Confira aqui o Gabarito das Provas do Enem 2017.

O Inep divulgou na última terça-feira, dia 14 do mês de novembro, o gabarito oficial do Enem do ano de 2017. Os candidatos para conferirem seus resultados e analisarem como foi a sua atuação no exame podem acessar o endereço: https://enem.inep.gov.br.

Antes de conferir os resultados, é preciso escolher o dia correto da realização da prova e a cor da prova, já que as questões se diferem de acordo com cada cor.

O Inep deixa claro aos candidatos que o fornecimento dos gabaritos serve para que estes possam ter uma noção de como foi o desempenho de cada um nos dois dias de prova. Sendo que o Ministério da Educação não aceitará nenhum tipo de contestação ou recurso sobre os resultados ou qualquer questão da prova.

Além disso, a soma de acertos não representa uma pontuação a ser considerada na correção do exame, pois para o cálculo da nota do Enem é utilizado um método chamado de Teoria de Resposta ao Item, que estipula uma pontuação diferente para cada questão. Sem falar que não é possível ter uma noção sobre a pontuação obtida na redação.

A nota do Enem é uma soma entre os pontos feitos nas provas e na redação.

O Instituto Nacional de Educação e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira informou aos estudantes que o resultado oficial do Enem 2017 está previsto para ser divulgado no dia 19 do mês de janeiro.

O Enem 2017 foi realizado em dois domingos consecutivos, sendo eles os dias 05 e 12 do mês de novembro. Esta foi a primeira edição do exame em que as provas foram realizadas em dois domingos, já que nas últimas edições o exame era realizado em apenas um fim de semana. Esse novo modelo foi pensado para que os candidatos pudessem descansar entre uma prova e outra já que ambas exigem muita concentração.

Para aqueles alunos mais ansiosos que não aguentariam esperar pela divulgação do gabarito oficial, o Colégio e Curso Oficina do Estudante da cidade de Campinas/SP, em uma parceria com o Brasil Escola, realizou uma correção comentada nos dias em que as provas forma realizadas, assim os estudantes poderiam tirar eventuais dúvidas sobre as questões cobradas nas provas e compreenderem porque acertaram ou não.

O gabarito também poderá ser acessado por meio da Página do Participante ou no Aplicativo do Enem.

Segundo informações do Ministério da Educação, o exame do ano de 2017 transcorreu de forma tranquila em todo o Brasil. Com exceção de nove locais de provas nos municípios de Teresina/PI, Olinda/PE e Uruaçu/GO, em que 3.581 candidatos, por problemas de falta de energia, foram impedidos de realizar as provas do primeiro dia. Contudo, já está agendado para o dia 12 de dezembro a realização da prova para estes candidatos.

No mais, como é comum acontecer em todos os anos, alguns candidatos foram eliminados do exame por motivos diversos, como o porte de objetos não permitidos, saída da sala de prova antes do tempo permitido, porte de papéis ou panfletos, desrespeito às normas previstas no edital, entre outros. Assim, foram eliminados o total de 853 candidatos.

O Enem 2017 contou com o total de 6.731.344 inscritos. O número de abstenções foi de 29, 8% no primeiro dia de prova e 32% no segundo dia, O que também está dentro do esperado.

O Enem a cada ano que passa recebe um número maior de inscrições, o que comprova que os estudantes brasileiros pretendem realizar cursos de nível superior e assim melhorar suas condições de vida profissional e pessoal.

As notas obtidas no exame podem ser utilizadas em vários processos seletivos para vagas em cursos de nível superior, através de programas como SiSU, ProUni e Fies.

Sirlene Montes


Confira aqui todas as informaçõs sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2016.

Na página virtual http://enem.inep.gov.br encontramos o passo a passo para quem vai participar do ENEM 2016. Aplicativos para celular e editais estão disponíveis para download neste site, além do telefone de ajuda, o 0800-616161.

As inscrições foram do dia nove (9) ao dia vinte (20) de maio, exclusivamente pela internet. Manter os dados cadastrais atualizados, são as recomendações principais, umas vez que o Inep envia informações importantes e comunicações sobre o exame para o participante.

Na página do participante, informando o CPF e senha cadastral, estará disponível o cartão de confirmação para impressão. Neste cartão encontramos o número da inscrição, data, hora e local de realização das provas, a indicação do atendimento, a opção de língua estrangeira e, quando for o caso, solicitação de certificação.

No site do Enem encontramos as datas das provas, 5 e 6 de novembro, sábado e domingo, respectivamente. A prova do sábado terá o tempo de 4,5 horas com as matérias de história, geografia, filosofia, sociologia, química, física e biologia. Já a prova do domingo terá uma hora a mais de duração e além da redação, cairá também as matérias de língua portuguesa, literatura, língua estrangeira, artes, comunicação e matemática e suas tecnologias.

Os candidatos devem comparecer nos locais indicados às 12 horas, horário de Brasília. Seus portões se fecham às 13 horas para a realização de procedimentos de segurança e as provas se iniciam às 13:30.

Algo importante para  o candidato é verificar a validação da inscrição na página do ENEM. O local onde serão realizadas as provas também estão nesse site. Para não ter atraso, se recomenda que o candidato faça o trajeto até o endereço e verifique o mesmo em sábados e domingos, lembrando que quem não chegar na hora perde a prova.

A taxa de inscrição foi de R$ 68,00, mas a isenção desta foi dada aos participantes que irão concluir o ensino médio (em 2016) em escola pública e aos candidatos que pertencem a famílias de baixa renda.

No dia da prova, o candidato deverá apresentar um documento original de identificação com foto. As exigências detalhadas deste documento estão descritas no site do Enem mencionado acima, onde todas estas informações foram fornecidas.

Por Fernando Dias


Assunto é um dos quesitos utilizados para a correção das Redações do ENEM.

O INEP, autarquia vinculada ao Ministério da Educação, recebeu uma solicitação do MPF de Goiás para que disponibilizasse em seu site oficial material com diretrizes unificadas sobre noções em direitos humanos. É importante lembrar que este assunto é um dos quesitos utilizados na correção do Enem.  

De acordo com o INEP, os conceitos relacionados ao tema e que são usados como referência para as correções das redações do ENEM serão divulgados neste ano. Segundo as informações, o conteúdo será publicado até a segunda semana do mês de março em conjunto com os espelhos (íntegra) das redações do último exame.

De acordo com Ailton Benedito, Procurador da República, a falta de informações representava uma violação aos princípios constitucionais da publicidade. Ele acredita também que a atitude constituía desrespeito ao dever legal tendo em vista que os informes pertencem ao interesse coletivo.

Em defesa, o Instituto afirma que o material que disponibiliza informações a respeito das noções de direitos humanos já é divulgado para o público, contudo, reconheceu que a falta de unificação deste pode acarretar interpretações diferentes e dúvidas tanto para os alunos como para quem corrige as redações.

O Ministério Público Federal em Goiás realizou um pedido ao INEP para que as diretrizes fossem reunidas e disponibilizadas ao público em um único material no site da Instituição. Agora, após acatar a decisão, o INEP pretende evitar confusões sobre os critérios adotados na análise dos textos. A medida estabelecida visa beneficiar aqueles que realizam o Exame Nacional do Ensino Médio. 

No último ENEM, o INEP utilizou como tema a violência contra a mulher dentro da sociedade brasileira. As instruções determinavam que o candidato que desrespeitasse os conceitos estabelecidos pelos direitos humanos receberia nota zero no exame.

O MPF e o INEP já possuem um acordo firmado, este estabelece que as correções das redações (espelhos) devem ser divulgadas no prazo máximo de 60 dias após a publicação das notas. Neste ano, os resultados das provas foram divulgados no dia 08 de Janeiro.

O Enem 2015 contou com 7,7 milhões de inscritos, o exame é considerado uma das principais portas de ingresso para o Ensino Superior em nosso país, outro ponto relevante é que ele é utilizado também por aqueles que pretendem realizar intercâmbios internacionais.

Por Beatriz





CONTINUE NAVEGANDO: