A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) irá utilizar as notas do Enem 2011 para o preenchimento de todas as vagas do Vestibular 2012 da instituição, foi o que o Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro aprovou nesta quinta (30/06).

A partir de agora a Universidade utilizará somente o Sisu, Sistema de Seleção Unificada do Ministério da Educação, como forma de ingresso na Universidade. Além disso, houve um aumento de na reserva de vagas destinadas a estudantes de escolas públicas com renda inferior a um salário mínimo. Agora 30% das vagas serão destinadas a este público.

O Enem 2011 será realizado nos dias 22 e 23 de outubro e contará com provas de Linguagens, Redação, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática. A previsão é que os resultados sejam divulgados no dia 4 de dezembro e o resultado final, já com a correção das redações, em janeiro de 2012.


A Universidade Federal do Paraná (UFPR) divulgou nesta segunda-feira (06/06) que, em seu próximo processo seletivo (que ocorrerá no próximo semestre, provavelmente em novembro e dezembro), utilizará as notas do ENEM deste ano para avaliação final do desempenho dos candidatos. As notas do exame de anos anteriores não serão aceitas.

A nota da prova objetiva do ENEM 2011 valerá 10% da nota final do vestibular. Os estudantes que não quiserem participar do exame poderão sair prejudicados, pois esta porcentagem pode até parecer pequena, mas tem um valor considerável que poderá definir o resultado final.

O edital do vestibular da UFPR está previsto para ser publicado no mês de julho. O valor da taxa de inscrição será de R$ 80,00.

Para quem ainda não se inscreveu e quer participar do ENEM, é bom ficar atento, pois as inscrições acabam dia 10/06 (sexta-feira).

Por Suelen Diniz


De acordo com a Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp), as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) serão utilizadas no vestibular de 2012, desde que o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) as divulgue até o dia 15 de janeiro de 2012.

Como as provas do ENEM 2011 serão realizadas durante o mês de outubro deste ano, as notas deste exame não serão incorporadas no cálculo do resultado da primeira fase do vestibular da Unicamp.

De qualquer forma, o candidato poderá optar pela utilização ou não da nota obtida no ENEM, desde que esta venha a melhorar o seu desempenho no processo seletivo. Se as notas do ENEM 2011 estiverem disponibilizadas até o dia 15 de janeiro do próximo ano, estas serão utilizadas para formação da nota da primeira fase como ocorreu em edições anteriores, com a diferença de que, desta vez, a incorporação ocorrerá apenas na realização do cálculo da nota final.

Por Elizabeth Preático


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou as informações a respeito do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011. As provas serão aplicadas nos dias 22 e 23 de outubro. Já as inscrições se iniciam no dia 23 de maio e se encerram em 10 de junho.

Os interessados em participar do exame, que é pré-requisito para disputar uma bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) e que serve como seleção para diversas instituições de ensino superior, devem se inscrever através do site www.inep.gov.br. A taxa custa R$ 35 para os estudantes de escolas particulares. Para alunos da rede pública, a inscrição é gratuita.

Segundo o Inep, a segurança para o Enem 2011 será bastante reforçada, desde a impressão das provas na gráfica, passando pela distribuição e chegando às salas, para que não se repitam os problemas ocorridos nas duas últimas edições do exame. São esperadas mais de 6 milhões de inscrições em 2011.

O órgão também revelou que, em 2012, o Enem terá duas edições. A primeira vai acontecer nos dias 28 e 29 de abril. A segunda ainda não tem datas definidas, mas deve acontecer em outubro ou novembro do próximo ano.

Por André Gonçalves


O edital do processo seletivo do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) foi divulgado em 19 de maio (quinta-feira). Os interessados em participar do exame devem saber das regras da edição desse ano. Você pode acessá-las nas páginas 40, 41 e 42 do Diário Oficial da União, clicando aqui.

O prazo de inscrição vai de 23 de maio (segunda-feira) até 10 de junho (sexta-feira). O valor da taxa de participação custa R$ 35. Os estudantes de escolas da rede pública e os de baixa renda estão isentos do pagamento. Cadastre-se nesse link. É necessário informar o seu Cadastro de Pessoa Física (CPF). As provas objetivas serão aplicadas em 22 e 23 de outubro (sábado e domingo).

Os estudantes serão avaliados nas seguintes áreas de conhecimento: 1) Matemática e Suas Tecnologias; 2) Ciência da Natureza e Suas Tecnologias; 3) Linguagem, Código e Suas Tecnologias e 4) Ciências da Natureza e Suas Tecnologias. São 45 questões e uma redação. No dia da prova, lembre-se de levar um documento de identificação original com foto e caneta preta com material transparente.

No primeiro dia de provas, os candidatos terão quatro horas e meia disponíveis para realizarem o exame. Já o segundo, terá cinco horas e meia de duração. É proibido entrar na sala de realização das provas com celular ou outro equipamento eletrônico.

O ENEM é uma forma de avaliar a qualidade da educação do país no nível médio. Ele também é utilizado no Programa Universidade para Todos (ProUni), como primeira etapa nos vestibulares de muitas universidades brasileiras e no Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Boa Prova!

Por Melisse V.

Fonte: MEC





CONTINUE NAVEGANDO: