Há a exigência de que cada proposta esteja vinculada a um curso de doutorado avaliado pela Capes, de preferência cursos que tenham conceito de 5 a 7 e que, no projeto, conste a participação mínima de quatro doutores.

Aos selecionados, serão concedidos benefícios diversos, tais como auxílio financeiro para estadia e estudo. Para a equipe como um todo, poderão ser concedidos até R$10.000, que serão gastos com materiais de limpeza, laboratórios, impressões, combustível, etc.

Por Alberto Vicente


Quatro Programas de cooperação internacional desenvolvidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), em parcerias com países do Mercosul estão com inscrições prorrogadas até 15/04/2011. Tais programas envolvem missões de estudo e trabalho e são remunerados de alguma forma. Conheça um pouco mais de cada um desses programas:

Programa Capes PPCP: irá selecionar projetos em diversas áreas e promover o intercâmbio de doutorandos e pesquisadores, através da concessão de auxílio financeiro (bolsas e diversos auxílios)

Programa de Associação para Fortalecimento da Pós-Graduação:  estabelecerá parcerias universitárias, intercâmbios entre instituições brasileiras e de países do Mercosul, através da concessão de bolsas de estudos e diversos auxílios financeiros em missões de estudo e trabalho.                                        

Programa de Parcerias Universitárias nos Cursos de língua espanhola e portuguesa: promoverá  parcerias entre instituições universitárias nas especialidades de Português, Letras e Espanhol, fortalecendo o intercâmbio.

Programa Capes Bolsas de Doutorado: promoverá intercâmbio de docentes, capacitados para se empenhar e buscar a melhoria da qualidade do ensino para o desenvolvimento sustentável dos países integrantes do MERCOSUL.

Por Alberto Vicente


Quem estiver cursando licenciaturas nas áreas de física, química,biologia, matemática, português, educação física e artes  pode se inscrever gratuitamente até 28/04/2011 no Programa de Licenciaturas Internacionais Capes/UC.

O programa, fruto da parceria entre a CAPES e a Universidade de Coimbra, pretende selecionar projetos de contribuam significativamente para a melhorias no ensino e na formação do educador.

As atividades do programa começam ainda em 2011, no mês de setembro. Os estudantes brasileiros, se selecionados, poderão permanecer por dois anos no exterior com direito a auxílios financeiros para custeio de instalação, passagem aérea e seguro saúde, além de uma bolsa mensal de 600 euros.

Ao todo, 30 projetos serão selecionados para o apoio, com sete estudantes cada.

O pré-requisito básico é que o candidato tenha cursado 2 semestres da graduação (sistema de ciclos ou licenciatura) nas áreas mencionadas e que também seja oriundo de escola pública, conforme critérios explicitados no edital, acessado por este link.

Por Alberto Vicente


O Banco Santander em parceria com a Universidade de La Rioja, na Espanha, abre inscrições para o seu programa de Cultura e Língua Espanhola, para o ano de 2011 a 2012.

Para poder concorrer a uma das bolsas, o interessado precisa ser estudante universitário ou já ser graduado em alguma das universidades brasileiras e ter residência permanente no Brasil.

O prazo para inscrição termina no dia 8 de abril e poderá ser feita por meio da internet, pelo site da Instituição.

Ao todo serão concedidas para o curso, 7 bolsas. E a duração do programa será por 3 meses.

O curso servirá tanto para aprender a língua Espanhola, como também para um aperfeiçoamento dos que já têm um prévio conhecimento.

Clique aqui e tenha acesso ao edital e ao site da Universidade.

Por Thais Cortez





CONTINUE NAVEGANDO: