O ENEM é uma avaliação do desempenho educacional do estudante do ensino médio, visando fazer com que o estudante desenvolva um senso prático, para facilitar a soluções dos problemas do dia a dia.

O ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é uma avaliação do desempenho educacional do estudante do ensino médio de escolas públicas e particulares, realizado pelo governo nacional desde 1998. Exame esse que visa melhorar a educação e ainda serve para uma avaliação pessoal do desempenho individual de cada um.

Em 2009 o Enem foi reformulado, a ideia do MEC é fazer com que o estudante desenvolva um senso prático, para facilitar a soluções dos problemas do dia a dia. Podendo assim reformular todo o método de ensino aplicado no Ensino Médio.  O novo formato do Enem é composto por 180 questões objetivas e de múltipla escolha. Divido igualmente em: Área: Ciências da Natureza e suas tecnologias, com 45 itens; Área: Ciências Humanas e suas tecnologias, com 45 itens; Área: Linguagens, Códigos e suas tecnologias, com 45 itens; Área: Matemática e suas tecnologias, com 45 itens; e Redação, que deve ser escrita em texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo, sobre um tema de ordem social, científica, cultural ou política.

Com a nota do Enem o candidato concorre a vagas em várias instituições públicas e particulares de todo o país. Universidades Federais, bolsas parciais ou integrais em universidade particulares. E ainda estudar no exterior. Um exemplo é a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) que usa a nota do Enem como única forma de seleção. A Universidade Federal do Paraná (UFPR) permite que seus candidatos usem a nota do Enem para fazer parte de 10% da pontuação final no vestibular. O resultado do exame pode ser usado ainda para adquirir bolsas estudantis em instituições particulares como o PROUNI (Programa Universidade Para Todos).  Inclusive o FIES (Financiamento ao Estudante do Ensino Superior) passou a exigir o Enem a partir de 2010 para solicitar o financiamento.

Os maiores de 18 anos que não terminaram o ensino básico, podem fazer o Enem e obter a certificação do ensino médio de acordo com a nota do exame, nas instituições que adotam o processo e estão nos editais. A pontuação mínima exigida para o certificado é de 450 pontos em cada uma das quatro áreas de conhecimento e 500 na redação. Isso podendo mudar a cada edição.

Existem ainda algumas empresas que contratam estagiários e usam o desempenho do Enem como critério de seleção dos funcionários.

Qualquer pessoa pode participar do Enem, as inscrições são feitas pelo site do exame. Nesse ano de 2016 começaram no dia 09 de maio e encerraram no dia 20 de maio. O exame permite também que pessoas que estejam em reclusão realizem as provas dentro das unidades prisionais em data diferente. A aplicação da prova este ano será nos dias 05 e 06 de novembro. Os portões serão fechados às 13h, horário de Brasília, em toda a federação. O início da aplicação da prova será às 13h30.

Além de avaliar o nível de aprendizado do aluno, e da politica educacional nas instituições públicas e particulares, o Enem assume uma papel importantíssimo em relação ao currículo escolar, pois ele mostra no final do ensino médio, se o aluno está preparado para participar da sociedade, sendo crítico e ativo, e pronto para ser inserido no mercado de trabalho.

Por Dany Bueno


Na hora de terminar o Ensino Médio e escolher uma profissão algumas pessoas ficam em dúvida sobre qual curso fazer. Em alguns casos os candidatos iniciam uma faculdade e somente após um tempo descobrem que não é a profissão dos sonhos. Diante disso, vamos falar a respeito do curso de Letras, o qual a pessoa estuda Língua Portuguesa e idiomas estrangeiros, bem como literatura.

A princípio o profissional da área pesquisa e ensina a Língua Portuguesa, outros idiomas e suas literaturas. Todavia, o universitário poderá optar por se especializar em uma língua moderna, quais sejam: Inglês, Francês, Espanhol e Alemão e outras línguas consideradas clássicas por alguns estudiosos, como Latim e Grego. Entretanto, é importante destacar que o profissional deverá estudar sempre essa área a fim de conseguir o domínio das línguas estrangeiras e manter-se atualizado.

O mercado de trabalho dos profissionais é destinado a escolas de ensino fundamental e médio ou escola de idiomas. Porém, há outros locais como é o caso das editoras, nas quais o atuante poderá trabalhar na preparação de livros e revisar ou traduzir textos e áreas de interpretação e secretariado bilíngue em algumas empresas.

Alguns cursos no país incluem o estudo de Libras, mais conhecida como a Língua Brasileira de Sinais, e o professor poderá ministrar aulas em escolas da educação básica para alunos surdos e orientar a metodologia de ensino para esses estudantes. Um dos exemplos é encontrado na Universidade Federal do Maranhão, localizada na cidade de São Bernardo, a qual oferece licenciatura interdisciplinar em linguagens e Códigos. Isso ocorre após a formação geral, em que o atuante poderá cursar mais um ano e obter o diploma de licenciado em Letras, Músicas ou Artes Visuais.

Vale destacar que há uma demanda atualmente por profissionais deste setor, pois como a área educacional está precária no Brasil, não são todos os licenciados que querem lecionar. 

Por Luciana Viturino


Muitas pessoas pensam que estudar Biblioteconomia é algo vago, e que a única oportunidade de emprego para os profissionais da área é virar Bibliotecário de alguma instituição de ensino. Mas não; a criação do curso está profundamente ligada à história da leitura e do livro, ao desenvolvimento de novas técnicas de divulgação e principalmente reprodução de conteúdo de informação.

Antes, o profissional de Biblioteconomia era responsável somente pela guarda do acervo de bibliotecas públicas e instituições de ensino privadas, hoje esse profissional pode ser definido de forma mais ampla como mediador entre a população e o conhecimento que é registrado em diversos tipos de materiais, sejam eles eletrônicos ou convencionais de papel. O profissional de Biblioteconomia tem algumas atribuições, como ter planejamento, organização, e estudar a implantação de centros de documentação e acervos tecnológicos, processando documentos variados. O mercado de trabalho está em crescente crescimento para a área, além de trabalhos convencionais em bibliotecas é bastante amplo a procura por serviços em centros de pesquisas, empresas, museus e comércio além de prestação de assessoria e consultoria para grandes editoras e profissionais liberais.

O curso em si, tem a duração de quatro anos e visa ensinar o aluno a exercer domínio sobre os diversos sistemas de informação que incluem bibliotecas e bancos de dados, o curso se consiste de disciplinas variadas que vão de comunicação, história, cultura, realidade brasileira, língua portuguesa e estrangeira até métodos de pesquisa.

As matérias de formação profissional contêm assuntos de informação aplicada, administração de bibliotecas e desenvolvimento de coleções. Devido à grande revolução e crescimento tecnológico e a globalização da tecnologia, é exigido dos profissionais noções de computação, pois profissões arcaicas como arquivista de montanhas de papéis estão em extinção.

O exercício da profissão de Bibliotecário hoje é restrito por lei ao formado em Biblioteconomia, é preciso estar registrado junto ao Conselho Regional de Biblioteconomia.

Para os interessados em cursar Biblioteconomia, é recomendado uma pesquisa ampla das matérias e do mercado.

Por Paulo Victor Bragança


Muitos estudantes brasileiros sonham em cursar uma graduação fora do país. No entanto, são necessários alguns conhecimentos antes de partir para o local de destino. Um dos principais fatores que tem de ser levado em conta é o conhecimento da seleção nas faculdades para não perder o prazo de inscrição.

As principais faculdades com processos seletivos durante todo o ano estão localizadas na Alemanha, Nova Zelândia, China, Reino Unido e Rússia. Na Nova Zelândia, há uma política educacional na qual o país inclui a internacionalização das universidades que são financiadas pelo governo, diferentemente das públicas do Brasil em que o ensino é gratuito. Um dos princípios dessa estratégia educacional encontra-se na atração de estudantes estrangeiros para ajudar os neozelandeses a integrar o mercado de trabalho globalizado. Com isso, os jovens adquirem maior capacidade ao se comunicar fluentemente com pessoas de outros países, o que aprimora ainda mais o conhecimento.

Entretanto, grande parte dos processos seletivos estrangeiros são mais demorados, uma vez que não há seleção e as faculdades exigem do acadêmico alto desempenho acadêmico, histórico escolar e atestado de conclusão com tradução juramentada, além de cartas de recomendação e proficiência no mínimo em inglês. Diante disso, cada país tem autonomia para criar seus critérios de seleção, bem como o nível de proficiência no idioma e os documentos exigidos que podem variar.

No caso da China, os alunos precisam fazer uma avaliação após cursar o ensino médio. Essa avaliação é semelhante ao Enem que ocorre no Brasil. Entretanto, os estrangeiros ficam dispensados de fazer a prova, mas precisam apresentar todas as notas da escola e os certificados de proficiência em mandarim (HSK ou HSKK). Muitos estudantes temem o conhecimento desse idioma, devido ao alto grau de dificuldade que possui. Contudo, no caso dos estudantes brasileiros, não é necessário fazer esse tipo de teste, pois, é possível estudar apenas com o inglês. Ressalte-se que, os que têm o mandarim, isso conta como um ponto a mais durante a graduação.

Por Luciana Viturino



A Universidade Estadual de Campinas – Unicamp divulgou recentemente o calendário referente ao vestibular 2015. De acordo com o cronograma apresentado a primeira fase do exame está prevista para acontecer no dia 23 de novembro de 2014. Quanto à segunda, a informação é de ocorrerá nos dias 11, 12 e 13 de janeiro de 2015. 

Outro detalhe importante é que a comissão responsável pela organização dessa seleção anunciou duas mudanças para os testes deste ano. No caso, a redação passará para a segunda fase enquanto que a primeira será composta por um teste de 90 questões.

O período de inscrições para este vestibular será iniciado no dia 11 de agosto de 2014 e permanecerá em aberto até o dia 11 de setembro de 2014.

Em 2013 o vestibular realizado pela Comvest – Comissão Permanente para os Vestibulares; efetuou a seleção de candidatos para 69 cursos oferecidos pela Unicamp e dois oferecidos pela Famerp – Faculdade pública de Medicina de São José do Rio Preto.

Vale ressaltar aos estudantes interessados em participar que já antes da primeira fase, os candidatos concorrentes para os cursos de música deverão passar por provas de habilidades específicas. Os exames estão previstos para acontecerem entre os dias 25 e 29 de setembro deste ano.

Já para os demais cursos oferecidos como o de artes visuais e dança, artes cênicas e arquitetura e urbanismo as provas para comprovação de habilidades específicas deverão acontecer no período entre os dias 19 e 22 de janeiro de 2015.

As novidades para o vestibular 2015 da Unicamp dizem respeito a ordem de realização de determinadas fases. Como citado, a prova de redação ocorrerá na segunda fase. Nos anos anteriores a prova de redação vinha sendo cobrada na primeira etapa. Outro detalhe é que a primeira fase agora contará com 90 questões de múltipla escolha e não 48 questões como antigamente.

Para saber mais sobre este vestibular, novidades e abertura das inscrições clique aqui.

Por Denisson Soares


Quem pensa em seguir a carreira de Médico Veterinário precisa estar preparado para enfrentar cinco anos de um curso universitário integral.

A carga horária é grande e o curso muito intenso, exigindo dedicação e muito estudo do acadêmico.

As disciplinas são variadas. No início do curso, tem-se o básico como Citologia, Histologia, Anatomia, Estatísticas, entre outras disciplinas que possibilitarão ao aluno ter uma base de conhecimentos para poder do meio para o final do curso, aprender técnicas cirúrgicas, clínica médica, microbiologia de alimentos, entre outras áreas da Medicina Veterinária.

Todas as disciplinas contam com uma carga horária grande e dividida entre aulas práticas e teóricas. Durante o curso, o universitário precisa fazer estágios e frequentar o hospital veterinário e os laboratórios para adquirir conhecimento e prática.

Após formado, o Médico Veterinário pode atuar em diferentes áreas como clínica de pequenos animais, cirurgia veterinária, produção animal, oftalmologia, nutrição animal, animais silvestres, vigilância sanitária, tecnologia de alimentos, medicina veterinária do coletivo, entre outras.

Os salários variam muito e dependem não somente da área escolhida pelo profissional, mas também da região na qual ele vai trabalhar.

O Médico Veterinário pode também escolher entre ser empregado de uma empresa ou grande indústria, ou trabalhar como autônomo com clínica, representação comercial ou na área com a qual tenha afinidade. 

Por Milena Godoy


A atuação de um profissional que cursou os cinco anos de faculdade para se tornar um Engenheiro Elétrico, é muito ampla e por isso, as vagas costumam existir em ambientes muito diversificados. Em média, um recém-formado atualmente recebe R$ 3.500,00 de salário inicial.

No Brasil, o mercado de trabalho das Engenharias está em constante crescimento e de 10 anos para cá, uma das que mais cresce é a Engenharia Elétrica.  Embora as vagas estejam espalhadas por todo o país, é nas regiões sul e sudeste que elas mais estão presentes, por terem grandes polos industriais, muito desenvolvidos e que consequentemente precisam mais desse profissional. Nessas regiões a maioria dos trabalhos do setor eletroeletrônico é em concessionárias de transmissão e geração de energia elétrica, ou ainda na consultoria e prestação de serviços de equipamentos elétricos.

Muitas vezes, o aluno que faz um estágio curricular em uma empresa grande e tem um bom aproveitamento, identificando-se com a empresa, acaba conseguindo a contratação depois de formado, dando continuidade ao trabalho iniciado.

Toda boa e grande empresa, conta com um profissional desta área, que é extremamente necessário para atuar e dar base em projetos de instalações, desenvolvimentos de equipamentos, controle de linhas de produção, entre outros.

Ter um Engenheiro Elétrico na equipe de trabalho certamente dará mais segurança e melhorará todo o processo de produção da empresa.  

Por Milena Godoy


O vestibular está chegando e,com ele, a famosa dúvida sobre que curso escolher. Assim,para os estudantes que farão o Enem 2013 ou qualquer outro processo de seleção, sempre é bom e relevante conhecer um pouco sobre os cursos disponíveis, suas chances no mercado de trabalho e demais informações sobre determinada profissão.

Aqui, nesse espaço, abordaremos um pouco a respeito de uma profissão bastante digna e que, nos últimos tempos, vem crescendo muito no Brasil: a Enfermagem.

Essa gradução dura, em média, quatro anos.  O enferemeiro(a) é o profissional que precisa promover saúde, que pega dados do paciente e que ajuda este em sua recuperação de várias formas possíveis.  

Em relação ao meracdo de trabalho,no entanto, os hospitais particulares ainda são os maiores contratadores da categoria, muito embora estes possam atuar em programas de saúde da família, entre outros pólos.

Assim, de acordo com o Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo, o salário inicial pago para essa função é de cerca de: R$ 1.900,00. Há varios tipos de trabalho que o enfermeiro pode fazer como: atendimento do tipo domiciliar, Enferemagem Geral, Enfermagem de Resgate, Enfermagem Psiquiátrica, Assessoria e consultoria, entre outras atribuições.

Por Madson Lima de Oliveira


Muitos estudantes ainda estão em dúvida sobre qual curso scolher e dedicar sua vida. Trata-se, sem sombra de dúvida, de uma tarefa que exige bastante atenção e conhecimento, fora a vontade de atuar, de trabalhar com isso.

Aqui,pois, daremos a dica de um curso bastante interessante: Filosofia. Esse curso dura, em média quatro anos, e consiste numa formação muito teórica e crítica, sempre visando os questionamentos e a reflexão.  O Filósofo é aquele que investiga,pergunta, se aprofunda em questões e dilemas humanos. Ele, pois, discute pontos epistemológicos como o tempo, a verdade, o amor, deus e outros conceitos extremamente densos,complexos.  

De acordo com o MEC,o salário inicial do Filósofo é de cerca de  RS 1.451,00. Há, na verdade,uma necessidade de uma maior formação de profisisonais da filosofia. O mercado de trabalho oferece não apenas vagas para ser professor, mas também para trabalhar,por exemplo, em áreas culturais.

O Filósofo pode fazer, entre outras coisas, lecionar, criticar e pesquisar. Essa foi mais uma dica para fazer oleitor repensar sobre quais caminhos quer trilhar em sua carreira profisional. Caso tenha gostado, a Filosofia pode ser uma boa opção para seu sucesso.

Por Madson Lima de Oliveira


Essa é mais uma matéria de cunho informativo que visa auxiliar os estudantes que prestarão vestibular esse ano. Aqui, pois, explicaremos um pouco sobre a profissão, o curso de Arquitetura e Urbanismo.  

O Arquiteto é o profissional que planeja, cria, organiza espaços tanto por dentro, como por fora. Seja como for, esse curso dura, em média, 5 anos.  No mais,no que dizrespeito ao mercado detrabalho, o fato é que quem for arquiteto e urbanista pode trabalhar em setores como: Paisagismo, Comunicação Visual,  Edificação e Construção, urbanismo, Arquitetura industrial,  Arquitetura de interiores etc. Enfim, segundo pesquisas, a copa do mundo de 2014 certamente movimentará ainda mais a oferta e procura por profissionais da Arquitetura.

Os salários iniciais, de acordo com o Sindicato dos Arquitetos do Estado de São Paulo, é de aproximadamente R$ 3.732,00, isso numa carga horária de seis horas de trabalho. Por fim, como urbanista, o profissional pode atuar também no planejamento do crescimento das cidades.

Não obstante,quando o aluno ingressar no curso, ele deve ficar preparado para os primeiros semestres que são mais teóricos e, claro, para as aulas práticas que depois tomaram conta do restante da graduação. Essa foi mais uma dica para quem vai entar na universidade.

Por Madson Lima de Oliveira


A propaganda é a alma do negócio. Por isso, para os estudantes em dúvida sobre que profiisão cursar ou escolher nesse acirrado vestibular 2013, uma boa opção seria estudar Publicidade. O publicitário trabalha realizando, criando e divulgando peças publicitárias.

Trata-se de uma profissão geralmente com horários não rígidos e que possui um ambiente de trabalho descontraído. No entanto,com o avanço da tecnologia e das midanças sociais dos últimos tempos, fazer publicidade exige ser bom em comunicação e em prazos, levando em conta sempre o desejo do cliente.

É preciso ter conhecimento mas atuais mídias digitais, além de ampliar seus recursos e linguagem.  Washington Olivetto, um dos maiores publicitários do Brasil, afirmou que pensou muito antes de escolher essa profissão e que, para dedicar-se ao trabalho,é preciso ter certeza dessa escolha.

Não fazer publicidade e propaganda apenas porque está na moda. A média dos salários iniciais é de mil reais. O mercado de trabalho é amplo e vai de agências de comunicação a departamentos de marketing. Porém, antes de se aventura nesse curso, o aluno deve saber que, segundo as palavras do próprio Olivetto, sempre há vagas para os profissionais de Publicidade e Propaganda que são talentosos.

Por Madson Lima de Oliveira


Um dos cursos mais procurados no Brasil é,  sem dúvida, o de Artes cênicas. Esse curso,todavia, não é voltado  apenas para atores,mas para várias áreas artísticas. Os vestibulandos que optarem por essa profissão devem ir além das técnicas de atuação ou intepretação, pois é essencial ter um olhar amplo, crítico e transformador sobre o papel do artista no mundo, na sociedade atual que vivemos.

Há uma gama de trabalhos para quem optar por esse caminho. Os artistas formadospodem trabalhar com o corpo e a voz,além de atuar em inúmeras produçõees das mais diversas manifestações de cunho artístico. O mercado de trabalho oferece muitas vagas para licenciados, pois há uma grande necessidade de professores que atuem nesse campo.

No Brasil,com efeito,algumas instituições se sobressaem nas Artes cênicas como a Unb, a Universidade de Salvador e várias escolas no Rio e em São paulo. Seja lá como for,  pense nas áreas que você pode atuar como: Direção teatral, Arteterapia, Cenografia, produção, dublagem,Teoria Teatral etc.

A graduação em Artes cênicas dura, em média, 4 anos

Essa foi mais uma dica de profissão para quem vai fazer o vestibular esse ano.

Por Madson Lima de Oliveira


 A Licenciatura e o Bacharelado são duas modalidades da Graduação.  Muitos alunos vão prestar vestibulares e ENEM, mas não sabem do que se tratam essas duas palavras. Por isso, senti a necessidade de escrever esse texto para que esclarecesse essa dúvida.  

Diferente do que muitas pessoas pensam tanto o Bacharelado, quanto a Licenciatura dura em média quatro anos cada uma das modalidades. As duas fornecem diploma.  De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o bacharelado é a modalidade que diploma o indivíduo em determinado campo do saber. A Licenciatura habilita o indivíduo a lecionar.

Trocando em miúdos, o Bacharel é capacitado a exercer o exercício de uma atividade ou profissão, pode se tornar também um pesquisador. Já o licenciado, como o próprio nome diz, obtém licença (permissão) para ensinar.   

Vou dar um exemplo para que possam entender melhor, se alguém que se graduou em Bacharelado em Engenharia Civil, ele não poderá ensinar na Educação Básica, mas pode muito bem fazer mestrado e/ou doutorado e lecionar nas instituições de ensino superior.   

Vale ressaltar que nos cursos de Licenciatura, além das disciplinas específicas da área, são focadas as disciplinas de educação e pedagógicas, por isso a permissão para lecionar na Educação Básica e caso deseje, também no ensino superior.  

Em minha opinião, a Licenciatura é mais completa, porém no Brasil o profissional da área ainda não tem sido reconhecido da maneira devida. Por fim, a escolha é sua. Você agora já deve saber o que irá fazer.

Por Lidiane Freitas


Para quem vai prestar vestibular, uma dúvida é certa: que curso e profissão escolher?

O grande dilema é que muita gente não sabe o que quer e, por conta de uma educação deficiente, também não entende sobre as profissões, de modo que fica complicado escolher alguma delas. O vestibulando deve, sem dúvida, fazer o que gosta. Por isso, como não podemos destacar todos os caminhos profissionais que existem, deixaremos  a dica de uma profissão que somente cresce em nosso país: a Psicologia.

A Psicologia é uma área que oferece muitas possibilidades de trabalho para os seus profissionais. O Psicólogo pode ser clínico, organizacional, hospitalar, escolar, além de poder atuar como professor universitário ou no ambiente social, ou seja, trabalhando nas comunidades.

O papel da Psicologia é amplo, mas podemos resumir dizendo que trata-se de uma profissão que une saúde e comportamento como suas principais ferramentas. Os Psicólogos precisam respeitar a subjetividade de cada sujeito e desalienar o ser, buscar soluções que englobam todos os fatores da vida de uma pessoa: mental, físico e social.

Sim, a Psicologia não se restringe somente aos consultórios, pois até área jurídica já existe.

Aqui você ficou sabendo um pouco sobre a função desse profissional. Se gostou, então estude Psicologia.

Por Madson Lima de Oliveira


O Sistema de Seleção Unificada – Sisu está com as inscrições abertas até o dia 14 de junho de 2013. Podem participar os estudantes que tenham participado da edição de 2012 do Enem e que não tenham tirado zero na redação.

O Sisu oferece 39.724 vagas para 1.179 cursos de 54 instituições de Ensino Superior. A lista foi disponibilizada no site sisu.mec.gov.br onde o candidato pode realizar a inscrição. O sistema foi feito para que os alunos possam concorrer a vagas para cursos de graduação.

A seleção funciona como um leilão em que os pontos obtidos no Enem servem como lances para obter a vaga pretendida. Dessa forma, o ingresso do estudante na instituição de ensino depende do desempenho dele e dos concorrentes no Enem. Os interessados podem concorrer a duas vagas diferentes levando em consideração a ordem de preferência, que pode ser alteradas até o fim do período de inscrições.

A primeira chamada ocorre no dia 17 de junho e a segunda no dia 1º de julho. As matrículas serão realizadas nos dias 21, 22 e 25 de junho e 5, 8 e 9 de julho, para os aprovados na segunda chamada. 

Por Robson Quirino de Moraes


O curso de Direito é, sem dúvida alguma, um dos mais promissores em termos de opções de trabalho. É extenso o campo de atuação deste profissional, que pode, além de advogar, escolher uma carreira jurídica ou ainda, lecionar. Dependendo da escolha feita pelo Bacharel em Direito, este terá que, primeiramente, ser aprovado no exame da OAB, para somente após o credenciamento, estar apto para a atuação, como é o caso do advogado.

O advogado é o profissional que atua na solução e mediação de conflitos entre particulares, empresas, instituições, aplicando a legislação atinente a cada situação, objetivando sempre a prevalência da Justiça. São inúmeras as áreas para atuação deste profissional: cível, penal, ambiental, tributário, enfim, cada vez mais surgem novas subdivisões das especializações, sendo que algumas delas estão cada vez mais em alta, como é o caso da advocacia previdenciária e da ambiental.  

Para quem pretende seguir uma Carreira Jurídica, o grande alvo são os concursos públicos, que garantem excelentes salários e estabilidade, como é o caso dos Promotores, Procuradores, Defensores Públicos, Magistrados, entre outros. 

Independente do rumo que o bacharel pretende dar para a sua carreira, é importante saber que o estudo é questão de ordem para estes profissionais, já que a legislação e jurisprudência são atualizadas a cada dia.

Também merece ser destacada a grande concorrência nesta área. A cada dia se formam mais profissionais e para se destacar entre tantos é necessário fazer a diferença. Já a grande vantagem é a contraprestação financeira, que pode ser bastante elevada e ainda, a possibilidade de flexibilidade de horários, especialmente no caso de o profissional optar pela advocacia.

Por Leni do Vale


Já pensou em se tornar um Biólogo? Não? Pois saiba que esta é atualmente uma das áreas mais promissoras, dado o seu vasto campo de atuação. Isso porque o mercado para a Biomedicina no Brasil está em alta, existindo uma considerável oferta de vagas.

O Biólogo é o estudioso da vida em todos os seus aspectos, e tem a possibilidade de trabalhar em diversas áreas: Biologia Molecular, Pesquisador e Classificador de novas espécies da fauna e flora. Pode trabalhar em hospitais, em conjunto com os médicos, prestando consultoria e realizando análises, atuação com a Engenharia Biomédica, que é o trabalho em conjunto com Engenheiros com finalidade de desenvolver máquinas utilizadas em tratamento e diagnósticos. Sem falar na Engenharia Genética, onde pode fazer trabalhos de pesquisa genética de plantas e animais, tanto para melhoramento genético quanto para pesquisas de doenças e ainda, pode trabalhar com a Biotecnologia, atuando em pesquisas avançadas, a exemplo do genoma humano e das pesquisas feitas com células tronco. Sem contar que o biólogo pode fazer a opção de atuar como professor em Faculdades de Medicina, ou pode lecionar biologia para o nível médio e cursinhos.

Enfim, as possibilidades são muitas. Como se pode perceber, a Biologia é uma profissão realmente promissora, o que pode ser confirmado diariamente, por meio de noticiários, onde sempre é mostrada a importante atuação destes profissionais.

Mas lembre-se: ao optar por esta carreira, deverá estar sempre atualizado e antenado às evoluções da área, que estão em constante mudança e exigem do profissional muita dedicação e estudo.

Por Leni do Vale


Se você está naquele momento decisivo de sua vida, que é a escolha da profissão, e tem uma queda para a área das Ciências Biológicas, talvez se identifique com o curso de Agronomia.  Mas afinal, você sabe o que faz um Agrônomo?

Sua principal função é atuar para manter os recursos naturais renováveis e ambientais. Faz parte desse processo o planejamento, a coordenação e a execução de atividades nas áreas agrícola, pecuária e silvicultura. O Engenheiro Agrônomo ainda pode prestar serviços de consultoria e também fazer um trabalho de fiscalização nas referidas áreas, entre outros trabalhos.

Interessou-se pelas possibilidades de desempenho profissional? Então vale a pena conferir o conteúdo programático previsto para o curso: Biologia Geral, Botânica, Zoologia, Física, são algumas das diversas matérias lecionadas durante a faculdade. Já em um segundo momento do curso, as matérias são mais voltadas à profissão: Engenharia Rural, Engenharia Florestal, Agricultura e Ciências do Solo.

Vale mencionar que o campo de atuação do Agrônomo é promissor, devido ao potencial econômico do país. Porém, antes de analisar apenas a possibilidade de grandes retornos financeiros, aprofunde seus conhecimentos sobre a profissão, para ter a certeza de que a escolha é a mais adequada e lhe trará satisfação pessoal.

Por Leni do Vale


Com edital organizado pela PROEST (Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis), a UFTUniversidade Federal De Tocantins,  tendo como reitor o professor Márcio de Oliveira,  já terminou o período de isenção das inscrições

O resultado da isenção está disponível desde 20 de agosto neste link

Para informações mais detalhadas, os candidatos podem entrar em contato pelo o telefone: (63) 3232-8179, ou ir à PROEST no seguinte endereço:  Avenida NS-15, ALCNO 14, Bloco IV Reitoria – Sala 102, CEP: 77.001-090, Palmas – TO.

As matérias e o conteúdo para as provas já estão disponíveis aqui. Basta entrar no link “Conteúdo para as Provas/Objetos de Avaliação”, que fica abaixo do resultado da isenção.

Já que a UFT conheceu em junho de 2012 seu novo reitor, o professor Márcio Oliviera, e ainda em meados de junho do mesmo ano, o reitor ainda despachava edital sobre o vestibular 2012.2, é compreensível que ainda não tenhamos data definida das provas, embora o vestibulando deva aproveitar os conteúdos e listas de livros para acelerar os estudos.

Além disso, de acordo com o memorando enviado ao reitor em 11/09/2012, o primeiro semestre letivo desse ano, somente terminará no dia 17 de novembro de 2013, pelo menos no Campus Araguaína.  Talvez por esse motivo, os estudantes farão a prova no ano que vem.

No último vestibular realizado, o de 2012.2, o período de isenção teve seu resultado publicado em meados de janeiro e as provas foram no início de junho.  Se a Universidade repetir a dose, já que nesse Vestibular, o 2013.1, o resultado do pedido de isenção saiu no D.O. no dia 20 de agosto, as provas serão em janeiro de 2013.

Por Raquel Teixeira Martins


A Universidade Federal do Paraná está com um processo seletivo aberto para o Vestibular UFPR 2013. O período das inscrições ocorreu de 17 de agosto a 21 de setembro, e elas foram realizadas exclusivamente pela internet, no site da Instituição.  

As provas serão realizadas nas cidades de Curitiba e Palotina, e os locais estão especificados nos cartões dos candidatos.

Haverá neste processo seletivo a opção de inclusão racial, que consta de o candidato ser aprovado na segunda fase se possuir a aparência que o caracterize como sendo da raça negra, perante a Banca de Verificação de Auto-Declaração designada pelo Reitor da UFPR.

A primeira fase será realizada no dia 11 de novembro de 2012 com provas de 80 questões objetivas, de múltipla escolha sobre assuntos do Ensino Médio, das disciplinas de Matemática, Física, Química, Biologia, Geografia, História e Língua Estrangeira. A prova de português constará de conteúdo de 18 questões, sendo 9 de Compreensão de Texto e as outras 9 de Literatura e uso da linguagem.

A segunda fase acontecerá entre os dias 09 e 10 de dezembro de 2012, com uma prova que será aplicada para todos (Compreensão e Produção de Textos), além das provas específicas. 

Para candidatos dos cursos de Estatística e Matemática, haverá ainda uma terceira fase, com cada disciplina valendo 100 pontos.

Para saber mais e também visualizar o Manual do Candidato, que contém mais informações detalhadas, é preciso acessar o site da Universidade, onde você vai ficar sabendo da lista de obras literárias que cairão nas provas e o Guia do Candidato, com informações gerais referentes ao processo seletivo.   

Por Monique Mota


Ontem, 11 de outubro, a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) divulgou informações quanto ao número de inscritos para o Vestibular 2013.

No total, 64.472 candidatos concorrerão as 3.569 vagas disponíveis para a graduação, 1.675 delas são para cursos nas unidades localizadas em Manaus e as demais 1.730 oportunidades são para os polos localizados no interior do Amazonas. Do total de vagas, 164 são reservadas aos indígenas.

A UEA informa que os candidatos devem imprimir as informações de inscrição através do site www.uea.edu.br. Os dados serão necessários no dia da realização das provas. Para ter acesso ao documento e conferir as informações, é preciso mencionar o número do CPF. Caso haja equívoco nas informações, o candidato deverá solicitar, ao fiscal de sala, na data da prova, a correção dos dados.

As provas de conhecimentos gerais estão previstas para os dias 10 e 11 de novembro. Para o Sistema de Ingresso Seriado (SIS), as provas estão marcadas para o dia 12 de novembro. Para realização das provas, o candidato deve estar munido do cartão de identificação, juntamente de um documento com foto (RG ou Carteira Nacional de Habilitação). 

Por Rafaela Fusieger


Devido ao recorrente acontecimento nos vestibulares atuais, de serem cobrados conteúdos que vão além da teoria, é relevante que os vestibulandos se atentem a assuntos como o tratado abaixo.

No dia 04 de julho deste ano novos rumos foram dados à ciência moderna. Esse avanço foi permitido devido à confirmação da existência de uma partícula que possivelmente pode ser o Bóson de Higgs, dando sentido ao estudo de milhares de cientistas que doam suas vidas para tentar explicar e entender como o maquinário fundamental do universo se comporta e funciona.

O Modelo Padrão, atualmente, é a melhor explicação do mundo subatômico, ou seja, no mundo de nível inferior ao átomo. O Modelo Padrão permite ferramentas teóricas para o desenvolvimento de tecnologias. A cura do câncer, por exemplo, é submetida, em última análise, ao bom funcionamento de um modelo que descreve o comportamento da natureza no mais fundamental dos níveis.

O Bóson de Higgs é uma partícula proposta há, aproximadamente, 50 anos, e mesmo depois de tanto tempo, os físicos não possuem nenhuma evidência da existência dela. O Higgs é imprescindível, pois a existência dele provaria a teoria de um campo invisível que permeia o universo. Sem este campo invisível, nada poderia existir. Os cientistas não estimavam detectar o campo, e sim apenas uma deformação do mesmo, chamada Bóson de Higgs.

O Modelo Padrão foi desenvolvido inicialmente em 1960. Quatro anos após, Higgs supôs a existência de um campo, e com ele as partículas interagiriam. Essa proposta de interação confere massa às partículas. As partículas que não interagem com o campo, não possuem massa, e viajarão sempre na velocidade da luz, sendo assim não existirá qualquer forma de vida.

A confirmação da existência do Bóson de Higgs é o mais relevante resultado dos últimos 30 anos no campo de Física de Partículas, entretanto o Modelo Padrão é a melhor explicação sobre o mundo subatômico e corresponde apenas a 4% do universo visível, há ainda 96% para se desvendar.

Por Marina Lara


Ouvimos, e até lemos, quase todos os dias, matérias jornalísticas que põe em xeque o caráter do educador. É como aparecer nessas matérias algumas dicas para educar bem os alunos, dicas que não são dadas a Engenheiros mostrando como construir um prédio melhor, nem para um Médico mostrando como não matar o paciente dando um remédio errado. Não podemos negar que essas matérias mostram a verdade – verdade exagerada e sensacionalista.

Lendo os relatos sobre a experiência com a escrita, é possível observar isso também. A culpa dos alunos não se interessarem por escrever recai sempre no Professor. Aqui não estou redimindo o educador de todos os seus pecados, pois sei que há muitos que são realmente ruins.

Entretanto é necessário perceber que a incapacidade do Professor em dar uma aula boa não vem apenas de seu caráter como individuo, mas de inúmeros fatores, como por exemplo: a falta de estrutura da escola, a formação acadêmica, se os alunos conseguem ler e escrever e etc.

Como estudante de Letras e uma futura Professora, decidi discorrer sobre a formação acadêmica dos educadores.

Sabemos que enquanto Professores de Letras, devemos dar aulas de todas as matérias que englobam a disciplina de Português. Mas será que estamos preparados para dar aula de todas essas matérias? Será que a faculdade nos dá bagagem para isso? No caso da disciplina de gramática, sabemos que não.

Como um estudante de Letras pode sair da faculdade sem entender gramática? Sendo que provavelmente ele entrou na universidade sem saber, porque o Professor do ensino médio também não sabia e assim não conseguiu explicar direito?

É um círculo vicioso que torna as aulas de gramática mais difíceis e chatas. Porque quando um aluno disser que Português é complicado, não teremos como rebater, já que nós mesmos não sabemos, por exemplo, classificar uma oração subordinada.

E essa oração subordinada é tão importante na formação do aluno enquanto cidadão? Não, mas precisamos entender a necessidade delas na sala de aula, de compreender que o aluno deve sair da escola sabendo o que é uma oração subordinada, assim como deve sair sabendo fazer o calculo de nox e ox.

Faz-se necessário discutir o que devemos ensinar aos estudantes de Letras que decidem ser Professores, em vez de discutir o dom e a vocação do ser humano para ser Professor.

Por Marina Lara


No dia 22 de junho encerram-se as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Em três dias, o número de inscritos já bateu recorde em relação à edição de 2011/2º, até o dia 20/06 mais de 480 mil pessoas estavam registradas.

Os interessados devem ter realizado a prova do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) em 2011.

Para realizar a inscrição é necessário que o candidato tenha em mãos o número de inscrição e a senha utilizada no processo. Durante o período de inscrição o candidato tem acesso à classificação parcial e também à nota de corte, podendo escolher até duas opções de curso e alterá-las a qualquer tempo.

O resultado da primeira chamada estará disponível no dia 25 de junho. Os convocados deverão realizar a matrícula entre os dias 29 de junho e 2 de julho. A matrícula da segunda chamada ocorre nos dias 10 e 11 de julho.

Os candidatos em lista de espera serão convocados pelas instituições de ensino superior após o dia 17 de julho.

Clique aqui e confira o edital do Sisu para o 2º semestre de 2012.

O SISU:

Neste ano estão sendo ofertadas mais de 30 mil vagas em 56 instituições públicas de ensino.

Por Rafaela Fusieger


Cerca de três mil alunos fizeram a prova do vestibular de inverno 2012 da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) neste domingo (17/06). Os inscritos concorreram a uma das 1.202 vagas disponibilizadas na PUC, na Faculdade Santa Marcelina (Fasm) e nas Faculdades Integradas Rio Branco.

O teste aplicado pela Universidade Católica contou com 45 perguntas, sendo que todas foram de múltipla escolha e versavam sobre conhecimentos em Língua Portuguesa, Matemática, Biologia, Química, Física, História, Geografia, Literatura e Língua Inglesa. Além disso, havia quatro perguntas analítico-expositivas. As provas aconteceram nas cidades de Sorocaba e São Paulo.

Os candidatos puderam consultar os gabaritos a partir das 18h do dia 18 de junho. O resultado final será publicado no dia 22 do mesmo mês, sendo que as matrículas precisam ser feitas nos dias 25 e 26 de junho. Ainda será feita uma segunda chamada no dia 3 de julho e a matrícula será realizada já no dia seguinte. Será disponibilizado um prazo de inscrição dos dias 6 a 11 de julho para os inscritos que estão na lista de espera.

Mais informações podem ser consultadas pelo site www.pucsp.br.

Por Matheus Camargo


O vestibular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) teve apenas 7,21% de abstenção, o que representou a falta de pouco mais de seis mil inscritos no processo de seleção. As provas foram feitas no domingo (17/06) e a instituição já divulgou os gabaritos das provas aplicadas através do site www.uerj.br.

No teste realizado no domingo, os candidatos responderam a questões que envolviam as áreas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática e Linguagens e Códigos. A correção das provas será feita e os alunos receberão conceito A se acertarem 70% ou mais de perguntas (recebendo como prêmio 20 pontos para a prova discursiva), conceito B se o acerto for entre 60% e 70% (prêmio de 15 pontos), conceito C se acertar de 50% a 60% (com bônus de 10 pontos) e conceito D entre 40% e 50% de acertos (bônus de cinco pontos). O candidato que obter menos de 40% de acertos será automaticamente reprovado do vestibular.

A lista de convocados para a segunda etapa de provas será publicada em 25 de junho, sendo que a segundo exame terá o prazo de inscrições aberto entre 3 e 25 de julho. O teste será aplicado em 16 de setembro e conterá perguntas sobre Língua Portuguesa e Conhecimentos Específicos, além da Redação. A vantagem de fazer os dois exames de qualificação é o fato de o candidato poder utilizar a melhor nota para a última fase.

Por Matheus Camargo


A reitoria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) divulgou recentemente que, depois de uma reunião, ficou decidido que o vestibular da instituição manterá a nota da redação como sendo necessária para a concorrência dos candidatos. No entanto, a universidade ainda informou que esta decisão poderá ser revista em 2013. Outra notícia foi em relação ao oferecimento de um novo curso de Medicina.

Quanto à redação do vestibular, o Ministério da Educação (MEC) explicou recentemente que as provas serão corrigidas por dois professores, que trabalharão de maneira independente. Se a diferença de notas apresentada entre os corretores for maior do que 200 pontos, a nota final será calculada através de média aritmética. No caso de a diferença permanecer, uma nova correção será realizada.

Já no tocante à abertura de novos cursos, a UFPE especificou que o interior do Estado receberá os cursos de Medicina e Saúde Coletiva. O curso de Medicina será instalado no campus de Caruaru, com 30 vagas sendo ofertadas a partir do segundo semestre de 2013. Já, o curso de Saúde Coletiva será implantado em Vitória de Santo Antão, também com 30 vagas que serão oportunizadas no começo de 2013.

A UFPE abrirá o prazo de inscrições para o vestibular entre os dias 11 de setembro e 5 de outubro. A segunda fase do processo de seleção será aplicada nos dias 2 e 3 de dezembro.

Por Matheus Camargo


Já está no ar o site do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) referente ao 2º semestre de 2012, onde 56 instituições públicas de ensino somam 30.548 vagas. Serão 5 dias de inscrições, com início em 18 de junho e término às 23h59 do dia 22 de junho.

Durante o período de inscrições o candidato terá acesso à classificação parcial e também à nota de corte, podendo alterar a qualquer hora do dia o que já havia escolhido.

Para se inscrever é necessário ter realizado a prova do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) em 2011. É importante que o candidato tenha em mãos o número de inscrição e a senha utilizada no processo.

O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 25 de junho. Os selecionados deverão realizar a matrícula entre os dias 29 de junho e 2 de julho. A matrícula da segunda chamada ocorre nos dias 10 e 11 de julho. Os candidatos em lista de espera serão convocados pelas instituições de ensino superior após o dia 17 de julho.

Sobre o Sisu:

O Sisu é o Sistema informatizado, gerenciado pelo MEC, para selecionar candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior que utilizam a nota do Enem como única forma de processo seletivo. A escolha é realizada pelo Sistema, e tem como critério a nota obtida pelo candidato no Enem.

Clique aqui e confira o edital do Sisu para o 2º semestre de 2012.

Por Rafaela Fusieger


A redação é uma questão sensível em qualquer processo seletivo, e deve ter uma avaliação especial por parte da instituição que realiza essa seleção.

Com o Enem não pode ser diferente, e, por se tratar de um concurso de abrangência nacional, houve vários problemas relacionados a ela, reivindicados pelos estudantes.

No ano passado, quando a correção era fechada, vários estudantes entraram na justiça e conseguiram acesso à redação corrigida, o que causou desconforto e perda de certa confiabilidade por boa parte dos inscritos.

Já esse ano, um pacote de mudanças promete minimizar os conflitos. Para começar, haverá uma terceira verificação da redação corrigida, se o número de pontos entre a primeira e a segunda avaliação diferir em pelo menos 200 pontos. E ainda há uma possibilidade de quarta correção, como instância final.

Essa fase do processo agora valerá 1000 pontos, e os estudantes terão acesso à correção sem qualquer recurso, como regra geral.

Podemos ver que a especialidade da redação se deve não só à importância da escrita nos concursos, mas por uma certa insatisfação sobre a reprovação na mesma. Os estudantes do Brasil não fogem à regra dos concursos gerais, sendo a redação o “calcanhar de Aquiles” da maioria deles. E, educadores e pais sabem o quanto esse quesito está em baixa nas escolas de hoje, e o quanto os próprios estudantes negligenciam isso.

Por isso, o grau de reprovação com motivo principal na redação tende a ser maior no Enem, porque a escrita já é deficiência crônica nos estudantes do ensino médio, e que se estende até os estudantes do ensino superior, infelizmente.

Esperamos, então, que não só o método dos avaliadores melhore no Enem e seja mais justo e claro, mas que a parte cognitiva dos nossos candidatos ao ensino superior possa melhorar e ser incentivada definitivamente por esse exame, que se tornou, nos últimos anos, fundamental para qualquer estudante e aspirante ao sucesso profissional, e à avaliação do ensino num país tão carente de acesso ao conhecimento básico.

Por David Leys


O Governo Federal instituiu nos últimos anos vários programas sociais que têm como principal objetivo ajudar as famílias de renda mais baixa, como o ProUni, que é o programa que oferece bolsas de estudo para que estudantes possam ingressar em cursos superiores de universidades privadas em todo o território brasileiro.

O Programa Universidade Para Todos (ProUni) distribui bolsas parciais e integrais e está vigorando desde o ano de 2005, já tendo auxiliado milhares de estudantes de baixa renda em todo o país.

Para participar da seleção do ProUni o candidato deve efetuar a inscrição, que acontece geralmente no início do ano, e participar do processo seletivo que em geral é realizado entre os meses de maio e junho.

Para participar o aluno deve ter concluído o ensino médio em rede pública ou privada com bolsa integral; ter renda familiar de até três salários mínimos por pessoa; ter prestado o ENEM e obtido pelos menos 400 pontos de média nas cinco matérias exigidas no exame e ainda não ter zerado na redação do mesmo.

Para fazer a inscrição o aluno deve acessar o site do MEC através do endereço: siteprouni.mec.gov.br.

Por Russel


Para quem pretende cursar uma boa faculdade em 2012, é bom começar a se atentar as datas de inscrições que estão sendo divulgadas em todo o Brasil.

A USP (Universidade de São Paulo), uma das melhores faculdades do país, divulgou seu calendário completo recentemente, inclusive as datas e o regulamento para a isenção total da taxa de inscrição.

Para obter este benefício é necessário:

– Ter renda individual, caso seja responsável pelas próprias despesas e resida sozinho, ou renda máxima por integrante familiar de R$ 708,00.

– Comprovar residência no Brasil.

– Ter concluído (ou estar cursando) o ensino médio em escola pública.

Mas se apresse, pois as inscrições começaram no dia 13 de junho de 2011 e vão até 05 de agosto de 2011, sendo que a data limite para envio dos documentos comprobatórios é 10 de agosto de 2011.

Para mais informações, consulte: www.fuvest.br.

Por Natália Melo


Houve uma alteração na data da prova presencial do vestibular da Universidade Santo Amaro (Unisa) – Turmas de Agosto.

As provas serão realizadas no dia 19 de junho no campus II (localizado na Rua Isabel Schmidt, 349, Santo Amaro, São Paulo-SP). As inscrições já estão abertas e poderão ser efetuadas até às 24h do dia 15 de junho.

O aluno poderá solicitar o aproveitamento do resultado do ENEM, desde que indique esta opção no ato da inscrição. O valor da taxa é R$ 15,00. São oferecidos os cursos de graduação e tecnólogo. Para mais detalhes consulte www.unisa.br.

As provas para a carreira médica da Universidade Santo Amaro (Unisa) foram definidas para 30 de outubro. Se você pretende participar dessa carreira pode se inscrever para o vestibular a partir do dia 22 de agosto até o dia 10 de outubro. Para mais informações consulte o site da Vunesp.

Por Daniella Machado


No próximo dia 12/06/2011 a UNESP realizará a Prova de Conhecimentos Gerais da 1º fase de seu vestibular. Ainda em Junho, no dia 22 será feita a divulgação do resultado e da lista de convocação para a segunda fase.

Estão previstas para os dias 03 e 04 de Julho as provas específicas da segunda fase. No dia 03 acontecerão as provas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática e no dia 04 as de Linguagens e Códigos, assim como a Redação.

Os resultados e a Primeira Chamada, com a divulgação também da Lista de Espera, estão previstos para o dia 20. Mais informações sobre o Vestibular de meio de ano UNESP você encontra no site www.vunesp.com.br.

Para quem perdeu o Vestibular 2011 já pode começar a se preparar para o Vestibular 2012, a Fundação Vunesp já anunciou a prova da primeira fase para o dia 06/11.

Por Daniella Machado





CONTINUE NAVEGANDO: