Confira aqui a lista de livros indicados para o Vestibular da Fuvest 2019.

A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) é instituição autônoma que realiza um dos maiores vestibulares do Brasil, para selecionar alunos para universidades públicas, como a USP. Seu vestibular geralmente é composto por duas fases ou três fases para cursos que exigem habilidades específicas. Sendo a primeira fase com um exame de 90 questões objetivas, que abordam conhecimentos gerais sobre o Ensino Médio e a segunda fase com dois dias de exames com questões dissertativas sobre a área do curso escolhido.

É considerado um dos vestibulares mais difíceis do Brasil e, para realizar os exames, a maioria dos candidatos passa, no mínimo, um ano se preparando em cursinhos pré-vestibular.

Acompanhe o texto para saber mais sobre os livros indicados para a leitura no Vestibular Fuvest 2019.

Leitura obrigatória

A Fuvest anualmente divulga a lista de livros indicados para os candidatos lerem antes da realização do exame. Nas provas serão abordadas questões referentes a esses livros, com abordagem conceitual. Os especialistas e professores aconselham a leitura completa do livro, não apenas o resumo, para que o aluno tenha capacidade de contextualizar as informações obtidas na leitura e responder, de forma mais fácil e correta, a questão.

Veja a seguir a lista de leituras obrigatórias do Vestibular Fuvest 2019:

  • Iracema, de José de Alencar;

  • Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis;

  • O cortiço, de Aluísio Azevedo;

  • A Relíquia, de Eça de Queirós;

  • Minha Vida de Menina, de Helena Morley;

  • Vidas Secas, de Graciliano Ramos;

  • Claro Enigma, de Carlos Drummond de Andrade;

  • Sagarana, de João Guimarães Rosa;

  • Mayombe, de Pepetela.

Existem várias formas de adquirir estas obras, de versões mais econômicas, como as versões de bolso, até mesmo às gratuitas. Muitas destas obras estão disponíveis no Domínio Público, o que possibilita ao estudante realizar download seguro e gratuito dos livros em PDF. As obras que se encontram em Domínio Público são: Iracema — José de Alencar, Memórias Póstumas de Brás Cubas — Machado de Assis, O Cortiço — Aluísio Azevedo.

Cinco dicas para estudar com esses livros

Veja agora algumas dicas para realizar uma leitura mais eficaz destas obras.

  • Ler os livros ao invés dos resumos: isso auxiliará o candidato a se lembrar de forma mais completa da história, do seu contexto e dos personagens do livro. O ideal é que o estudante faça seu próprio resumo no fim da leitura, ao invés de apenas ler um resumo disponível na internet ou em livros de preparação para vestibular;

  • Atentar-se à estrutura textual: é indicado ao aluno que identifique os componentes da estrutura textual, tal como o narrador, o tempo, o espaço, entre outros. Isto, além de ajudar no entendimento do enredo, pode ser cobrado em algumas questões;

  • Identificar a escola literária da obra: é importante que o estudante saiba o movimento literário do qual o livro pertence, e também as características deste movimento. Dessa forma, é entendido o contexto e o objetivo final da obra. Isto também poderá ser cobrado nas questões;

  • Criar um hábito de leitura: esta prática será útil tanto para um melhor desempenho no vestibular, quanto para toda a vida acadêmica. Uma pessoa que tem a prática assídua de leitura possui uma melhor capacidade de contextualização e de análise. Professores e especialistas no assunto recomendam leituras diárias de, no mínimo, 30 minutos;

  • Não excluir nenhuma obra: alguns estudantes deixam de ler algum dos livros, ou por já ter visto o filme, ou por conhecer a história, ou por diversos outros motivos. Esta é uma prática muito equivocada, pois nunca se sabe qual questão o estudante será contemplado e deixar de ler um livro pode ser a causa do erro de alguma questão. E, como todos já sabem, no vestibular da Fuvest, cada acerto é muito importante.

Aurenivia Alves Pereira


Confira aqui quais são as principais dúvidas sobre a nova política de cotas do vestibular Fuvest 2018.

Nesta terça-feira, dia 04, o Conselho Universitário da USP (Universidade de São Paulo) aprovou a implantação de um programa relacionado às cotas sociais e raciais, para vigorar já no ano de 2018, com sua implantação sendo feita escalonadamente.

Forma de implementação das cotas

Abaixo seguem 6 tópicos com informações pertinentes a possíveis dúvidas sobre a implementação das cotas, como algumas regras:

As cotas serão aplicadas sobre o total de vagas

Na conta entrarão as vagas do vestibular tradicional, pela Fuvest, assim como as do Sistema de Seleção Unificado (Sisu), o qual utiliza as notas do Enem. Em 2018 serão 11.147 vagas ofertadas, destas, 2.745 pelo Sistema de Seleção Unificado e 8.402 pela Fuvest.

Quem estará apto a concorrer às cotas

Aqueles estudantes que se autodeclararem negros, assim como indígenas e pardos, vindos de escolas públicas, da mesma forma que os demais que também tenham feito o Ensino Médio em escolas do governo. 37% das vagas serão para cotas sociais e raciais, sendo 14% para as raciais e 23% para os demais.

Ensino Médio em escola privada e sem bolsa

Mesmo os estudantes que se autodeclararem negros, da mesma forma os pardos e indígenas, porém que tenham estudado o Ensino Médio em escolas privadas e sem bolsa de estudos não poderão participar do programa. Só concorrerão aqueles que tiverem cursado integralmente o Ensino Médio em escola pública.

Abrangência do programa

A oferta deverá ser aumentada gradativamente pela USP, passando dos 37% de 2018 para 40% no ano de 2019, 45% em 2020, até os 50% em 2021.

Esquema da implementação

Irá variar ano a ano até chegar nos 50% de 2021. Ainda no ano de 2018 as cotas serão distribuídas pela FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas), a qual definirá como será a distribuição do benefício. Já em 2019 as cotas serão dentro dos cursos e 2020 por cada curso e turno.

Verificação da veracidade de informações

Como o programa ocorre desde o ano de 2010 e segundo a Universidade não aconteceram fraudes, o sistema seguirá da mesma forma, com a assinatura da autodeclaração dos alunos, sem verificação mais aprofundada.

Por Silvano Andriotti


Fuvest divulgou o cronograma para o Vestibular 2018. Confira.

A Fundação Universitária para o Vestibular (FUVEST) divulgou na terça-feira, dia 16 de maio, as datas principais e cronograma para o vestibular de 2018 da Universidade de São Paulo (USP). O processo seletivo é um dos maiores do país, figurando entre os 10 principais.

Conforme informado pela Faculdade Universitária para o Vestibular é preciso que os interessados fiquem atentos, pois o prazo de inscrições terá início no mês de agosto e seguirá até apenas 11 de setembro. Na inscrição do ano anterior os candidatos pagaram R$145,00 de taxa, porém a deste ano ainda está em estudo e será divulgada em breve.

Da mesma forma que comumente ocorreu nos anos anteriores o processo do vestibular da FUVEST para o ano de 2018 se dará em 2 etapas:

  • 26 de novembro de 2017 ocorrerá a primeira

  • Já nos dias 7 e 9 de janeiro de 2018 ocorrerá a segunda etapa

Para que os candidatos possam ter uma ideia do que esperar, a primeira etapa do ano de 2016 teve provas com 90 questões objetivas e de conhecimentos gerais. Na segunda etapa daquele ano foi cobrada a produção de uma redação, nesta etapa também estiveram em pauta questões discursivas que abrangiam todas as disciplinas abordadas no ensino médio.

O candidato já pode ir se preparando e fazendo a leitura de obras que serão cobradas no vestibular de 2018 da FUVEST, são elas:

  • Iracema – José de Alencar

  • O cortiço – Aluísio Azevedo

  • Minha vida de menina – Helena Morley

  • Claro enigma – Carlos Drummond de Andrade

  • Mayombe – Pepetela

  • Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis

  • A cidade e as serras – Eça de Queirós

  • Vidas secas – Graciliano Ramos

  • Sagarana – João Guimarães Rosa

A FUVEST, além de selecionar alunos para a USP, também faz o processo seletivo para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSC-SP).

O material dos candidatos será divulgado em data prévia ao processo.

Sempre é importante se atentar para as datas indicadas, os horários de abertura, bem como ficar alerta com relação às informações disponibilizadas até o processo seletivo.

Para acesso ao calendário completo 2018: www.fuvest.br/vest2018/fuvest.

O local das provas sairá em breve, fique ligado por aqui: www.fuvest.br/vest2018/provas/provas.stm.

O manual do aluno também será disponibilizado breve, e pode ser obtido pelo seguinte link: www.fuvest.br/vest2018/manual.stm.

Bons estudos e boa sorte!

Por Ghost Writer


Confira aqui todo o cronograma do Vestibular da Fuvest 2017.

As maiores universidades do estado já começaram a divulgar seus calendários para o Vestibular 2017, uma delas é a Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), que divulgou na última segunda, 02 de maio. As inscrições começarão no dia 19 de agosto, pela internet, e vai até o dia 08 de setembro.

A primeira fase acontecerá no dia 27 de novembro, já a segunda fase, que conta com questões discursivas com conteúdo específico, está prevista para os dias de 8 a 10 de janeiro.

O vestibular da Fuvest dá acesso à Universidade de São Paulo (USP) e a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). As datas foram definidas após reunião que aconteceu no último dia 05, junto com os representantes das maiores universidades públicas de São Paulo, como Unesp, Unicamp, Unifesp, além das particulares ITA, PUC-SP e PUC-Campinas, Mackenzie, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto e Faculdade de Medicina de Marília, afim de não prejudicarem os candidatos que optarem por fazer mais de um desses vestibulares.

Conforme divulgado no próprio site da FUVEST em março desse ano, houve alteração na lista de leitura das obras obrigatórias para os vestibulares de 2017, 2018 e 2019. Para a realização das provas desse ano os candidatos deverão ler:

  • Iracema ‐ José de Alencar;
  • Claro enigma ‐ Carlos Drummond de Andrade;
  • Sagarana ‐ João Guimarães Rosa;
  • Memórias póstumas de Brás Cubas ‐ Machado de Assis;
  • Capitães da Areia ‐ Jorge Amado;
  • A Cidade e as Serras ‐ Eça de Queirós;
  • Vidas Secas ‐ Graciliano Ramos;
  • O Cortiço ‐ Aluísio Azevedo;
  • Mayombe ‐ Pepetela.

Para o vestibular do ano passado foram registrados mais de 142,6 mil inscritos, que disputaram as 9.688 vagas, sendo 9.568 para a Universidade de São Paulo e 120 para o curso de medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Desde o ano passado a USP aderiu ao Sisu (Sistema de Seleção Unificada), disponibilizando mais de 1.400 vagas, além das oferecidas pela FUVEST, distribuídas em 140 cursos. Mas para isso é preciso atingir uma nota mínima no ENEM de 650 pontos, em cada uma das áreas de avaliação.

Além da Fuvest, o ITA, Unicamp e Unesp já disponibilizaram em seus sites os seus respectivos calendários. As incrições para o ITA e Unicamp começarão no dia 1º de Agosto e Unesp dia 12 de setembro.

Para mais informações acesse os site das universidades.

Por Tom Vitor de Freitas


Aconteceu nesse domingo, dia 30 de novembro de 2014, a prova da Fuvest, o maior vestibular do país. A prova é a porta de entrada para quem deseja estudar na Universidade de São Paulo, com 249 opções de curso disponíveis, ou quer fazer Medicina na Santa Casa de São Paulo.

A prova aconteceu em 32 cidades do estado, com 119 locais de prova. No total, os candidatos tiveram que responder a 90 questões de múltipla escolha, abordando todo o conteúdo do ensino médio.

Um dado que chamou bastante atenção foi a queda no número de inscritos no vestibular. A Fuvest é uma das poucas provas de vestibular convencional que ainda existem no país, juntamente com as outras duas estaduais do estado: a Universidade Estadual Paulista (Unesp) e a Universidade de Campinas (Unicamp).

O número total de inscritos foi de 141.888 candidatos, o que corresponde a uma redução de 17,5% em relação ao número de candidatos do ano passado. Essa queda no número de participantes refletiu diretamente na redução da relação candidato por vaga.

Não diferente das outras edições, os dois cursos mais concorridos foram os de Medicina, oferecidos nas cidades de São Paulo e de Ribeirão Preto. Em primeiro lugar ficou o curso na capital, com 55,02 candidatos por vaga, seguido por 50,51 em Ribeirão.

A carreira de Psicologia ocupou o terceiro lugar, com 40,69 de relação. O curso de Engenharia Civil em São Carlos ficou em quarto lugar, com 40,03 candidatos/vaga. Em seguida, ficaram os cursos de Artes cênicas (bacharelado) com 37,47, Audiovisual com 37,46, Jornalismo com 36,75 e Publicidade com 35,85 candidatos para cada vaga.

O resultado da primeira fase sairá no dia 22 de dezembro de 2014, porém o gabarito oficial já foi divulgado no site da Fuvest. Clique aqui para acessar o gabarito e preste atenção no seu tipo de prova para a conferência.

A segunda fase do vestibular será realizada nos dias 4, 5 e 6 de janeiro do ano que vem. Nessa fase, o candidato deverá responder questões abertas e fazer uma redação. A primeira chamada para os aprovados ocorrerá no dia 31 de janeiro de 2015.

Por Rannier Ferreira Mendes


Já está disponível a consulta de locais de prova do vestibular 2015 Fuvest. Confira o seu em http://www.fuvest.br/b/locexa1f.php?anofuv=2015. A primeira fase da prova será aplicada por 119 escolas e acontecerá no próximo domingo (30), às 13h.

É de grande importância que se conheça bem o local de realização do exame, por isso, recomenda-se que os candidatos visitem os locais da prova um dia antes da mesma (29/11), para facilitar o deslocamento para suas salas no horário de realização da prova e evitar possíveis imprevistos.

Também é recomendado que os candidatos cheguem com pelos menos uma hora de antecedência. Os portões estarão abertos meia hora antes do início do exame, ou seja, às 12h30, e fechados às 13h. Não será permitido em nenhuma hipótese o ingresso de retardatários, por qualquer que seja o motivo do atraso.

Esse ano, aproximadamente 141 mil candidatos são esperados para o vestibular Fuvest. Número relativamente menor que em 2012, que contou com 146.892 candidatos. O Processo teve cerca de 30 mil inscritos a menos que a edição do ano passado.

A primeira fase, realizada no dia 30, com início às 13h, conta com uma prova de 90 questões de múltipla escolha. Os convocados para a segunda fase farão mais três provas de caráter analítico-expositivo, nos dias 4, 5 e 6 de janeiro de 2015. Só é permitido abandonar a sala às 16h na primeira fase e às 15h na segunda fase.

Será possível a visita dos candidatos a seus locais de prova a partir do dia 24 de novembro, também no site da Fuvest. Serão oferecidas vagas em 249 cursos de graduação, distribuídos em oito campus no estado de São Paulo, nas cidades de Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto, Santos, São Carlos e São Paulo.

A divulgação da primeira lista de aprovados será divulgada no dia 31 de janeiro de 2015. Para mais informações, só acessar o portal da Fuvest: www.fuvest.com.br.

Por Diovana Nunes Leite


A prova do vestibular da Universidade de São Paulo, mais conhecida como prova da Fuvest, é considerada uma das mais disputadas do ano e muitos candidatos se preparam durante meses, ou até anos, para conseguir ser aprovado.

Com isso, a primeira etapa do próximo vestibular está marcada para o dia 30 de novembro e a segunda fase ocorrerá entre os dias 4 e 6 de janeiro. A lista dos vestibulandos aprovados está prevista para ser divulgada no dia 31 de janeiro de 2015.

Como é também um dos vestibulares mais concorridos do país, é importante que os participantes fiquem atentos quanto aos prazos de inscrições que ocorrerá entre os dias 22 de agosto e 8 de setembro.

Cabe lembrar que, a fim de evitar a coincidência com outros vestibulares, a universidade combinou o calendário juntamente com outras universidades públicas e particulares paulistas.

O último certame contou com número recorde de inscrições, com 172 mil participantes. No ano anterior, a disputa foi por 11.057 vagas para graduações na USP e cem cadeiras para o curso de Medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Por isso, aqueles que almejam uma vaga na Instituição precisam ter um bom preparo, pois as provas não são fáceis, mas, aqueles que se encontram preparados, certamente conseguirão lograr êxito na prova.

Estima-se que uma parcela dos candidatos estudem de 8 a 10 horas diárias durante todo o ano para conseguir uma vaga. Entretanto, é importante ressaltar que o mais importante não são as horas de estudo e, sim, o estudo com qualidade.

Se essa quantidade fornece ao mesmo tempo qualidade, há então, um bom aproveitamento das matérias por parte do candidato. Todavia, caso isso não seja possível, recomenda-se que o candidato diminua um pouco a quantidade dos estudos e invista parte deles em horas de lazer e atividade física.

Por Luciana Viturino


Foi divulgado o manual do vestibular da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest). As inscrições para esse processo seletivo, em todo o caso, começam a valer a partir do dia 23 de agosto do ano em vigor. Para garantir sua participação neste vestibular, no entanto, os interessados devem acessar o seguinte endereço virtual: www.fuvest.com.br.

Estas, por sua vez, vão até a data marcada de 09 de setembro. Outro ponto relevante é que, em termos de taxa de inscrição, estas custam o valor de R$ 130. O estudante pode bacar essa quantia em qualuer banco. Já os que querem isenção do pagamento podem solicitar isso até o dia 10 de agosto.

As provas deste processo de seleção terão duas etapas. A primeira fase consiste em conhecimentos gerais e, na data de 18 de novembro, será dito o local. A prova acontece em 24 de novembro . A segunda etapa, por seu tempo, será por meio de provas de cunho específico. A primeira chamada será lançada no site da organizadora na data prevista de 1º de fevereiro do próximo ano.

A divulgação dos resultados e outros tópicos relevantes sobre esse vestibular estão no site da Fuvest.

Por Madson Lima de Oliveira


Foi publicado no dia 02 de julho de 2013, no Diário Oficial, pela Superintendência de Assistência Social da Universidade de São Paulo (SAS/USP), a prorrogação do prazo de inscrição para quem deseja solicitar a isenção ou redução da taxa de inscrição para o Vestibular FUVEST 2014.

Segundo o documento, a inscrição continua sendo realizada através do site http://www.fuvest.br/, no entanto, a data limite foi alterada para 10 de agosto de 2013, o que antes havia sido estipulada até 02 de agosto de 2013. Dessa forma, para aqueles que pretendiam prestar o vestibular, e que tentariam sua inscrição através do projeto de isenção total/ redução da taxa de inscrição para o exame, não terão mais desculpa, pois o prazo, que já era longo, foi estendido. 

Além da alteração da data de inscrição, o prazo que havia sido estipulado para o envio dos documentos, os quais comprovariam a situação declarada pelo candidato, também foi prorrogado.  Sendo assim, os documentos, juntamente com a ficha SAS/USP deverão ser enviados para a FUVEST, até 12 de agosto de 2013, a data máxima de postagem nos correios.

Já para o candidato que solicitar a redução de 50% do valor da taxa de inscrição, a SAS/USP também retificou o valor máximo da renda individual, de R$ 1.478,00 para R$ 1.356,00. A SAS/USP disponibilizará seu e-mail, isento2014@usp.br, para atender os candidatos que possuírem alguma dúvida, até as 23h30min do dia 10 de agosto de 2013. Para maiores informações, basta acessar o site da FUVEST. 

Por Karen Regina Igari


A Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular) tornou público o processo para a isenção de pagamento referente à taxa de participação do vestibular de 2014 da instituição. O prazo para a isenção da cobrança do vestibular da USP termina no dia 2 de agosto, porém é bom se apressar devido às exigências da instituição.

A taxa de inscrição, no valor de R$ 130, cobrada no vestibular de 2012 nem sempre pode ser paga por candidatos de baixa renda. Assim foi elaborado o programa que incentiva o aluno a participar do vestibular.

Podem solicitar a isenção, os candidatos que comprovarem renda individual (no caso daqueles que moram e se sustentam sozinhos) ou renda máxima por pessoa da família. Para isso é necessário somar toda a renda familiar e dividir pelo número de moradores. Caso o valor seja inferior a R$ 998 por pessoa, o candidato tem isenção total do valor da inscrição. Também podem solicitar o desconto de 50%, os candidatos que possuírem renda familiar de R$ 1.920.

O interessado deve enviar os pedidos para o e-mail: isento2014@usp.br. O candidato deverá apresentar os documentos e formulários que comprovem a renda e ainda podem receber uma visita surpresa da Divisão de Promoção Social da SAS/USP. Eles irão avaliar a situação socioeconômica da família para concretizar o pedido.

Por Robson Quirino de Moraes


A Fundação Universitária para o Vestibular, Fuvest, responsável pela realização de exames vestibulares de escolas de nível superior do Estado de São Paulo, tornou público seu calendário completo para o exame vestibular de 2014. A partir do dia 23 de agosto os candidatos poderão fazer suas inscrições; as provas da primeira fase serão aplicadas no dia 24 de novembro.

Além de outras datas importantes, as principais são estas:

 – Agosto: Dia 1º estará disponível o Manual do Candidato, através do site www.fuvest.br; dia 23 inicia-se as inscrições.

 – Setembro: Dia 9 será o último dia para inscrições.

 – Outubro: Do dia 13 ao 18 serão realizadas as provas de habilidades específicas, para as carreiras de músicos.

 – Novembro: Dia 04 sairá o resultado das provas de habilidades específicas, com os respectivos aprovados; no dia 24 serão realizadas as provas da primeira fase geral.

 – Janeiro de 2014: Do dia 05 a 07 serão realizadas as provas da segunda fase.

 – Fevereiro de 2014: Dia 1º sairá a convocação dos aprovados em primeira chamada.

Já é grande o movimento dos candidatos nas redes sociais, o que mostra o quão importante é a divulgação do supracitado calendário, que dá ao interessado uma noção de quanto tempo tem até a data das provas, e se precisa ou não aumentar o seu ritmo de estudos.

Por Vinicius Cunha


Os estudantes que pensam em ingressar em uma das maiores universidades brasileiras devem ficar atentos. Na sexta-feira (dia 24 de agosto), a Fuvest abriu as inscrições para o vestibular da Universidade de São Paulo (USP). Outra instituição com inscrições abertas é a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP), para o curso de Medicina.

As inscrições podem ser realizadas no site www.fuvest.br, até o dia 10 de setembro. A taxa de inscrição é de R$130.

Ao todo, estão disponíveis mais de 11 mil vagas na Universidade de São Paulo e outras 100 vagas para a Faculdade de Ciências Médicas.

A lista das obras que devem ser lidas também já está disponibilizada no site da Fuvest.

O vestibular será dividido em duas fases, sendo que na primeira, no dia 25 de novembro, será aplicada uma prova com 90 questões de múltipla escolha, com assuntos voltados para o Ensino Médio. Já na segunda fase, no dia 6 de janeiro, será aplicada mais uma prova e dessa vez os candidatos deverão responder questões de Português e terão que fazer uma Redação.

As avaliações seguem nos dias 7 e 8 de janeiro, sendo que no dia 7 será realizada uma prova com 16 questões das disciplinas comuns ao ensino médio e no dia 8 acontecerá uma prova com 12 questões de disciplinas voltadas para o curso superior escolhido pelo candidato.

Por Flaviane Oliveira


A Fuvest inicia nesta sexta-feira (22) o recebimento das inscrições para o Programa de Avaliação Seriada da Universidade de São Paulo (PASUSP).

De acordo com as normas do programa, o inscrito no PASUSP pode conseguir até 15% de bonificação sobre a avaliação conseguida nas duas fases do vestibular da Fuvest, que será realizado no final do ano.

O programa está aberto para inscrições de alunos do 2º e 3º anos do ensino médio, desde que eles estejam matriculados na rede pública de ensino e que tenham feito todos os anos de sua escolaridade em colégios públicos.

A candidatura ao PASUSP pode ser feita até 15 de agosto, sendo que todo o processo é organizado pela Fuvest. O primeiro passo a ser feito pelo aluno é o registro no link Cadastramento de Usuário no site da Fuvest. Em seguida, uma mensagem de confirmação será enviada e, somente depois disso, o aluno deverá fazer a inscrição no programa. Não há cobrança de inscrição.

Depois de se candidatar no PASUSP, o aluno deverá fazer normalmente o processo de inscrição no vestibular 2013 da Fuvest, que estará aberto de 24 de agosto a 10 de setembro. O teste será aplicado em 25 de novembro.

A inscrição no PASUSP deverá ser realizada no site www.prg.usp.br.

Fonte: PASUSP

Por Matheus Camargo


Começou na última segunda-feira (4), e segue até o domingo (10), o prazo para os pedidos de redução da taxa do exame de transferência 2013.

Podem participar deste processo de seleção, os acadêmicos de outras universidades que queiram transferir o curso para a Universidade de São Paulo (USP) ou ainda os estudantes da USP que tenham a intenção de mudar de curso de graduação.

Também podem concorrer a uma vaga, os alunos que estiverem com a matrícula trancada, mas, no momento da transferência, eles deverão estar matriculados na sua instituição de ensino superior à qual estavam ligados anteriormente.

No total, a universidade possui 1.200 vagas em 102 cursos de nível superior. Os aprovados neste processo seletivo irão começar a estudar na USP a partir do primeiro semestre de 2013.

O processo de seleção conta com uma pré-seleção, que será feita pela Fuvest, e a aplicação de uma prova, que acontecerá nas dependências da USP.

A exceção é para os cursos que são abrangidos pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; pelo Instituto de Física de São Carlos; e pela Pró-Reitoria de Graduação.

Nestes casos, os candidatos irão apenas passar pela etapa de seleção de cada unidade. Os testes serão realizados no dia 29 de julho.

Para fazer o pedido de redução da taxa, os estudantes devem acessar o site www.fuvest.br, no prazo especificado.

Já o prazo para a inscrição no exame de transferência é de 25 de junho a 9 de julho.

A taxa de inscrição tem valor de R$110.

Por Matheus Camargo


Nesta segunda-feira, 12/12, foram divulgadas as notas de corte do vestibular da Fuvest 2012. Para 35 cursos a pontuação subiu.

A primeira etapa do vestibular ocorreu dia 27 de novembro e contou com 146.885 candidatos, um aumento de 10,47% em relação ao ano de 2011. 

A prova foi composta por 90 questões de múltipla escolha, cada uma continha cinco alternativas tendo apenas uma opção correta, que contemplavam História, Matemática, Inglês, Biologia, Geografia, Física, Química e Português. Sendo que, algumas questões eram interdisciplinares. 

Passaram para segunda fase 29.203 candidatos que disputarão 10.852 vagas na USP (Universidade de São Paulo) e mais 100 para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa de São Paulo. Os que passaram pela primeira prova, realizarão os testes no dia 8 de janeiro de 2012  (domingo) e irão até dia 10 do mesmo mês. 

Para os cursos que demandam habilidades específicas – Artes Cênicas, Música, Curso Superior do Audiovisual, Arquitetura e Design – as provas começam em 11 de janeiro.

Os estudantes devem consultar o manual do candidato que está disponível no site: www.fuvest.br.

Abstenções na Fuvest 2012:

Desde 2002, ano que a primeira fase do vestibular passou a ser realizada em um dia, a Fuvest não apresentava um número tão alto de abstenções. Ao todo, 14.621 estudantes não compareceram ao vestibular, tal índice representa 9,95%. A cidade que apresentou maior quantidade de faltas foi Presidente Prudente, com 14,50%. 

Por Felipe Ogawa


Desde março deste ano (2011) o Programa de Inclusão Social (Inclusp), da Universidade de São Paulo (USP), aumentou para 15% o bônus da nota para alunos que prestarão a FUVEST e que sempre estudaram em escolas públicas. Os alunos que não cursaram integralmente o ensino fundamental e médio em escolas públicas terão direito a apenas 8% de bônus.

Uma das novidades no assunto é que os alunos do segundo e terceiro ano, que prestarem o vestibular da FUVEST como treineiros, poderão acumular para o ano seguinte o bônus obtido na nota da prova. Na primeira fase da FUVEST, a contagem funcionará da seguinte maneira:

  • Para os alunos do segundo ano do ensino médio, a partir de 22 pontos será concedido bônus de 2%; a partir de 40 até 90 ponto será concedido 5%.
  • Para os alunos do terceiro ano do ensino médio, a partir de 22 pontos será concedido bônus de 2%; a partir de 41 pontos será concedido 6% e a partir de 60 até 90 pontos será concedido 10%.

Segundo a pró-reitora de Graduação da USP, Telma Maria Tenório Zorn, essas mudanças visam estimular e incentivar estudantes da escola pública a se familiarizarem com a FUVEST.

Fonte: USP Notícias

Por Lygia Canelas


Para quem pretende cursar uma boa faculdade em 2012, é bom começar a se atentar as datas de inscrições que estão sendo divulgadas em todo o Brasil.

A USP (Universidade de São Paulo), uma das melhores faculdades do país, divulgou seu calendário completo recentemente, inclusive as datas e o regulamento para a isenção total da taxa de inscrição.

Para obter este benefício é necessário:

– Ter renda individual, caso seja responsável pelas próprias despesas e resida sozinho, ou renda máxima por integrante familiar de R$ 708,00.

– Comprovar residência no Brasil.

– Ter concluído (ou estar cursando) o ensino médio em escola pública.

Mas se apresse, pois as inscrições começaram no dia 13 de junho de 2011 e vão até 05 de agosto de 2011, sendo que a data limite para envio dos documentos comprobatórios é 10 de agosto de 2011.

Para mais informações, consulte: www.fuvest.br.

Por Natália Melo


A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) abriu as inscrições para pedidos de isenção ou redução da taxa para quem for prestar o vestibular 2012.

A instituição pretende conceder cerca de 65 mil isenções/reduções da taxa de inscrição.

Quem quiser solicitar a redução ou isenção total da taxa, tem bastante tempo, pois o prazo só finaliza no dia 5 de agosto, através do endereço eletrônico www.fuvest.br.

Os requisitos exigidos para poder realizar a solicitação são os seguintes: possuir renda de no máximo R$ 708,00 ou ser membro de família que tenha renda igual ou menor que R$ 708,00 por indivíduo. Já para aqueles que tiverem renda entre R$ 708,01 e R$ 1.362,00, poderão solicitar redução de 50% da taxa de inscrição.

É através do tradicional processo seletivo da FUVEST que os vestibulandos são avaliados para o ingresso na (Universidade de São Paulo) e para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

A Fuvest vai aplicar as provas da 1ª fase no dia 27 de novembro de 2011, e a 2ª fase acontecerá nos dias 8, 9 e 10 de janeiro de 2012.

Para tirar as dúvidas sobre os pedidos de isenção, os interessados podem enviar perguntas para o endereço de e-mail isencao2012@usp.br.

Por Andrea Gomes


A instituição responsável pelo processo é a COSEAS/USP (Coordenadoria de Assistência Social da Universidade de São Paulo). O número de isenções / reduções oferecidas será de até no máximo 65.000, quem tiver interesse em concorrer deverá corresponder às seguintes exigências:

  • Comprovar estar cursando ou ter concluído o Ensino Médio em Escola Pública, no Brasil;
  • Comprovar que possui renda familiar de valor permitido, segundo critérios da COSEAS;
  • Comprovar residir no Brasil.

O período estabelecido para requerer as isenções / reduções vai do dia 13 de junho a 05 de agosto, através do site: www.fuvest.br . Quem tiver dúvidas poderá entrar em contato pelo e-mail isencao2012@usp.br. Também será preciso preencher uma ficha da COSEAS, disponibilizada no final do pedido da isenção / redução, que deverá ser encaminhada por correio à FUVEST, junto às cópias da documentação, e ser postada com data de até no máximo dia 10 de agosto.

Os dados da fundação, para descrição no envelope, e lista completa da documentação exigida encontram-se no site.

A divulgação dos candidatos beneficiados está prevista para ser disponibilizada a partir do dia 22 de agosto, no site da FUVEST.

Por Suelen Diniz


Hoje, dia 2 de junho, o conselho de graduação da USP acaba de anunciar a mudança de regras para o Vestibular Fuvest 2012 (no caso, o vestibular desse ano). Entre as principais mudanças podemos destacar:

  • A nota da 1ª fase passa a ser utilizada na nota final do candidato: essa talvez a mudança mais radical de todas, pois com isso aqueles que pontuaram muito acima da nota de corte de seu curso passam a ter uma maior vantagem sobre os demais na 2ª fase.
  • A nota mínima de corte passará de 22 para 27 pontos: Mudança tranquila, que não afeta muito a dinâmica da classificação para a maioria dos cursos, a não ser aqueles menos concorridos, como alguns cursos da EACH-USP, também conhecida como USP-Leste.
  • No segundo dia da 2ª fase, a prova passará a ter 16 questões, 4 a menos do que tinha anteriormente: uma boa mudança, pois muitos vestibulandos reclamavam do número excessivo de questões cobradas nesse dia, que são dedicadas a questões de matérias diversas ou multidisciplinares. 
  • Na 2ª fase, os cursos vão convocar entre 2 e 3 candidatos por vaga: mudança também tranquila e que afetará apenas os cursos menos disputados.
  • A partir da 3ª chamada, os candidatos poderão mudar de carreira: mais do que uma boa notícia para o vestibulando, talvez isso resolva a questão da evasão estudantil nos cursos da USP, que em alguns casos é bem alta.

Essas mudanças fazem parte de uma série de medidas que estão sendo discutidas dentro do conselho de graduação da USP com o objetivo de reformular o Vestibular. Já havia sido anunciado um bônus maior a alunos de escola pública. Tais medidas em teoria procuram diminuir a elitização dentro da USP e tornar mais acessível o vestibular para todos, mas não sei se as medidas anunciadas hoje ajudam nesse objetivo.

Por Wilson Lira


As Universidades paulistas acertaram seu calendário unificado para o vestibular 2012. Para os vestibulandos, agora, é hora de marcar na agenda todas as datas. As universidades marcaram as datas com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), tendo em vista o Enem, para que as provas tenham dias diferentes.

A Fuvest, da Usp, abre suas inscrições dia 26 de agosto até 9 de setembro. As provas de primeira fase ocorrem em 27 de novembro e de 8 a 10 de janeiro, a segunda fase.

As provas específicas de música e artes visuais serão de 9 a 14 de outubro de 2011 e as demais, de 11 a 13 janeiro de 2012. Os resultados serão divulgados em 4 de fevereiro, com matrícula no dia 8.

Por Livia Hay


O vestibular da FUVEST é considerado um dos mais disputados do país, a seleção é responsável por organizar processos seletivos de diversas universidades e também de algumas empresas.

Universidades como a USP (Universidade de São Paulo), a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa e a Academia de Polícia Militar do Barro Branco, utilizam as provas da Fuvest para selecionar seus candidatos.

Todos aqueles que vão prestar o vestibular da Fuvest devem ficar atentos, pois a data das inscrições já foi divulgada.

A partir do dia 02 de agosto todos podem ter acesso ao manual do vestibular, que estará disponível entre 27 de agosto até 10 de setembro de 2011, os candidatos poderão se inscrever via internet através do site oficial www.fuvest.br.

A lista dos livros que serão exigidos na prova é: "Auto da barca do inferno" – Gil Vicente; "Memórias de um sargento de Milícias" – Manuel Antônio de Almeida; "Iracema" – José de Alencar; "Dom Casmurro" – Machado de Assis; "O Cortiço" – Aluísio Azevedo; "A cidade e as serras" – Eça de Queirós; "Vidas secas" – Graciliano Ramos; "Capitães da areia" – Jorge Amado e "Antologia poética" (com base na 2ª ed. aumentada) – Vinícius de Moraes.

Bons estudos e boa sorte!

Por Milena Evelyn


A USP – Universidade de São Paulo, aprovou hoje o projeto de reformulação de seu programa para alunos de escola pública no vestibular, em reunião do Conselho de Graduação. Segundo o novo Inclusp, o aluno da rede pública pode ganhar até 15% de bonificação a partir da nota da primeira fase da Fuvest.

Com as modificações, o aluno pode prestar vestibular no 2º ano e ganhar 5% de bônus para o ano seguinte e poderá receber até 10%, se acertar 60 das 90 questões da primeira fase. A ideia é aumentar o número de estudantes da rede pública na instituição, que somam 25% dos aprovados no vestibular, de modo que possam ter contato com a Fuvest mais cedo. Até então, o máximo que o aluno que cursou o Ensino Fundamental e Médio em rede pública podia receber era de 12%, baseado em 3% automáticos, 6% de acordo com o Enem e 3% com base no Pasusp (Programa de Avaliação Seriada da Usp).

Ainda hoje, estudantes e membros do Núcleo de Consciência Negra protestaram contra as mudanças no vestibular da Usp, afirmando que o Inclusp não apresentou melhorias em relação à inclusão social. Ao mesmo tempo em que o projeto dá a oportunidade de alavancar as bonificações para o aluno, também corta os 3% que eram antes automáticos para a rede pública, de modo que o benefício só será aplicado de acordo com o desempenho no vestibular.

Por Livia Hay

 


Acontece nesta semana na USP (Universidade de São Paulo) uma reunião do Conselho de Graduação da instituição, onde será decidida a realização de mudanças no vestibular da Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular).

O processo de seleção, que seleciona estudantes para a USP e para a Santa Casa, vem passando por uma avaliação desde o ano passado, por integrantes do conselho mencionado, em relação ao formato atual, que vem sendo utilizado desde o ano de 2009.

O que está sendo proposto não foi divulgado até o momento, e só será feito após a decisão da reunião privativa do conselho, o qual tem representação de cada unidade da USP.

Para que não haja interferência no vestibular da Fuvest, as decisões deverão ser tomadas até o final do mês de abril deste ano. Além das mudanças no vestibular, também estão sendo estudadas pelo Conselho algumas mudanças no Projeto de Inclusão da universidade, que proporciona bolsas a estudantes que concluíram em escolas públicas todo o ensino médio.

Por Elizabeth Preático





CONTINUE NAVEGANDO: