Confira aqui algumas dicas para ajudar na escolha do curso no vestibular.

Escolher o curso para prestar vestibular é sempre um momento de indecisão para os jovens. Afinal, enquanto alguns já sabem desde cedo qual carreira desejam construir, a maioria deles ainda tem dúvidas sobre qual direção seguir. Esse é o seu caso? Para tornar esse processo mais simples, você pode adotar alguns métodos que lhe ajudem a chegar à melhor decisão.

Para evitar o estresse e até mesmo uma possível desistência na faculdade depois de já estar cursando a graduação, você pode fazer desde um teste vocacional até conversar com quem já atua na área. Confira abaixo, o que você deve levar em consideração para escolher a sua profissão!

1. Faça um teste vocacional

Para quem não tem nenhuma noção de qual profissão se enquadra melhor ao seu perfil, o primeiro passo é fazer um teste vocacional, que é composto por diversas perguntas objetivas, cuja finalidade é apontar quais áreas estão de acordo com as suas habilidades e preferências.

O teste vocacional pode ser feito rapidamente na internet e para acabar de vez com as suas dúvidas, você pode fazer testes em diferentes formatos. Assim, é possível ter mais precisão na escolha do ramo profissional.

2. Pesquise sobre o mercado de trabalho para os cursos do seu interesse

Depois de descobrir quais são as áreas com as quais você mais se identifica, o ideal é fazer uma pesquisa sobre o mercado de trabalho para esses cursos. Com isso, o estudante pode verificar a atuação e aplicabilidade da atividade na prática.

Procure saber o que de fato o profissional desse setor faz, onde estão as melhores vagas, qual é a média salarial para iniciantes e para quem já tem estabilidade na carreira, a carga horária a ser cumprida, bem como as possibilidades para atuar nesse campo.

3. Converse com profissionais da área

Conhecer a atividade do seu interesse na prática é uma excelente alternativa para decidir se é isso que você realmente quer para a sua carreira. Portanto, converse com profissionais que já estão atuando na área e tente tirar o máximo de dúvidas possíveis.

4. Estude os gastos do curso

O vestibulando também deve se preocupar com os valores que terá que desembolsar para fazer o curso. O primeiro passo é pesquisar quais são as instituições de ensino públicas que oferecem a graduação do seu interesse. Se o curso é ofertado em outra cidade, você terá que se mudar ou se deslocar diariamente para estudar, o que gera custos a serem considerados.

Já, se você vai prestar vestibular em uma universidade privada, é preciso levar em conta o valor da mensalidade, os gastos com a aquisição dos materiais exigidos para as disciplinas, transporte, entre outros.

5. Converse com a sua família

Os seus pais sempre manifestaram o desejo de que você seguisse a mesma carreira que eles, mas você prefere outra área? Nesse caso, nada melhor do que ter uma conversa franca com a sua família para explicar quais são as razões que estão te levando a tomar essa decisão.

Apostar em uma área que você não gosta apenas para agradar os seus pais, além de dificultar o seu processo de aprendizagem na faculdade, também pode contribuir para que você seja um profissional infeliz.

6. Analise a qualidade do curso

Se você já tem uma ideia do que quer cursar, o passo seguinte é buscar informações sobre a qualidade do curso na instituição em que você está de olho. É preciso analisar o corpo docente da universidade, se ela oferece programas de pesquisas, pós-graduação, entre outros benefícios que possam fortalecer o seu currículo para conquistar as melhores oportunidades no mercado de trabalho.

Texto por Simone Leal


Saiba aqui um pouco mais sobre sobre o Curso de Direito.

Todos os dias milhares de processos são julgados e criados onde muitos magistrados tem que dar a devida atenção e interpretar diversas leis para determinar uma sentença.

O Curso de Direito no Brasil é um dos mais concorridos e muitos jovens baseiam esta carreira em filmes e seriados de TV. Por conta disso, muitas ideias são criadas e alguns mitos também.

A profissão da área do Direito é uma das 10 mais requisitadas, segundo o Sisu. Está na terceira posição do ranking no Brasil com muitos inscritos buscando uma vaga.

Neste artigo vamos falar sobre o que é importante sobre esta profissão que é tão concorrida e todos os dias mais pessoas buscam e se interessam por ela.

Estágio: Quando começar?

Muitos jovens ficam ansiosos quando começam suas aulas na universidade na busca por um estágio. Porém, professores de Direito alertam para focar nos primeiros períodos dentro da universidade.

Em alguns casos o estágio junto com os estudos acabam comprometendo o aluno em seu desenvolvimento dentro do curso. Durante um período dos estudos, o importante é esperar o momento certo para entrar no mercado de estágio.

A recomendação é que os estudantes iniciem suas buscas a partir do 4º ano. A partir do sétimo periodo, o estudante já possui as habilidades necessárias para adentrar neste mercado tão concorrido.

Segundo os professores de Direito, ao iniciar no mercado antes do tempo, as tarefas que serão realizadas serão apenas de cunho burocrático, ou seja, não haverá o exercício real do Direito.

Decorar ou Interpretar?

Muito se fala que as leis tem que ser decoradas, isto é um mito. A habilidade de memorização não é exigência e sim o domínio da interpretação das leis de forma adequada.

Visto que, uma vez que o graduando entender o que foi exposto, poderá adequar as leis cabíveis para cada situação e argumentá-las.

Áreas e Sub-áreas

O Direito possui as áreas Civil, Penal e Trabalhista. No entanto, pode haver algumas subdivisões, por exemplo, no ramo do esporte é preciso ter um profissional para cuidar do departamento jurídico para cuidar de contratos e direitos de imagem de atletas, entre muitas outras que devem ser pesquisadas.

Teoria e Leitura

Para quem quer se especializar nesta área pode se preparar para uma carga pesada de teoria e muita leitura. Conforme orienta os professores das universidades, são diversas apresentações que exigem do aluno habilidades de oratória, fluência escrita e uma clareza na linguagem.

Tudo isso é uma exigência para melhorar o desempenho e preparar realmente para o mercado de Direito. Saber expressar de forma objetiva e concisa é o que afirmam os professores que preparam diversos alunos todos os anos.

Se você realmente gosta e se interessa por esta área é bom se preparar, pois as exigências são bem rígidas, inclusive os exames que habilitam o exercício de advogado, que é o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Marcio Ferraz


Saiba como identificar as melhores opções para você e fazer a escolha certa na hora de decidir o seu futuro profissional.

O momento de decidir qual área seguir ou qual faculdade cursar é sempre crítico. Isso porque é uma decisão muitíssimo importante, que promete acompanhar nossos passos para o resto da vida, ditando-os.

É comum sentir-se inseguro na hora de fazer essa decisão, até porque o momento social em que somos pressionados a tomá-la é justamente a fase pós adolescência, quando ainda estamos começando a entrar na vida adulta, sem estar estabelecido em nenhuma direção concreta ainda.

Pensando nisso, preparamos uma lista de dicas para que você se sinta mais confiante ao analisar as opções de curso e carreira.

1 – Informe-se

Se você está na dúvida, faça pesquisa acerca das áreas possíveis. Quanto mais conhecimento você tiver, menos superficial será a sua visão a respeito de alguma profissão, te dando melhor esclarecimento para julgar se aquilo é ou não o que você quer para si.

2 – Converse com profissionais das áreas pretendidas

Profissionais que já estão no mercado têm total noção do que tem acontecido em sua área de atuação. Eles poderão te dar informações sobre tudo que for referente à execução da função, além de noções de mercado de trabalho. Você poderá conhecer a rotina da profissão e do setor e também se familiarizar com os possíveis problemas do ambiente corporativo.

3 – Faça testes vocacionais e cursos de orientação

Procure ajuda a fim de ser analisado por um profissional que pode traçar seu perfil, através de métodos comprovados, indicando e analisando quais carreiras tem mais a ver com sua personalidade e habilidades.

4 – Realismo

Muitos jovens têm sonhos fora da realidade. Não que não seja bom sonhar, é ótimo ter grandes aspirações, mas é necessário ter pé no chão para traçar metas em tempo hábil para que você alcance seus objetivos. Conhecer uma determinada carreira implica em conhecer também o processo de chegada até determinado cargo. Preparo é a palavra chave. Você precisa ter em mente que nada vai acontecer caso você não esteja pronto para assumir as responsabilidades, encarando desafios e se superando.

Por Carolina B.


Cursos oferecidos são de Bacharel em Música – Instrumento, Bacharel em Música – Canto e Licenciatura em Música. Todos são para o campus de Recife (PE).

A UFPE, Universidade Federal de Pernambuco lança o vestibular do primeiro semestre de 2017 com os cursos de Bacharel em Música – Instrumento, Bacharel em Música – Canto e Licenciatura em Música, para o campus da capital Recife, no modo presencial.

Ao todo, serão ofertadas 82 oportunidades, onde 41 dela são destinadas para livre concorrência e a outras 41 são destinadas aos estudantes cotistas. Os interessados terão de realizar suas inscrições no período que iniciou no dia 27 de dezembro de 2016 e termina no dia 23 de janeiro de 2017, de forma exclusiva no site da Covest-Copset. O estudante deverá recolher uma taxa de inscrição no valor de R$ 70,00, sendo necessário realizar o pagamento no prazo limite de 24 de janeiro de 2017.

Isento da taxa de inscrição:

Os candidatos que desejam entrar com pedido de isenção de pagamento da taxa de inscrição deverão realizar o mesmo entre os dias 27 e 29 deste mês (dezembro), de acordo com normas divulgadas pelo site da Covest-Copset.

Processo de seleção:

O processo será composto por duas partes. A primeira parte do processo de seleção será composta pela avaliação do ENEM, o Exame Nacional do Ensino Médio de 2016. Já a segunda parte corresponde ao THE, Teste de Habilidade Específica, também informado no edital da seletiva.

Os documentos e editais que se referem ao Vestibular 2017 para os cursos de Música já foram disponibilizados na página eletrônica da Proacad, a Pró-Reitoria para Assuntos Acadêmicosda Universidade Federal do Pernambuco.

Edição 2017 – Sisu:

Os candidatos que pretendem se candidatar as vagas de instituições federais por meio do Sisu deverão realizar as inscrições a partir do dia 19 de janeiro de 2017, depois de ser divulgado o Resultado do Enem 2016 pelo Inep.

Depois das chamadas regulares do processo de seleção, o Sisu irá disponibilizar para as instituições uma Lista de Espera que será utilizada de forma prioritária para preencher as vagas não ocupadas.

Para fazer parte desta Lista de Espera do Sisu, o estudante terá de manifestar seu interesse no período especificado no próprio cronograma do processo de seleção.

Por Filipe Silva


Censo da Educação Superior revela os maiores cursos de graduação do Brasil em 2015.

Ao sair do ensino médio muitos estudantes sofrem com as dúvidas em relação a carreia que devem seguir. Alguns já têm decidido a faculdade que deseja cursar. Outros nem tanto e assim na maioria das vezes optam por cursos que sejam os mais cotados, pois acreditam que assim não estarão escolhendo errado.

E por falar em cursos de graduação mais cotados, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou no início deste mês os dados do Censo da Educação Superior 2015, que apontam os cursos de Administração, Direito, Ciências Contábeis e Pedagogia como os que possuem o maior número de estudantes do país desde o ano de 2009, consecutivamente mantendo o número de matrículas, alunos e concluintes, alterando somente a posição da lista que encabeça os mais cotados.

O primeiro lugar é ocupado pelo curso de Direito, que é representado por 10,6% do total de matrículas, que são 853.211 alunos matriculados. Por sua vez, administração ocupa o segundo lugar com 9,6% das matrículas (equivalente a 766.859 matrículas). Já em terceiro e quarto lugares estão Pedagogia com 8,2% das matrículas (cerca de 655.813 matriculados) e Ciências Contábeis com 4,5% das matrículas (cerca de 358.452 matriculados).

A edição do Censo cujos dados se referem ao ano de 2015 aponta que estes quatro cursos juntos representam 32,8% do total de matrículas feitas em graduação.

Já ao que se refere a cursos de licenciaturas, ou seja, aqueles que formam professores, o curso de Pedagogia é o que possui o maior número de matrículas, representando 44,3% do total.Seguido por Educação Física, cujas matrículas são de 10,2% (149 mil alunos), depois Biologia que soma 6% (88 mil alunos) e por último História, como equivalente a 5,9% (86,6 mil alunos).

Dessa forma, foram listados os 10 primeiros cursos de graduação que foram os que receberam matrículas em 2015. São eles:

  1. Direito;
  2. Administração;
  3. Pedagogia;
  4. Ciências Contábeis;
  5. Engenharia Civil;
  6. Enfermagem;
  7. Psicologia;
  8. Gestão de Pessoal/ Recursos Humanos;
  9. Serviço Social;
  10. Engenharia de produção.

O Censo também revelou que existe uma diferenças entre matriculados e concluintes. Dessa forma, a lista com os 10 cursos que apresenta um número maior de concluintes é:

  1. Administração;
  2. Pedagogia;
  3. Direito;
  4. Ciências Contábeis;
  5. Gestão de Pessoal/ Recursos Humanos;
  6. Enfermagem;
  7. Serviço Social;
  8. Engenharia Civil;
  9. Empreendedorismo;
  10. Gestão Logística.

Sirlene Montes


Confira aqui uma lista com as universidades brasileiras mais elogiadas internacionalmente.

Esse ano a Time Higher Education (THE), mais importante revista semanal com informações relativas ao ensino superior, sediada em Londres, divulgou uma lista com as melhores universidades da América latina.

Ao mesmo tempo, a plataforma Ranking Web of Universities também realizou uma pesquisa para saber quais as melhores universidades brasileiras analisando a sua inserção social, reconhecimento entre a população, engajamento ambiental e retorno científico, cultural, econômico e tecnológico para a sociedade.

Eis o resultado do cruzamento dessas avaliações:

USP

Fundada em 25 de janeiro de 1934, a Universidade de São Paulo é a líder há vários anos entre as instituições de ensino superior do Brasil. ”O lugar onde a cultura e a ciência se cruzam”, possui 35 unidades de pesquisa e extensão, um dos maiores espaços para práticas esportivas do mundo, além de 86.187 alunos inscritos.

UFRJ

Reconhecida como centro cultural, artístico e científico, a Universidade Federal do Rio de Janeiro já foi eleita em 2015 a melhor universidade do Brasil pelo World University Ranking. Esse ano completa 96 anos de fundação, com cerca de 156 cursos de graduação, 182 cursos stricto sensu e 326 lato sensu.

UNICAMP

Com 22 centros de pesquisa espalhados por 24 unidades, em outubro de 2016 a Universidade de Campinas completará 50 anos. Fundada em 5 de outubro de 1966, tem como uma da suas principais características ser uma instituição de ensino bastante jovem e que produz cerca de 15% de toda a pesquisa brasileira.

UFMG

A universidade brasileira que mais fez pedidos de patentes em 2010, foi fundada em 1927, não demorando a alcançar o status de uma das melhores universidades do Brasil.

A Universidade Federal de Minas Gerais possui 20 unidades que abrigam 50.000 alunos, além de vários museus e bibliotecas.

UNESP

A Universidade Estadual Paulista foi criada a partir da união de diversas universidades espalhadas pelo estado de São Paulo, caracterizando-se pelo incentivo à pesquisa ligada aos anseios da comunidade. Foi fundada em 1976 e hoje é uma das melhores instituições de ensino da América Latina, com 33 unidades, 1900 laboratórios e cerca de 3.500 professores.

PUC-RIO

Uma das melhores universidades do Brasil, possui o lema “ a ciência e a técnica a serviço da humanidade”. Fundada em 1941, com base nos ensinamentos cristãos, é considerada uma das primeiras instituições voltadas para o empreendedorismo no Brasil.

UERJ

A Universidade Estadual do Rio de Janeiro, fundada em 1950, foi a primeira a utilizar a política de cotas.

Possui 292 salas, 110 laboratórios, 12 bibliotecas, além do segundo maior teatro do Rio de Janeiro, o Teatro Odylo Costa Filho.

UFSC

Com 12 unidades, 80 cursos de graduação, além de mestrado e doutorado, a Universidade Federal de Santa Catarina já foi considerada uma das 5 melhores universidades da América Latina pelo Webometric Ranking World of Universities. Com ênfase em pesquisa, ensino e extensão, tem como destaque uma biblioteca com mais de 600. 000 títulos.

UFPE

Melhor instituição de ensino superior do norte-nordeste do Brasil, de acordo com o MEC, a Universidade Federal de Pernambuco destaca-se pela sua equipe de pesquisadores, que gira em torno de 4.000.

Além disso, possui 90 cursos de graduação, 198 de pós-graduação, 3.600 professores e um contingente de 2.200 alunos.

UNB

Uma das melhores universidades do Brasil, a Universidade de Brasília foi fundada em 21 de abril de 1962 e é bastante conhecida por ter um dos vestibulares mais disputados do país. Uma instituição de ensino com mais de 100 cursos focados em pesquisa, cultura e apoio à comunidade, além de 76 cursos de mestrado e 63 de doutorado.

UFG

Criada sob a filosofia de romper com os pressupostos tradicionais do ensino superior e aproximar-se de tudo o que estava acontecendo no mundo, a Universidade de Goiás, fundada em dezembro de 1960, também é considerada uma das melhores universidades do Brasil, com uma estrutura composta por 2038 professores que ministram 29 cursos de graduação e 33 de pós-graduação.

Vivaldo Pereira da Silva


Confira aqui algumas dicas na hora de escolher um curso de graduação.

Uma das mais importantes questões para os vestibulandos, além de passar no vestibular, é a escolha do curso de graduação ideal. Mais do que uma simples escolha, o curso se trata do conteúdo que o estudante precisará aprender além da profissão que poderá vir a exercer no futuro e, exatamente por esse motivo, muitos se sentem confusos e extremamente indecisos.

O primeiro passo a se dar para fazer uma escolha é conhecer bem a si mesmo. Dessa forma ficará mais fácil encontrar as áreas do conhecimento com as quais o candidato tem mais afinidade. Além do próprio “eu”, as outras pessoas podem ser consultadas também, como por exemplo os amigos e família.

Caso o estudante esteja completamente perdido em relação aos cursos e o conhecimento que eles oferecem, uma boa dica é começar pensando sobre qual carreira se gostaria de seguir. Procure pensar na profissão em que se sentiria confortável e trabalharia gostando do que faz. Lembre-se que a carreira vai além do simples trabalho, ela une todos os conhecimentos que a pessoa possui. A partir do momento em que se tem uma carreira em mente, é possível começar a traçar o caminho que deverá ser feito para que o objetivo seja alcançado.

Analise suas próprias habilidades e também quais as matérias com as quais você tem mais afinidade. Pense nas carreiras que são mais relacionadas com sua personalidade e pesquise sobre cada uma delas. A pesquisa pode ir além da leitura, sendo incorporada com palestras, participação em congressos e até mesmo conversando com profissionais da área pretendida.

Essas pesquisas devem ter o objetivo de descobrir quais áreas do conhecimento são mais atrantes para o estudante. Assim, se terá um melhor “filtro” para decidir um curso que tenha relação com essas áreas. Decidir um curso sem saber o caminho que ele pode te levar pode acabar sendo um desperdício de tempo.

Quando tiver uma carreira em mente, pense em qual ponto dessa carreira se quer chegar, pois existem várias profissões dentro de uma carreira. Quando seu ponto estiver definido, é a hora de observar o que será necessário aprender dentro dessa profissão, para que assim o estudante tenha como objetivos também cursos preparatórios de idiomas e estágios.

Portanto, o estudante que estiver com dúvidas sobre a escolha de seu curso pode começar partindo da carreira que gostará de seguir. Daí em diante, é necessário descobrir sua afinidade com determinadas áreas do conhecimento e conferir a compatibilidade com a grade curricular do curso de graduação pretendido.

Isabela Palazzo


USP, FGV, PUC-RJ e UFRJ estão entre as instituições com os melhores Cursos de Economia do Mundo.

Geralmente quando se fala em Cursos de Economia estes são liderados pelos cursos de instituições estadunidenses. Pelo menos sete dos 20 cursos mais bem avaliados pelo ranking da Quacquarelli Symonds, são cursos estadunidenses. O curso mais bem colocado é o do MIT, que se trata do maior instituto de tecnologia do mundo, localizado em Massachusetts.

Com relação ao Brasil, os únicos cursos que aparecem na lista são o da Universidade de São Paulo (USP). Este ficou na 51º posição. Em 100º posição, temos o Curso de Economia da Fundação Getúlio Vargas (a famosa FGV) e mais pra frente temos o Curso de Economia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e o Curso da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Portanto, quatro cursos brasileiros aparecem na lista dos melhores cursos de economia do mundo, não entre os 50 primeiros, mas mesmo assim, aparecem.

Para a montagem do ranking, a Quacquarelli Symonds levou em consideração os seguintes critérios:

  • Entrevista: A QS entrevistou para este ranking 76 mil acadêmicos espalhados por todo o mundo e também mais de 44 mil técnicos e empregados de universidades de todo o globo.
  • Análise da Instituição: Foram avaliadas questões acerca da infraestrutura e a reputação acadêmica dos cursos. Número de publicações em revistas e periódicos conceituados; o valor que tais cursos obtêm no mercado de trabalho e os impactos teóricos e científicos que tais produções exercem, tanto na instituição como no mercado de trabalho.

Os cursos de economia são importantes meios para o desenvolvimento social, não só ao que se refere a produção de táticas e estratégias de circulação e investimento, mas também em criar diferentes soluções e abordagens as crises e problemas que o sistema financeiro pode vir a enfrentar.

Existe diversas oportunidades para os estudantes de Ciências Econômicas (ou Economia). Você pode conseguir um emprego na área financeira, comercial ou industrial. Pode conseguir um emprego em bancos, em grandes empresas multinacionais ou trabalhar como um agente financeiro. Grandes oportunidades é que não faltam e é claro que um curso em uma grande universidade fará toda a diferença.

Felipe Pancheri Colpani


Universidade de Harvard lidera lista dos Melhores Cursos de Medicina no Mundo. Já a USP é a instituição brasileira mais bem colocada no ranking.

Ao optar por escolher o curso de Medicina, o estudante tem que enfrentar vários obstáculos no caminho. O primeiro é a entrada em uma universidade. Tido como um dos cursos mais concorridos e difíceis, a Medicina é um sonho de muitos jovens espalhados pelo mundo. Mas, outro ponto de interrogação que passa pelas mentes dos estudantes é: Qual Curso de Medicina optar?

Cada curso tem as suas características, alguns pregam mais pela teoria e outros já pela prática. A empresa britânica QS (Quacquarelli Symonds), especializada em educação, divulgou em abril deste ano um ranking com os melhores cursos de Medicina no mundo. Nessa lista aparece à graduação na Universidade de Harvard, uma instituição privada localizada na cidade de Cambridge, no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos. Com um critério de seleção alto e com nomes de pesos que se formaram na universidade, como o Presidente Norte-Americano Barack Obama, Havard é sinônimo de muito prestígio para quem consegue cursar algum curso.

Além de Havard, os Estados Unidos também possui mais seis cursos na lista divulgada pela QS. O Brasil também está presente na lista. As mais bem avaliadas foram a USP (Universidade de São Paulo, classificada entre a 51ª e a 100ª posições), a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo, localizada entre o 151º e o 200º lugares) e a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas, na faixa entre a 201ª e a 250º posições).

A USP é tida como a melhor faculdade da América Latina em 2015. Recentemente a instituição promoveu mudanças em sua grade curricular. Com foco na internacionalização, o foco é fazer convênios com instituições estrangeiras para receber e mandar alunos, aplicar mais testes nos estudantes com especialistas americanos e diminuir a carga horária de seus alunos em 30%, para que o estudante tenha mais flexibilidade e com isso possa aprender além da sala de aula, explorando o mundo externo.

Para a montagem desse ranking, a Quacquarelli Symonds levou em consideração muitos aspectos como a imagem da faculdade e o impacto causado na sociedade das produções científicas em determinadas áreas. Ela também levou em consideração a opinião de mais de 76 pessoas envolvidas com essas faculdades e mais de 44 mil contratantes de todo o mundo.

Por Isabela Castro


Regras mais rígidas foram anunciadas pelo MEC, que pretende fiscalizar os cursos de Medicina de instituições de ensino do Brasil.

O Ministério da Educação anunciou novas regras em relação às fiscalizações de cursos de graduação na área de Medicina nas instituições de ensino do País. De acordo com reportagem do “O Globo”, no próximo ano, o MEC pretende enviar profissionais para visitar e avaliar faculdades e universidades que obtiveram notas de 1 a 2, relacionadas às provas realizadas pelo ministério, quanto à avaliação da qualidade do ensino. Instituições que tiveram as notas mais altas, que chegam a 5, no máximo, também serão incluídas nessas visitas.

A reportagem também menciona que as novas regras ainda preveem que estudantes do 2º, 4º e 6º anos deverão se submeter a exames de avaliação. Segundo o ministro Renato Janine Ribeiro, em entrevista ao “O Globo”, as provas são essenciais para avaliar o nível de aprendizado dos alunos, além de haver possibilidade de correção na metodologia, por parte das instituições de ensino.

Consulta pública do Inep:

Recentemente, o Inep anunciou consulta pública sobre a eficácia dos mecanismos de avaliação adotados pelo instituto para avaliar os cursos de Medicina. Segundo informações do portal do programa “Mais Médicos”, as instituições podem participar da consulta, com envio de sugestões e críticas, por meio de formulário, disponível no site do Inep (portal.inep.gov.br/visualizar/-/asset_publisher/6AhJ/content/aberta-consulta-publica-para-adequar-instrumento-de-avaliacao-as-novas-diretrizes-dos-cursos-de-medicina?redirect=http%3a%2f%2fportal.inep.gov.br%2f), até o dia 4 de setembro.

Mais Médicos:

Estudantes de Medicina que desejam participar do programa Mais Médicos devem cursar ao menos 30%, relacionados ao período de internato médico. Lembrando que os estudantes ainda passarão por avaliações realizadas a cada dois anos.

De qualquer forma, todos os profissionais da área que querem fazer parte do programa federal devem se inscrever pela internet no portal do Mais Médicos (www.maismedicos.gov.br/como-se-inscrever). As vagas estão disponíveis para médicos:

– Formados em instituições de ensino brasileiras ou com diploma revalidado no País;

– Médicos que se formaram no exterior, mas que possuem habilitação que garanta a atuação da profissão em outros Países;

– Outra exigência do programa é que o profissional esteja quite com a Justiça Eleitoral, serviço militar (para participantes do sexo masculino) dentre outros requisitos que constam no site oficial do Mais Médicos.

Por Letícia Veloso


Em 2014 houve um aumento de 12,8% na remuneração dos estagiários. Agronomia lidera a lista dos cursos que mais pagam bem no estágio.

A decisão sobre qual curso escolher é um dos dilemas do vestibulando e envolve diversos fatores, como vocação, realidade do mercado de trabalho, possibilidade de crescimento, entre outros. A remuneração ao longo da carreira é sempre uma variável importante no processo de escolha. Durante o programa de estágio nas empresas, alguns cursos se destacam com os salários mais altos.

Segundo o Núcleo Brasileiro de Estágios (NUBE), houve um aumento de 12,8% na renumeração aos estagiários de 2013 para 2014. O curso de Agronomia é o que dá melhor retorno aos que estão começando. Em média, o salário é de R$ 1.622,01.

Em seguida, Estatística, com vencimentos de R$ 1.564,83. Ciências Atuariais (R$ 1.526,82) é o terceiro que mais paga, seguido por Economia (R$ 1.510,45), Bacharelado em Ciências e Tecnologia (R$ 1.461,92), Engenharia (R$ 1.354,26), Química Industrial (R$ 1.275,88) e Química (R$ 1.263,12). Ciências Contábeis (R$ 1.197,21) e Relações Públicas (R$ 1.192,08) completam a lista dos 10 maiores salários.

Curiosamente, os cursos com maiores salários para estagiários não são os que rendem o maior retorno no futuro. Também se destaca a ausência de Direito na lista, um dos cursos mais concorridos nos processos seletivos para as faculdades em todo o Brasil. Os diversos cursos de Engenharia, em média, estão apenas no 6º lugar do ranking.

Já para os cursos de nível superior da categoria Tecnólogo, quem lidera o ranking dos cursos com maior retorno financeiro para estagiários é Tecnologia em Construção Civil (R$ 1.178,88), seguido por Tecnologia em Gestão de Qualidade (R$ 1.159,21), Tecnologia em Mecatrônica (R$ 1.082,60), Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (R$ 1.029,42) e Tecnologia em Gestão Comercial (R$ 1.022,22).

Completam a lista os cursos de Tecnologia em Processos Gerenciais (R$ 1.013,74), Tecnologia em Comércio Exterior (R$ 1.011,84), Tecnologia em Secretariado (R$ 1.007,76), Tecnologia em Design Gráfico (R$ 988,06) e, por fim, Tecnologia em Redes de Computadores (R$ 966,77).

Por Julio Abreu


Pesquisa revelou que cursos na área de Engenharia podem favorecer que os estudantes fiquem bilionários.

Quem entra para a faculdade, espera conseguir um bom emprego, ter uma carreira próspera e, claro, ganhar muito dinheiro. Mas a realidade é bem diferente, pelo menos para boa parte destes estudantes.
Se você está planejando entrar para a faculdade e também está nos seus planos o sonho de ficar rico ou até mesmo bilionário, saiba que alguns cursos são apontados como os menos indicados para quem quer ficar rico, entre eles os cursos de Direito, Administração e até mesmo o curso de Economia. Em contra-partida o curso apontado pelos homens de sucesso, como o mais favorável para ficar bilionário são aqueles da área de Engenharia.

O Approved Index, fez uma pesquisa com 100 pessoas mais ricas do mundo, de acordo com a Forbes e deste total, 22% investiu em estudo de Engenharia. Já os alunos de Administração representavam apenas 12%.

A pesquisa mostra que o estudo de Engenharia é mais favorável para ficar bilionário, mas, também, confirma que o fato de você estudar Administração não significa que não vai conseguir sucesso profissional.

E surpreendentemente, a pesquisa apontou que 12% dos homens mais ricos do mundo, fizeram Artes na universidade, ou seja, não devemos levar em consideração somente o curso escolhido na universidade, para sabermos se alguém vai ou não ficar rico.

Esta pesquisa mostrou mais um dado interessante: 32% dos homens mais ricos do mundo não têm diploma universitário, como o próprio Bill Gates que é o homem mais rico do mundo ou até mesmo o criador do Facebook, Mack Zuckerberg, que também não concluiu a universidade.

Confira o resultado da pesquisa com os 100 homens mais ricos do mundo:

  • 32% – não fez universidade;
  • 22% – Engenharia;
  • 12% – Administração;
  • 9% – Artes;
  • 8% – Economia;
  • 8% – Outros;
  • 3% – Finanças;
  • 2% – Ciências;
  • 2% – Direito.

Mas, atualmente, nota-se um crescimento na perspectiva de que estudantes de Matemática, Biologia, Física e Química, possam chegar mais rápido à riqueza.

No final, o que a pesquisa revela é que não é o curso em si que o aluno escolheu na faculdade que irá determinar se ele irá ou não se tornar um bilionário, mas sim, a determinação deste aluno, sua dedicação e as escolhas feitas ao longo de sua vida.

Por Russel


10 entre 15 cursos são de escolas dos EUA

Quando o assunto é MBA online os Estados Unidos estão em uma fase “muito bem, obrigado!”. Isso porque segundo o ranking 2015 divulgado pelo jornal The Financial Times dez dos quinze melhores cursos online de MBA são oferecidos por escolas americanas.

Para conseguir os resultados apontados na pesquisa o Financial Times entrevistou tanto instituições quanto ex-alunos (que foram graduados em 2011). Entre os tópicos mais importantes focados pela pesquisa estava a interação entre o aluno e o professor, a interação com os colegas e, claro, a qualidade do ensino oferecido.

Na pesquisa realizada pelo Financial Times somente foram consideradas aquelas escolas que disponibilizam para os alunos mais de 70% do conteúdo programático dos cursos via Internet.

Outro fator que se tornou bastante importante na montagem desse ranking foi a remuneração dos ex-alunos avaliados, ou melhor, o aumento dessa remuneração. A escola que obteve o primeiro lugar pela segunda vez seguida se saiu bem. Os salários de seus ex-alunos tiveram um aumento de 43%. Isso leva a uma média de cerca de US$ 153 mil por ano.

A primeira posição na lista do Financial Times ficou com a IE Business School e na sequência temos a Warwick Business School. Confira abaixo as principais colocadas desse ranking com algumas informações extras:

1. IE Business School – Espanha – Salário médio de US$ 152.966 após a conclusão do programa;

2. Warwick Business School – Reino Unido – Salário de US$ 143.196 após o programa;

3. University of Florida (Hough) – Estados Unidos – Salário médio após o programa de US$ 104.225;

4. Northeastern University (D'Amore-McKim) – Estados Unidos – Salário após o término do programa de US$ 104.225;

5. Indiana University (Kelley) – Estados Unidos – Salário médio após a conclusão de US$ 120.352.

Dando um salto até a décima posição vamos encontrar a University of Nebraska  – Lincoln nos Estados Unidos e na décima quinta a Drexel University que também é dos Estados Unidos e que apresentou um aumento na remuneração após o término do programa de 31%.

Por Denisson Soares


As provas do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) deste ano acontecerão no dia 22 de novembro, às 13h, no horário de Brasília. A data foi publicada nesta segunda-feira (9) no Diário Oficial da União.

Neste ano, 26 cursos de bacharelado e tecnólogos serão avaliados. Os alunos dos cursos de graduação em Administração, Administração Pública, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Design, Direito, Psicologia, Relações Internacionais, Secretariado Executivo, Teologia e Turismo, terão que fazer as provas.

Já os cursos de Tecnólogos avaliados serão de Comércio Exterior, Design de Interiores, Design de Moda, Design Gráfico, Gastronomia, Gestão Comercial, Gestão de Qualidade, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Financeira, Gestão Pública, Logística, Marketing e Processos Gerenciais. 

As instituições de ensino é que irão realizar as inscrições dos estudantes, que poderão ser feitas até o dia 15 de junho, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

A prova do Enade tem a função de avaliar o rendimento dos estudantes ingressantes e concluintes dos cursos de graduação e é obrigatório para obter o diploma, os estudantes fazem uma prova no início do curso e outra ao final do curso. 

Devem fazer as provas os estudantes que tenham iniciado o curso em 2015 e tenham até 25% da carga horária mínima do currículo cumprida até 31 de agosto de 2015 e os concluintes dos cursos de bacharelado que tenham expectativa de conclusão do curso até julho de 2016 ou tenham cumprido até 80% da carga horária mínima até o dia 31 de agosto de 2015.

Também farão a prova os concluintes dos cursos superiores de tecnologia que tenham expectativa de conclusão do curso até dezembro de 2015 ou tenham cumprido 75% da carga horária mínima até 31 de agosto de 2015. A periodicidade máxima de aplicação do Enade é de 3 anos.

Saiba mais sobre o Enade:

O Enade visa avaliar o desempenho dos estudantes nas matérias dos seus cursos e ultimamente tem passado por muitas modificações. As modificações mais recentes são o tempo mínimo de permanência no local da prova de 1 hora, e a exigência do preenchimento do Questionário do Estudante. 

Por Nathalia Henderson


Muitas pessoas que querem aprender outro idioma, ficam na dúvida entre se matricular numa escola ou tentar estudar a língua por conta própria. Este artigo irá mostrar as 4 maiores vantagens de se tornar um autodidata. As dicas a seguir servem para qualquer idioma.

1.       Dinheiro economizado:

A primeira grande vantagem de estudar outro idioma de forma autodidata é, claro, financeira. Além da mensalidade, em quase todas as escolas o aluno também teria que arcar com os materiais de ensinos (livros e CDs), coisa que pode ser encontrada na internet.  Estudando por conta, o dinheiro que seria gasto nestas despesas pode ser usado em outra coisa. A única conta que quem quer aprender outro idioma tem que se preocupar é com a conta da internet, nada mais.

2.       Tempo:

Um fator que pesa (e muito) na decisão de estudar por conta própria ou pagar uma escola é o tempo que a pessoa pode dispor. A agenda de muita gente já é apertada devido ao trabalho e/ou faculdade, que tomam praticamente a vida da pessoa. Com isso, estudar em casa mesmo acaba se tornando a única opção para quem quer aprender uma segunda língua. Poder estabelecer seus próprios horários para se dedicar ao idioma desejado é uma vantagem para quem se encontra na mesma situação descrita neste tópico. Entretanto, esta vantagem também gera a tentação de levar o aprendizado de outro idioma de forma relativa.

3.       Liberdade:

Não ter a preocupação de ter que entregar lições dentro de determinados prazos ou passar a noite em claro preocupado com a prova do curso, com certeza é algo que ajuda no aprendizado. Fora isso, outra vantagem é que você poderá estabelecer suas metas, ter sua própria metodologia e começar a aprender por onde você achar melhor sem cobranças em cima de você. Apenas uma pessoa irá querer resultados de você: você mesmo.

4.       Certificado não fará falta:

Ao contrário de profissões que exija da pessoa que ela tenha um certificado (como Auxiliar de Enfermagem, Técnico em Informática e etc), quem pretende aprender outro idioma para trabalhar não precisará de um certificado para comprovar que conhece o idioma. Muitas pessoas que completam o curso de idioma e até mesmo fazem intercâmbio ainda assim não conseguem atingir fluência. Sendo assim, você pode mostrar que sabe o idioma na prática durante uma entrevista ou um serviço prestado (como uma tradução de um texto, por exemplo).

Vimos acima que vale sim a pena estudar outro idioma por conta. Com dedicação e responsabilidade, o estudo em casa é um excelente caminho para ser seguido. Como tudo na vida, tudo depende da força de vontade de cada um.

Por Mattheus de Sousa Araújo


Atualmente, o Brasil tem investido muito em educação, várias faculdades estão sendo abertas por todo o país, até mesmo o governo tem dado muito incentivo para que jovens e adultos se qualifiquem e concluam algum curso em nível superior.

Essa abertura de acesso à educação, bem como os programas governamentais de facilitação de acesso às faculdades realmente são medidas muito boas e de extrema importância para o crescimento do país e dos cidadãos como profissionais, contudo um grande dilema que tem sido enfrentado pelos brasileiros é que diante de tanta oferta de instituições de ensino qual realmente vale a pena investir o futuro, uma vez que no mercado há instituições com baixíssimo grau de credibilidade.

É nessa perspectiva que o governo federal através do INEP divulgou o Índice Geral de Cursos, este índice tem como objetivo principal o de servir como um instrumento de avaliação de qualidade das instituições de ensino superior no país.  E como funciona essa avaliação?

Essa avaliação é realizada através de um cálculo que é realizado anualmente, em que esse cálculo vai de 1 a 5 e é oriundo do desempenho dos alunos das instituições no ENADE e em uma avaliação destinada para o mestrado e o doutorado, assim as instituições que não conseguem atingir pelo menos o índice dos 3 pontos são consideradas como insatisfatórias, sendo que consequentemente após esses resultado elas passam a ser fiscalizadas pelo MEC, correndo o risco de sofrer sanções e medidas administrativas, a fim de que o problema seja solucionado.

Então se você ficou curioso confira a lista das 10 faculdades que obtiveram os piores resultados no teste, sendo elas respectivamente:

1 – Faculdade de Brasília de São Paulo em São Paulo com índice 0,3943;

2 – Faculdade de Tecnologia IAPEC no Paraná com índice 0,6270;

3 – Faculdade de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas do Cabo de Santo Agostinho no Pernambuco com índice 0,7186,

4 – Faculdade de Tecnologia CETEP no Paraná com índice 0,7211;

5 – Faculdade de Ciências Agrárias de Araripina no Pernambuco com índice 0,7441;

6 – Faculdade de Tecnologia de Nova Andradina no Mato Grosso do Sul com índice 0,8045;

7 – Faculdade Cotemig em Minas Gerais com índice 0,8576;

8 – Faculdade Presidente Antônio Carlos de Leopoldina em Minas Gerais com índice 0,9205;

9 – Faculdade do Descobrimento na Bahia com índice 0,9216;

10 – Faculdade Presidente Antônio Carlos de Barão de Cocais em Minas Gerais com índice 0,9385.

Por Adriano Oliveira


De uma forma mais abrangente podemos dizer que o profissional que atua na área de Astronomia faz uso das tecnologias disponíveis para estudar e ampliar o conhecimento em relação ao universo. O astrônomo pode analisar e criar mapas galácticos, fazer pesquisas dos corpos celestes o que envolve a teoria e também a prática.

Informações gerais:

O profissional que se forma em Astronomia se torna um Astrônomo. A duração do curso varia em média entre 4 e 5 anos. O curso de astronomia pertence à área de exatas. Atualmente esse profissional tem uma remuneração média de R$ 2.445,00.

– Detalhes sobre a profissão:

O Astrônomo é aquele profissional, no caso cientista, que faz o estudo do Universo como um todo. Ou seja, faz parte de suas pesquisas qualquer tipo de acontecimento que ocorra fora do planeta Terra.

Entretanto, convém destacar que a profissão em relação ao seu exercício ainda é bastante limitada. Isso devido ao fato de que a tecnologia ainda não possui capacidade o suficiente para que se possa fazer pesquisas “pessoalmente” no Universo. Dado esse fato, a Astronomia é basicamente fundamentada na observação.

É interessante ressaltar também que a Astronomia é uma ciência bastante generalista. Isso quer dizer que ela pode e envolve uma gama bastante variável de conhecimentos. Entre os principais aspectos dessa área estão a matemática, a química e a física.

– Informações sobre o curso:

Geralmente a maior parte das pessoas vê o astrônomo como aquele profissional que fica o dia inteiro com o olho no telescópio analisando o espaço. Em uma determinada época isso até pode ter acontecido, mas atualmente as coisas  vão um pouco mais além. Durante o curso o aluno não apenas aprenderá o fundamental da área como também irá aprender a fazer uso das tecnologias que se encontram disponíveis, ponto este que inclui computadores superpotentes e equipamentos físicos como radiotelescópios e observatórios que são instalados em pontos estratégicos do planeta.

Entre as principais universidades para ser formar como astrônomo no Brasil, destacamos as seguintes: Universidade de São Paulo – USP, Universidade Federal de Sergipe – UFS, Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ.

Por Denisson Soares


Continuam abertas as inscrições para o processo seletivo do Instituto de Tecnologia de Pernambuco. O Itep está disponibilizando 345 vagas para lotação em cinco centros de educação. As vagas são destinadas aos cursos de nível técnico. 

Está em aberto o período para efetuar a inscrição no processo seletivo do Itep, segundo o cronograma as inscrições estariam vigente até o dia 7 de janeiro (quarta-feira), no entanto, a data de finalização do processo seletivo foi adiada para o dia 21 de janeiro.

Ao todo, a instituição de ensino está disponibilizando 345 vagas distribuídas em nove cursos de cinco centros tecnológicos no Estado de Pernambuco. As cidades contempladas com as vagas são Caruaru, Olinda, Araripina, Garanhuns e Serra Talhada. Há vagas para os seguintes cursos: Técnico em Alimentos, Técnico em Química (em dois municípios: Caruaru e Araripina), Técnico em Modelagem do Vestuário, Técnico em Zootecnia, Técnico em Comunicação Visual, Técnico em Administração, Técnico em Construção Civil, Técnico em Desenho e Técnico em Eletroeletrônica. 

A seleção nesta ocasião está dirigida aos estudantes de segunda ou terceira série do ensino médio, também poderão participar as pessoas que já concluíram esse nível de escolaridade. 

Para participar do processo de seleção é necessário que o interessado realize a inscrição de forma presencial, comparecendo no centro tecnológico onde deseja estudar e pagar uma taxa de inscrição de R$ 20 em qualquer banco ou casa lotérica. O pagamento da taxa de participação será feito mediante boleto bancário que será enviado ao e-mail do candidato, este endereço eletrônico deverá ser informado no ato da inscrição. O recolhimento do valor da taxa deverá ser feito até o dia 23 de janeiro. 

A seleção dos candidatos será efetuada mediante uma única etapa que consta de uma prova objetiva múltipla escolha, esta prova possui caráter eliminatório e também classificatório. A publicação do resultado final com a lista dos aprovados será feita no dia 13 de fevereiro. Já a matrícula dos aprovados será realizada entre os dias 19 e 25 de fevereiro. As aulas iniciarão no dia 9 de março.

Por mais informações acerca do processo seletivo entre em contato com o Itep.

Por Melina Menezes


Depois que nos formarmos na faculdade, sempre vem a dúvida de continuar com os estudos numa pós-graduação ou num curso de mestrado. O problema das pessoas, é que muitas delas acabam fazendo esses cursos só por status, e no fim das contas não arranjam emprego nenhum ou ainda quando arranjam, não ganham como esperavam.

Se você está passando por esse momento atualmente, reflita sobre as seguintes questões:

– Fazer um curso, uma faculdade, um curso de graduação ou até um mestrado pode não te garantir sucesso financeiro. É o que diz milhares de pessoas que conseguiram sucesso em suas vidas apenas com o esforço do trabalho no dia a dia. Elas levantavam cedo e trabalhavam de sol a sol todos os dias. Algumas dessas pessoas foram vendedores ambulantes, outras engraxates, mas cada uma delas tinha o mesmo objetivo: ganhar dinheiro e melhorar de vida. E conseguiram. Portanto, não adianta se vangloriar pela graduação que você tem ou pelo nome da faculdade que você estudou se você não sabe onde quer chegar, ou se você não tem nenhuma ideia do que o sucesso representa pra você.

– Continuar os estudos depois da faculdade pode ser tanto uma ambição quanto uma necessidade para você que sabe qual carreira seguir, desde que depois você arque com as consequências tanto boas quanto ruins do mercado e saiba ter responsabilidade com isso. Às vezes, depois de estudar anos e anos uma pessoa acaba desistindo de tudo depois da primeira decepção que tem do mercado, seja por salário ou seja pelas condições da carreira. É preciso saber que sempre a primeira oportunidade não vai ser aquela que vai te oferecer rios de dinheiro, e sim aquela que pode te dar uma carreira e um futuro brilhante se você persistir nela. Para que isso aconteça muitas das vezes, é preciso ter muita paciência e saber o que quer.

Por Daniela Almeida da Silva


Continua aberto o período de inscrições para o processo seletivo do cursinho preparatório Rumo à Universidade. Este curso pré-vestibular é oferecido pela Prefeitura de João Monlevade (MG) em conjunto com a Universidade Federal de Ouro Preto, a UFOP. 

Sem dúvidas, o período que antecede a realização do vestibular ou Exame Nacional do Ensino Médio gera apreensão e desconforto na vida de milhares de jovens em todo o Brasil. Muitos estudantes, além de sofrer pressão por parte do grupo familiar e dos amigos, ainda deve lidar com um problema bem mais importante, a falta de solvência econômica para se inscrever em algum curso preparatório. 

Atualmente, fazer um cursinho é fundamental para que o estudante se sinta seguro e adquira todos os conhecimentos necessários para enfrentar com segurança a maratona de provas. Como forma de diminuir este problema, muitas universidades públicas  têm realizado parcerias com Prefeituras para realizar em conjunto cursos preparatórios para Enem e vestibular. Seguindo esta tendência e trabalho em conjunto, a UFOP junto à Prefeitura de João Monlevade estão disponibilizando vagas para o curso pré-vestibular Rumo à Universidade. Este cursinho está sendo oferecido de forma gratuita e é  para estudantes que estão cursando o último ano do ensino médio ou que já concluíram este nível de escolaridade em instituições da rede pública de ensino ou que tenham tido bolsa integral em escolas particulares.

No pré-vestibular serão ministrados conteúdos nas disciplinas de língua estrangeira, geografia, biologia, química, história, redação / português, física e matemática. As aulas ficarão por conta dos professores da rede pública e também dos alunos do ICEA da UFOP. Como não será cobrada mensalidade, os estudantes precisarão arcar com os custos de transporte e de cópias (xerox) solicitadas nas aulas. 

Ao todo, o cursinho disponibiliza 35 vagas. Quem quiser participar do processo seletivo deverá realizar a sua inscrição até o dia 19 de dezembro, no horário compreendido entre 13h30 e 18h ou senão no próximo período de inscrições em janeiro, entre os dias 5 e 27 de janeiro no horário das 13h30 e 17h30. As inscrições estão sendo recebidas no ICEA localizado no Bloco C, no primeiro andar. O ICEA está sediado na Rua Trinta e Seis, n° 115, no bairro Loanda. 

A avaliação dos candidatos será realizada no dia 31 de janeiro de 2015. 

Por mais informações sobre o processo seletivo acesse www.icea.ufop.br.

Por Melina Menezes


Está aberto o período de inscrições para o processo seletivo do Cursinho Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade da Universidade de São Paulo localizada em Ribeirão Preto.

Se você está interessado em participar do processo de seleção, fique atento quanto ao término das inscrições. O final do período para efetuar a inscrição será o dia 10 de janeiro. O valor a ser pago pelo direito a participar do certame é de R$ 30. Para concorrer a uma das vagas, preencha o formulário neste site

A avaliação dos candidatos será realizada através da aplicação de quatro etapas: a primeira é a pré-matrícula online, a segunda é a prova, logo ocorrerá uma terceira que consta de entrevista individual e por último o interessado precisará realizar a inscrição de forma presencial.  

Após a inscrição online, serão avaliados e selecionados 150 candidatos, eles deverão fazer a prova objetiva. O valor da taxa de inscrição precisará ser recolhido até o dia 20 de janeiro, o pagamento da mesma deverá ser feito mediante depósito bancário. 

A aplicação das provas será feita no dia 24 de janeiro, no período vespertino a partir das 13h, conforme foi explicado anteriormente, somente aqueles candidatos aprovados na pré-matrícula poderão participar desta segunda etapa. Esta fase consta de uma prova objetiva de múltipla escolha onde serão cobrados conteúdos de matemática, língua portuguesa, história, geografia, química, física e biologia.

As entrevistas ocorrerão entre os dias 26 de janeiro e 2 de fevereiro. A entrevista individual é realizada com o intuito de comprovar as informações concedidas na pré-matrícula. Como o intuito do cursinho é proporcionar aos alunos que cursaram o ensino médio em instituições da rede pública ou que foram bolsistas integrais em escolas particulares, a avaliação realizada no momento da entrevista também terá conotação socioeconômica.  

No dia 4 de fevereiro serão informados os aprovados, a realização da matrícula presencial deverá ocorrer no dias 9 e 10 de fevereiro.  

De acordo com o calendário acadêmico, o início das aulas será no dia 2 de março. 

Por mais informações acesse o site ou encaminhe um e-mail para matriculas.cursinhofearp@gmail.com.  

Por Melina Menezes


Foi anunciado recentemente que o período de recebimento das inscrições para o Cursinho Solidário, um projeto que tem seu foco voltado para alunos que estejam cursando o segundo ou o terceiro ano do nível médio, que sejam provenientes de escolas públicas e de baixa renda. O projeto é ainda destinado para aqueles que irão prestar vestibular no ano que vem.

O Cursinho Solidário é apoiado pelo Instituto Positivo, o projeto em questão abre aos alunos interessados um total de 360 vagas. Essas chances são para cursos preparatórios e são gratuitos.

De acordo com as informações divulgadas até o momento pela organização do projeto a previsão é de que os candidatos participantes comecem suas aulas no dia 20 de fevereiro de 2014. Serão ao todo 30 aulas por semana. O curso também oferece assistência extraclasse e simulados.

O Cursinho Solidário já existe há doze anos, o mesmo é idealizado e coordenado pela ONG Formação Solidária. No momento atual são 80 professores que ministram aulas voluntariamente. Dentre estes 16 fazem parte do Grupo Positivo.

Outro detalhe importante é que todo o material didático que o aluno fará uso será subsidiado pela empresa Editora Positivo.

Os candidatos selecionados para participarem do curso irão estudar na sede Batel do Curso Positivo e na UTFPR que se encontra no centro de Curitiba/PR. As aulas acontecerão de segunda a sexta-feira nos horários das 18h45 até às 22h20. Nos sábados as aulas acontecem entre 7h30 e 12h.

Os interessados em aproveitar mais essa oportunidade de se qualificarem profissionalmente poderão garantir suas inscrições até a data limite de 25 de janeiro de 2015. A ficha de inscrição está sendo disponibilizada no seguinte endereço eletrônico: www.cursinhosolidario.org.br. O valor estipulado para a taxa de participação é de R$ 40.

A seleção dos participantes será feita através de duas etapas. A primeira delas será composta de provas objetivas. A previsão é de que os exames sejam aplicados no dia 31 de fevereiro de 2015.

Para saber mais o candidato poderá entrar em contato pelo telefone (41) 3234-2363.

Por Denisson Soares


Está aberto o período de inscrições para os jovens que desejem participar do curso pré-vestibular do Curso XII de Maio. Este cursinho é um projeto de extensão da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. As inscrições serão recebidas até o dia 6 de fevereiro. Nesta ocasião o cursinho preparatório está oferecendo 330 vagas

Podem candidatar-se às vagas do curso aqueles estudantes que cursaram pelo menos dois anos do ensino médio em escolas da rede pública. As inscrições estão sendo aceitas no Centro Acadêmico da Faculdade de Medicina, localizada na Rua Alexandre Baraúna, n° 949, no horário entre as 8h e as 20h. No ato da inscrição o estudante precisará apresentar histórico escolar ou uma declaração, também deverá entregar cópias e apresentar os originais da carteira de identidade e do CPF e uma foto 3×4. 

Para participar do processo de seleção o candidato deverá pagar uma taxa de R$ 35.  

A avaliação dos candidatos será feita mediante a aplicação de uma prova objetiva múltipla escolha, as questões serão realizadas tendo como base o conteúdo exigido no Exame Nacional do Ensino Médio, Enem. A realização das provas será no dia 8 de fevereiro no período matutino, das 9h às 12h. 

Conforme o cronograma informado pelo cursinho, o resultado final será divulgado no dia 9 de fevereiro. Ainda seguindo as datas presentes no cronograma, o inicio das aulas está marcado para o dia 20 desse mesmo mês. O horário das aulas será no período noturno, de segunda a sexta-feira. 

Além das aulas curriculares ao longo do ano, é disponibilizado aos alunos um laboratório de redação e oficinas de resolução de questões, estas atividades extras colaboram com o estudante no entendimento das disciplinas. O material didático utilizado no cursinho é próprio, no entanto o aluno precisará desembolsar 10% do valor de um salário mínimo como taxa de manutenção do cursinho. 

Por mais informações acesse o endereço eletrônico do projeto de extensão ou ligue para os telefones (85) 3082 5202 ou (85) 8633 7473. 

Por Melina Menezes


Está aberto o período de inscrições para o curso pré-vestibular da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" na cidade de Registro.

O cursinho preparatório está oferecendo 80 vagas, sendo que este total de oportunidades será dividido em 2 turmas. Para concorrer a uma das vagas o interessado precisará ter concluído o ensino médio em instituições da rede pública de ensino, ou ter conseguido bolsa integral em escola particular durante os anos de ensino médio.

Podem candidatar-se às vagas aqueles jovens que estejam regularmente matriculados no segundo ou no terceiro ano do ensino médio. Uma condição geral é que esses jovens que desejem participar do cursinho deverão estar impossibilitados de custear um curso do mesmo tipo no âmbito privado. Logo de realizar a inscrição, os estudantes deverão encaminhar cópias de todos os documentos solicitados no edital de abertura do processo de seleção, os documentos deverão ser entregues através do e-mail cursinhoconteudo@gmail.com.

O processo seletivo deverá acontecer no dia 23 de fevereiro no período vespertino, das 13h às 18h. A avaliação dos candidatos será feita mediante a aplicação de provas objetivas de múltipla escolha e também uma prova de redação. 

Logo dessas etapas escritas, os candidatos serão submetidos a etapas incluindo avaliação socioeconômica e entrevista.  

Conforme as informações contidas no documento do processo de seleção, o resultado será publicado no dia 28 de julho, também seguindo as informações do edital, o início das aulas está previsto para março, já a finalização será em novembro. As aulas serão ministradas na Rua Nelson Brihl Badur, n° 430, na Vila Tupi, na cidade de Registro. O horário das aulas ficou fixado para iniciar às 18h30 e finalizar às 22h20.  Ao longo do curso, deverão acontecer três simulados para que os candidatos fiquem familiarizados com o estilo das provas do vestibular.  

Se ficou com dúvidas quanto ao regulamento, pode ligar para (13) 3828 2900, também poderá consultar estas informações no site cursinhoconteudo.blogspot.com.br. Caso deseje, poderá entrar em contato por e-mail através do endereço cursinhoconteudo@gmail.com.  

Por Melina Menezes


Quem ainda não se inscreveu no processo seletivo da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) tem uma nova chance, pois o prazo de inscrições foi prorrogado. As chances são para o curso de graduação de Bacharelado em Administração Pública e para o curso de especialização em Educação Especial, ambos se enquadram como ensino a distância – EAD. A instituição oferece 225 vagas, das quais 125 destas são destinadas ao município de Camapuã e 50 para São Gabriel do Oeste.

O novo prazo termina no dia 12 de janeiro de 2015, sendo necessário preencher o formulário de inscrição, disponível no site da Fapems www.fapems.org.br/home. O preenchimento do formulário de inscrição compreende na informação de dados pessoais e a indicação do polo ao qual o candidato pretende concorrer. O valor da taxa de participação é de R$ 70, paga em qualquer agência bancária.

As provas:

Os candidatos serão submetidos à prova escrita de conhecimentos gerais e redação, de caráter eliminatório e classificatório. Ela terá duração de 4 horas e será aplicada na data provável de 25 de janeiro de 2015. O resultado final será divulgado, provavelmente, no dia 30 do mesmo mês, somente para os alunos do curso de Administração Pública. A divulgação do resultado final no para o curso de Educação Especial, acontece no dia 06.

Sobre o curso:

O início das aulas para os aprovados no processo seletivo para o curso de Bacharelado em Administração Pública está previsto para o mês de fevereiro. Já os alunos do curso de especialização em Educação Especial iniciarão as atividades em abril de 2015.

A especialização na modalidade EAD terá a carga horária de 465 horas, sendo que é  previsto, pelo menos, dois encontros presenciais por polo em cada disciplina. A duração mínima do curso é de 15 e máxima de 18 meses, conforme o desenvolvimento do aluno e a didática de ensino.

Por Ana Rosa Martins Rocha


Nove entre dez crianças já sonharam e se imaginaram futuros médicos, de maneira lúdica esse pensamento é despertado e com o passar dos anos acompanha algumas dessas crianças. Como toda profissão há diversas áreas para especialização como Pediatria, Cardiologia, Neurologia e outras tantas mais. Contudo, o que está incluso nessa profissão é que o profissional dessa área tem o dever de cuidar, saber quais medicamentos necessários e o tipo de tratamento ou cirurgia que será aplicado.

O curso tem a duração de 6 anos e é divido em três momentos. O primeiro é conhecido como ciclo básico, o segundo ciclo profissional, e o terceiro, internato ou estágio. Logo após passar por essas três fases o estudante adquire o diploma e sai da faculdade como Clínico Geral, se for partir para uma especialização ele precisa ir para a residência que terá duração de, no mínimo, 2 anos

Todavia mesmo o médico não possuindo especialidade ele exerce determinadas funções como atendimento ao cliente (fica por dentro de todos os sintomas por ele sentido), acompanhamento em hospitais, clínicas, receitar medicamento para diagnóstico identificado, realizar cirurgia, fazer o primeiro atendimento e se preciso indicar especialista para área, pedir e analisar exames, emissão de atestados, orientar enfermeiros de sua equipe, etc.

Por ser uma das profissões que mais atraem, também tem um mercado amplo e ao mesmo tempo carente e a cada dia necessita-se desses profissionais das mais diversas especializações em todo o Brasil, tanto na rede pública quanto privada.

Assim como as demais áreas de saúde esses profissionais têm mais do que a finalidade de diagnosticar doenças, mas têm o dever moral para contribuir com a melhora dos seus pacientes, com dedicação, amor pela profissão e honra para com cada paciente que são frutos de longos anos de estudo e de um sonho nascido na infância, na maioria dos casos. Ser médico é ter mais que uma profissão, é amar a vida de todas as formas.

Por Luciana Viturino


Claro que quando surge o estalo para a profissão tão sonhada, pensamos nas possíveis faculdades que esperamos vivenciar a concretização de nossos desejos. Então você já tem ideia quais os melhores vestibulares? Onde ficam? Se com a nota no ENEM dá para entrar em uma dessas faculdades? Essa é a hora para que você tenha o devido conhecimento e vamos separar por região para o melhor entendimento, e claro observando qual o curso que você escolheu ou vai escolher e se essa faculdade se destaca te proporcionando o melhor ensino. Então, para começar, vamos falar onde elas se concentram.

Na Região sul destacam-se as seguintes faculdades: Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Universidade Federal de Santa Maria; Universidade Federal de Pelotas; Fundação Universidade Federal do Rio Grande; Universidade Estadual do Rio Grande do Sul; Universidade Luterana do Brasil; Universidade de Caxias do Sul; Pontifícia Universidade; Católica do Rio Grande do Sul; Universidade do Vale do Rio dos Sinos; Universidade de Passo Fundo.

Nas Regiões sudeste e centro-oeste: Universidade de São Paulo; Universidade Estadual de Campinas; Universidade Presbiteriana Mackenzie; Universidade Estadual de Montes Claros; Universidade Estadual Paulista; Universidade Federal do Rio de Janeiro; Universidade Federal de Viçosa; Universidade Federal de Alfenas; Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Universidade Federal do Espírito Santo Universidade de Brasília; Universidade Federal de Goiás; Universidade Federal de Mato Grosso; Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Nas Regiões norte e nordeste: Universidade Federal do Amazonas; Universidade Federal do Pará; Universidade Federal da Bahia, Universidade; Universidade Bahiana de Medicina; Universidade Salvador; Universidade Estadual da Bahia; Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia; Universidade do Vale do São Francisco; Universidade Estadual do Ceará; Universidade Federal de Pernambuco; Universidade Estadual de Pernambuco; Centro Universitário Tiradentes; Universidade Regional do Cariri.

Essas faculdades se destacam pelo ensino prestado. Agora, com calma e paciência, é só analisar o seu curso, e ler sobre a faculdade de sua escolha.

Boa sorte!

Por Luciana Viturino


O Gestor de RH é extremamente importante e essencial no quadro de empregados de uma empresa, pois executa atividades com grande responsabilidade a fim de garantir um melhor resultado para a empresa. É dele o dever de analisar currículos, fazer entrevistas, ser responsável por pagamentos dos demais empregados, com isso é essencial que tenha noções de Direitos Trabalhistas.

Para desenvolver com maestria as funções a ele imposta é necessário que o profissional seja comunicativo, responsável, tenha um ótimo desempenho para perceber onde é a fragilidade da empresa e criar um método para uma rápida solução.

Para se torna um Gestor de Recursos Humanos se faz necessário que o interessado tenha concluído o curso de Recursos Humanos ou até mesmo de Psicologia. Como existem muitas vagas para esse tipo de profissional, ele atua mais nas áreas em que destacam para busca de empregados ou dispensas. Sendo possível perceber que a cada dia que passa as empresas estão dando uma ampla importância para o Gestor de Recursos Humano. Isso tem reflexo no aumento da procura para especialização nessa área e  consequentemente a alta nos salários.

Com o desenvolvimento do país e abertura de empresas, o número alto para administrar e fazer a ligação entre os empregados com a diretoria, ser responsável por tudo que envolve a parte burocrática, houve a necessidade de se implantar esse profissional para que tudo funcione na mais perfeita ordem, buscando o equilíbrio e distribuindo as devidas obrigações para que a empresa tenha ótimos resultados.

Essa é uma profissão em alta e deve ser uma das mais importantes no mercado e o profissional que queira se destacar deve, além de fazer o curso superior e se aperfeiçoar buscando o destaque, ser extremamente profissional, pois é de sua responsabilidade o funcionamento de maneira eficaz da empresa e garantindo uma boa escolha de novos funcionários para alcançar as metas a serem alcançadas.

Por Luciana Viturino


A grande importância que o profissional da área de Relações Públicas tem para a empresa que representa é a confiança que ele exerce para os demais, pois é responsável por passar uma imagem favorável da empresa e essa pode ser tanto pública quanto privada ou até mesmo trabalhar em empresas de consultoria. No entanto, esse profissional tem que ter alguns requisitos básicos, pois ele é a voz da empresa: deve ser confiante, ter uma boa imagem, notável domínio linguístico, ótima memória, um bom feedback, ter facilidade em comunicação e interação com as pessoas, paciência para que sejam entendidas as ideias a serem transmitidas.

Para ser formar o profissional da área o curso tem um prazo de 4 anos e as maiores concentrações dele estão nas regiões sul e sudeste. O Brasil conta atualmente com 72 cursos de Comunicação Social, e destaca-se por ser o único país em ter uma legislação própria para essa categoria de trabalhador. A primeira faculdade a inserir o curso em sua grade foi a USP por volta dos anos 40, tudo isso iniciado quando uma grande empresa canadense veio se instalar em terras brasileiras e que tomamos conhecimento desse profissional e foi graças à empresa e ao Eduardo Pinheiro Lobo, que começou a trabalhar fazendo essa comunicação e a imagem da empresa. Hoje ele é o patrono da profissão tendo o dia do seu nascimento marcado como para comemorar o dia da Relação Pública.

O profissional tem várias áreas em que pode atuar e se especializar, sendo elas: Administração e Gerência, Assessoria e Consultoria, Eventos (Palestras), Pesquisa de Opinião.

Graças aos direitos adquiridos pelo consumidor hoje a maioria das empresas contam com esses profissionais para saber investir no público e na imagem que tem que ser passada, a importância de se levar para os mercados empregados especializados tem se destacado em alguns setores, como relação pública que trabalha na administração direita e indireta, em setores essenciais da economia como o turismo.

Por Luciana Viturino


Você já pensou em qual faculdade irá estudar? Não? E também já escolheu o seu curso? Não? Pois estou aqui para lhe ajudar. Às vezes, muitas pessoas cursam o que não querem pelo fato de não saberem o que escolher. Existem milhares de cursos, mais você precisa de uma vida inteira para escolher um só. Se escolher um curso errado, será perda de tempo não é? Então aqui vou lhe mostrar três cursos bons que também possa ser de seu interesse.

Você já pensou em ser Arquiteto? É uma área em que você irá projetar e organizar espaços externos e internos de acordo com a funcionalidade e o bom conforto. Imagina você fazendo, pelo próprio esforço, aquela casa dos sonhos? Esse curso tem a duração média de 5 anos, e nele você também estuda as disciplinas de Ciências Humanas e Exatas.

Agora vou lhe mostrar um pouco de como é ser um bom Veterinário. Esse profissional é capacitado para cuidar de animais silvestres e domésticos, além de cuidar da saúde, alimentação e reprodução de rebanhos. Outra questão importante, é que em sua profissão ele também pode inspecionar a produção de alimentos de origem animal. Um Médico Veterinário está cada vez mais valorizado, pois os “pets”, animais de estimação estão aumentando muito pelo fato de as famílias estarem diminuindo o número de filhos.

Bom, eu já mostrei alguns cursos. Agora eu vou falar um pouco sobre o curso de Ciências Contábeis, pois independente do passar dos anos, esse curso nunca sairá de moda pelo fato de todas as empresas de porte médio e grande precisar de alguém para controlar as suas finanças, lucros e despesas. Esse curso tem uma duração em média de 4 anos e dependendo da faculdade de sua escolha, poderá ser feito em modo presencial, semipresencial e online. O salário inicial poderá ser de R$ 1.800,00 a R$ 2.000,00, é um bom começo, não acha?

Para quem pensa em fazer vestibular esse ano ainda, a Faculdade Anhanguera e a Faculdade Fama estão com as inscrições abertas.

Para mais informações sobre os cursos basta acessar o site guiadoestudante.abril.com.br/home.

Boa sorte!

Por Luciana Viturino


Você já concluiu o ensino médio e não sabe qual profissão deve seguir? Já ficou pensando em um dia ser bombeiro, no outro dentista, no outro médico e por fim, querer várias profissões ao mesmo tempo? Então, você ainda não sabe o que seguir e precisa ler essa matéria que foi feita especialmente para você.

A princípio, o primeiro fator que tem de ser levado em consideração é a pressa. O velho ditado prevalece “a pressa é inimiga da perfeição”, porém, lembre-se de que você também não pode ficar muito tempo parado. Vai chegar uma hora que você tem que decidir o que vai fazer.

Outro passo importante a ser seguido são os testes vocacionais. Eles são de grande valia para quem almeja definir o caminho que realmente quer trilhar. Contudo, melhor do que isso é ir em busca de um profissional da área que se deseja seguir. Nem sempre o que vemos na teoria corresponde com a prática da profissão e é aí que você vai poder se enxergar futuramente.

Ah e se você está querendo um curso por que seu pai, mãe ou algum parente próximo quer que você faça, então esqueça. Você tem que se encontrar, fazer uma autoavaliação do que realmente gosta e escolher um curso que tem a ver com você. Vejo muitos pais querendo que os filhos se tornem médicos sendo que eles não têm a mínima aptidão para o curso. Por isso, vá em busca da prática, faça testes, leia mais sobre o que você quer e se possível peça ajuda a tais profissionais.

Os cursos livres de cada área podem ser um diferencial e ali você consegue diferenciar quem apenas pretende fazer um curso superior daqueles que almejam seguir carreira na área. Cabe ressaltar que alguns filmes podem ajudar, mas nem sempre eles correspondem com a realidade dependendo da área, o melhor é ir em busca da parte prática.

Boa sorte!

Por Luciana Viturino


Já imaginou ser um profissional de informática? Você se considera criativo e gosta de exatas? Então, esse pode ser um ótimo curso para você. A profissão possui diversos ramos nos quais o graduado pode atuar que vão desde a criação de jogos, desenvolvimento de softwares para celulares ou para sistemas distribuídos, trabalho com inteligência artificial, entre várias outras atividades. Todavia, o mercado de trabalho da computação é voltado em sua grande maioria para três áreas, como Engenharia de Software voltado para o desenvolvimento de sistemas de informação, Engenharia de Hardware destinado a arquitetura de computadores e máquinas e, por fim, Pesquisa Teórica.

O curso mais destacado no Brasil é o da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), na Paraíba. O curso tem duração de quatro anos e o foco principal é no desenvolvimento de softwares. Após o término o graduado pode se tornar gerente de projetos, gerente de redes e administrador de banco de dados. Além disso, o profissional pode optar também por docência na carreira acadêmica.

Se você se interessou pelo curso e gosta de desenvolver e utilizar a criatividade não tenha dúvidas, esse curso é para você. Cabe ressaltar que o curso é para quem não gosta de muito trabalho mecânico e o domínio do inglês é primordial, uma vez que a maioria dos livros é em língua inglesa.

Um dos destaques da área é o mercado de trabalho, o qual é bastante promissor e promete várias vagas para os próximos anos. Muitas delas serão para o exterior e entre as grandes empresas do ramo podemos destacar o Google, o Facebook e a Microsoft. No decorrer do curso há vários campeonatos no exterior em que você pode aprender com as mentes mais brilhantes da área. Podemos afirmar, ainda, com plena convicção, de que nos próximos anos as pessoas que não possuírem um alto conhecimento de informática ficarão fora do mercado de trabalho. Por isso, é necessário estar em constante atualização.

Por Luciana Viturino


Na hora de terminar o Ensino Médio e escolher uma profissão algumas pessoas ficam em dúvida sobre qual curso fazer. Em alguns casos os candidatos iniciam uma faculdade e somente após um tempo descobrem que não é a profissão dos sonhos. Diante disso, vamos falar a respeito do curso de Letras, o qual a pessoa estuda Língua Portuguesa e idiomas estrangeiros, bem como literatura.

A princípio o profissional da área pesquisa e ensina a Língua Portuguesa, outros idiomas e suas literaturas. Todavia, o universitário poderá optar por se especializar em uma língua moderna, quais sejam: Inglês, Francês, Espanhol e Alemão e outras línguas consideradas clássicas por alguns estudiosos, como Latim e Grego. Entretanto, é importante destacar que o profissional deverá estudar sempre essa área a fim de conseguir o domínio das línguas estrangeiras e manter-se atualizado.

O mercado de trabalho dos profissionais é destinado a escolas de ensino fundamental e médio ou escola de idiomas. Porém, há outros locais como é o caso das editoras, nas quais o atuante poderá trabalhar na preparação de livros e revisar ou traduzir textos e áreas de interpretação e secretariado bilíngue em algumas empresas.

Alguns cursos no país incluem o estudo de Libras, mais conhecida como a Língua Brasileira de Sinais, e o professor poderá ministrar aulas em escolas da educação básica para alunos surdos e orientar a metodologia de ensino para esses estudantes. Um dos exemplos é encontrado na Universidade Federal do Maranhão, localizada na cidade de São Bernardo, a qual oferece licenciatura interdisciplinar em linguagens e Códigos. Isso ocorre após a formação geral, em que o atuante poderá cursar mais um ano e obter o diploma de licenciado em Letras, Músicas ou Artes Visuais.

Vale destacar que há uma demanda atualmente por profissionais deste setor, pois como a área educacional está precária no Brasil, não são todos os licenciados que querem lecionar. 

Por Luciana Viturino


Já está finalizando o prazo para se inscrever no curso pré-vestibular da Universidade Estadual do Ceará (UECE). As aulas do curso iniciarão poucos dias após a finalização desse prazo.

Estão abertas as inscrições para a realização do cursinho pré-vestibular da UECE somente até dia 1º de agosto. O cursinho que leva o nome de UeceVest, disponibiliza laboratórios de redação, simulados, aulões, cursos temáticos, auxílio e preparação para o Enem, e aplicação de teste vocacional.

Quem quiser participar do curso pré-vestibular da UECE precisará se inscrever de forma presencial, comparecendo à Coordenação do UeceVest, localizada no Campus de Itaperi, em Fortaleza (CE). O horário para realizar a matrícula é das 8h às 20h de segunda a sexta-feira. De acordo com o cronograma, as aulas iniciarão no dia 4 de agosto.

O cursinho preparatório fornece os materiais de estudo como apostilas, assim com a carteira de estudante e o uniforme que neste caso é uma camisa. O início das aulas será no dia 4 de agosto, a duração do curso é de cinco meses.

As vagas que estão sendo oferecidas pelo UeceVest são para os três turnos, desta forma, mais estudantes poderão ter acesso às turmas. O horário do turno da manhã é das 7h30 às 11h30; o turno vespertino é das 13h30 às 17h30 e o noturno começa às 18h30 e finaliza às 22h05.

Nesta ocasião também estão sendo aceitas as matrículas de alunos menores de idade, no entanto, só poderão ser inscritos aqueles estudantes que comparecerem com um responsável munido de cópia do CPF e do RG. Serão aceitos também, estudantes que tenham feito o curso no primeiro semestre deste ano, para a inscrição deverão apresentar os comprovantes do antigo semestre.

Para todos os interessados será exigida a apresentação de cópias do diploma de conclusão do ensino médio, RG, CPF e comprovante de endereço. O aluno deverá levar duas fotos 3×4.  O valor da matrícula no curso é de R$ 100, o valor das mensalidades também é de R$ 100, contudo, se o aluno pagar integralmente o curso, terá 20% de desconto nas parcelas. Este desconto somente poderá ser solicitado até dia 1º de agosto. Se o aluno efetuar o pagamento da parcela até dia 5 de cada mês, terá um desconto de 10%, ou seja, ao invés de pagar R$ 100 pagará R$ 90.

Por Melina Menezes


Está aberto o período de inscrição para o processo seletivo da Universidade Federal de Campina Grande, localizada na Paraíba. O processo de seleção é para a Transferência Voluntária para os estudantes que quiserem estudar na instituição já no segundo semestre deste ano. As oportunidades oferecidas neste edital são para estudantes oriundos de outras instituições de ensino superior tanto da rede pública quanto da particular. Ao todo, estão sendo disponibilizadas 355 vagas em diversos cursos de graduação da instituição.

Se você está disposto a participar do processo de seleção deverá cumprir certas exigências como estar matriculado e frequentando um curso de graduação na modalidade presencial numa instituição reconhecida pelo MEC, ter no mínimo 300 horas concluídas em disciplinas da instituição de origem, não ter superado 50% do tempo mínimo para a integralização do curso da instituição de origem. Outro requisito básico para participar do certame é estar matriculado em um curso da mesma área de conhecimento do curso pretendido na UFCG. Caso o estudante esteja regularmente matriculado numa universidade fora do país, a instituição deve estar em dia com as suas obrigações e ser reconhecida pelo órgão competente no seu país.

Para participar do Processo Seletivo de Transferência Voluntária, PSTV, o interessado precisará preencher o formulário de inscrição até dia 7 de agosto no endereço eletrônico da UFCG. O valor a ser pago pelo direito à participação na seleção é de R$ 50.

A avaliação dos candidatos inscritos será feita através de um teste objetivo múltipla escolha de Linguagens e suas tecnologias, ou seja, língua portuguesa. A data de realização da prova é 14 de setembro no período matutino, das 8h às 11h. O conteúdo programático da matéria será o mesmo solicitado pelo Exame Nacional do Ensino Médio.

Segundo o cronograma do PSTV, a divulgação do resultado final será feita no dia 30 de setembro. A matrícula dos novos estudantes da UFCG será realizada nos dias 2 e 3 de outubro, já as aulas começarão somente dia 13 de outubro.

Por Melina Menezes


Caso esteja pensando em complementar sua graduação e fazer um curso de pós-graduação, deverá pensar na possibilidade de estudar no Ibmec. Com localização no Rio de Janeiro (RJ), o Ibmec está com as inscrições abertas para os cursos de pós-graduação nos centros de estudos sediados nos bairros Centro e Barra da Tijuca.

O Ibmec é reconhecido por oferecer cursos de qualidade na área de gestão, tanto de graduação quanto pós-graduação e MBA. As áreas atendidas pela instituição são Gestão Esportiva, Comunicação e Marketing, Logística, Relações Internacionais, Processos, Projetos, Direito, Finanças e Pessoas.

A inscrição nos cursos de pós-graduação estará disponível através do endereço eletrônico www.ibmec.br/pos-rj. No site também poderá verificar todos os cursos oferecidos pelo Ibmec, alguns deles são MBA de Finanças, Controladoria, Gestão Estratégica, Gestão de Projetos e Comunicação Estratégica.

Para profissionais que já têm experiência e também para gestores está disponível o curso Master em Gestão de Ativos Financeiros. A Pós-Graduação CBA disponibiliza os cursos de Gestão de Negócios, Negócios Internacionais, Gestão de Recursos Humanos, Gestão e Marketing Esportivo, Logística, Marketing Estratégico, e Gestão Estratégica por Processos.

No que diz respeito à continuação dos estudos dos graduados em Direito, são oferecidos cursos de Pós-Graduação em Direito Processual e Gestão Jurídica e também em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho.

O Ibmec é considerado um dos mais importantes centros de educação profissional no Brasil, está presente no mercado educacional há mais de quatro décadas, continua com a visão de desenvolvimento intacta e prioriza, acima de tudo, a qualidade nos cursos que ministra. Um dos principais objetivos do Ibmec é desenvolver os alunos de forma dinâmica e coerente ao que o mercado espera dos novos profissionais.

O Ibmec caracteriza-se por incentivar nos seus alunos o espírito empreendedor, a formação de líderes com capacidades inovadoras afim de que possam ocupar posições de destaque no ambiente organizacional.

Por Melina Menezes


O MEC (Ministério da Educação) disponibilizou o interstício de dois cursos de Medicina empregados em universidades privadas que corresponde ao ensino superior, ofertando oportunidade aos interessados a explicitação de 120 vagas.

A autorização proporcionada pelo Ministério da Educação está integrada a portaria, a qual foi mencionada no mês de junho através da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior. O curso especificado é sempre o mais procurado em distintas instituições propagadas pelo país, influenciando na elevação de candidatos por vaga durante os processos seletivos que são efetivados.

Será implicado ao preenchimento um total de 120 vagas. Estará distribuída em duas subdivisões que integram a bifurcação de 60 vagas a Faculdade Ubaense Ozanam Coelho, onde se encontra situada no estado de Minas Gerais, e as demais existentes nas Faculdades Inclusas de Patos, na Paraíba.

A autorização em relação à abertura de cursos referenciados a Medicina está cada vez mais difícil de ser alcançada, e impõe alta disposição nos últimos meses. A Medicina muitas vezes não é disputada apenas pelo o amor que os candidatos empregam à profissão, mas principalmente pela estabilidade financeira que adquirem com a execução eficaz do desempenho especificado. Por esse motivo, está no ápice da concorrência em vários processos dispostos em diferentes cidades.

A concorrência é imprescindivelmente altercada em todos os estados brasileiros. A cada vestibular a aprovação se torna mais difícil pela quantidade de pessoas que estão dispostas a ocupar uma vaga distribuída pela instituição característica a cada local. A qualificação do curso deve ser extremamente analisada, e reprovada caso não esteja apta a formar excelentes profissionais da saúde, expondo conhecimento expressivo.

O objetivo primordial é salvar vidas, por isso, o cuidado em avaliar cada quesito a ser empregado para que o andamento possa ser iniciado, deve ser extremo. Lidar com vidas interliga ao risco constante e aprendizado superior ao esperado, para que todos possam ser atendidos e diagnosticados corretamente.

Em maio, foi totalizada a liberação de oito cursos de Medicina associados a universidades federais de cidades que compõem o interior do país. Foram aproximadamente 420 vagas distribuídas. No início do ano, o ministério aprovou a abertura de 1.340 vagas por ano referente ao curso de Medicina sendo propagadas entre processos já existentes e outros dois novos.

O governo está disposto a desenvolver constante progressão em relação às vagas destinadas ao curso em contexto para atingir a meta do Programa Mais Médicos, que tem o interesse em apresentar 11.447 vagas unidas a instituições públicas e privadas até o ano de 2017.

Por Lorena de Oliveira


Muitas pessoas pensam que estudar Biblioteconomia é algo vago, e que a única oportunidade de emprego para os profissionais da área é virar Bibliotecário de alguma instituição de ensino. Mas não; a criação do curso está profundamente ligada à história da leitura e do livro, ao desenvolvimento de novas técnicas de divulgação e principalmente reprodução de conteúdo de informação.

Antes, o profissional de Biblioteconomia era responsável somente pela guarda do acervo de bibliotecas públicas e instituições de ensino privadas, hoje esse profissional pode ser definido de forma mais ampla como mediador entre a população e o conhecimento que é registrado em diversos tipos de materiais, sejam eles eletrônicos ou convencionais de papel. O profissional de Biblioteconomia tem algumas atribuições, como ter planejamento, organização, e estudar a implantação de centros de documentação e acervos tecnológicos, processando documentos variados. O mercado de trabalho está em crescente crescimento para a área, além de trabalhos convencionais em bibliotecas é bastante amplo a procura por serviços em centros de pesquisas, empresas, museus e comércio além de prestação de assessoria e consultoria para grandes editoras e profissionais liberais.

O curso em si, tem a duração de quatro anos e visa ensinar o aluno a exercer domínio sobre os diversos sistemas de informação que incluem bibliotecas e bancos de dados, o curso se consiste de disciplinas variadas que vão de comunicação, história, cultura, realidade brasileira, língua portuguesa e estrangeira até métodos de pesquisa.

As matérias de formação profissional contêm assuntos de informação aplicada, administração de bibliotecas e desenvolvimento de coleções. Devido à grande revolução e crescimento tecnológico e a globalização da tecnologia, é exigido dos profissionais noções de computação, pois profissões arcaicas como arquivista de montanhas de papéis estão em extinção.

O exercício da profissão de Bibliotecário hoje é restrito por lei ao formado em Biblioteconomia, é preciso estar registrado junto ao Conselho Regional de Biblioteconomia.

Para os interessados em cursar Biblioteconomia, é recomendado uma pesquisa ampla das matérias e do mercado.

Por Paulo Victor Bragança


O Pronatec conta com novidades no setor da segurança. Existem cursos que se direcionam de forma direta para aprimorar técnicas militares, no sentido de melhorar profissionais ou qualificar técnicas a quem pretende seguir carreira na área.

Cursos do gênero trazem tecnologias que trabalham para melhorar o nível de infraestrutura no aspecto da defesa civil. Professores especialistas ensinam processos a serem empregados para se formar na carreira militar, de modo qualitativo. Lições contribuem para que missões constitucionais das Forças Armadas sejam cumpridas com êxito.

Alunos dos cursos compreendem práticas sobre como atuar para defender a pátria de modo honroso, a garantir com que poderes constituintes não sejam ameaçados. Quem se forma nos cursos militares da Pronatec consegue dominar diferentes tipos de tecnologias que abrangem o grupo de interesse da Aeronáutica e Marinha do Brasil.

De forma prática, as atividades dos cursos visam apoiar, empregar e preparar alunos para participar de performance que acontece nas Forças Armadas. Conjunto do Programa conta com logística, operações, armazenamento, entre outros tipos de atividades que servem para controlar o ambiente aéreo, naval ou terrestre, de acordo com objetivos dos planos militares.

Currículos presentes na estrutura dos cursos acarretam como característica particular o ato de aprimorar o nível do saber. Campos de tecnologia objetivam evoluir a defesa ou segurança ao contemplar com diferenciais em termos éticos, teóricos e técnicos.

Informações presentes em nota publicada no site da Pronatec indicam que os cursos têm selo do MEC, de acordo com o campo de atuação. Formados têm perícia inclusive em redigir documentos técnicos ou compreender jargões da área.

Não se pode ignorar o fato de que para acessar o mercado de trabalho, candidatos devem prestar concursos públicos e assumir posto trabalhista oficial. Ao fazer os cursos Pronatec, além do certificado, alunos aprendem teoria para melhorar o desempenho em processos seletivos dos poderes municipais, estaduais e federais.

Por Renato Duarte Plantier


O YouTube não foi feito para ver apenas fatos polêmicos ou vídeos engraçados, muitos estudantes o utilizam para se prepararem para o vestibular e reforçar os estudos. Entretanto, as videoaulas são importantes quando o aluno já está cansado de passar muitas horas com a cara nos livros e quer esfriar um pouco a cabeça.

Existem canais para cada tipo de disciplina que são como uma fonte de reforço para o estudante. É o exemplo do canal Só Matemática, em que é possível encontrar diversos conteúdos, entre, o Teorema de Tales, Geometria e Matemática Financeira. Na parte de geografia há um canal da disciplina chamado Só Geografia em que o estudante pode estudar sobre energia, processos migratórios, indústria e aquecimento global.

Na parte de história o canal é do professor Tiago Menta, onde ele aborda temas desde a pré-história e o feudalismo até o Governo Lula. Além deste, há outro que trata de história, chamado: História x Ciência, com vários documentários importantes.

Quem estuda Biologia pode acessar o canal de Biologia que traz vários vídeos explicando a importância da divisão celular e as teorias da evolução. Outro canal de estudos é o Vestibulândia que fornece muitos materiais de química e matemática e aborda os conceitos iniciais de química, sendo possível ao aluno entender os átomos e seus compostos, além de alguns vídeos da parte de geometria. Tudo isso para facilitar a vida e o aprendizado.

Portanto, se você pretende ter apenas um canal para ter acesso a todas as disciplinas é importante que entre diretamente no Canal Educa Bahia, em que há inúmeros vídeos que fazem com que os estudos dos vestibulandos rendam mais e auxilia aqueles que pretendem ter uma excelente colocação no vestibular.

Vale lembrar que diante dessa vasta quantidade de materiais, o aluno não precisa se ausentar de casa, bastando para tanto que tenha disciplina.

Por Luciana Viturino


Está aberto o prazo para efetuar a inscrição e participar do projeto seletivo que definirá o grupo de 120 alunos que integrará o cursinho pré-vestibular da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Este curso preparatório faz parte das atividades do Projeto de Educação Comunitária Integral. Este ano o curso oferece 120 vagas para alunos com condição econômica insuficiente para pagar a cursos pagos.

Quem quiser concorrer a uma das vagas deverá ficar atento, pois o término das inscrições para o curso finalizará no dia 1° de março. O Projeto destina as vagas do seu curso a estudantes que não possuam condições econômicas de pagar um curso deste tipo em instituições particulares e que tenham concluído ou estejam concluindo o ensino médio em escolas da rede pública de educação.

Para se inscrever o interessado precisará acessar o endereço eletrônico www.projetointegrar.org e preencher o formulário de participação. Após se inscrever, o candidato passará por outra etapa, a realização de uma entrevista para avaliar a situação socioeconômica dele e da sua família. As entrevistas deverão acontecer a partir do dia 6 de março.

O resultado final dos aprovados será publicado no site do curso pré-vestibular www.projetointegrar.org.

O Projeto está integrado por professores de cursos particulares similares a este. A intenção da realização do curso é que os alunos sintam-se preparados para enfrentar as provas de ingresso das universidades Públicas, Udesc e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

As aulas do curso são ministradas no Centro de Educação Continuada, de segunda a sexta-feira, das 18h50 às 22h.

Este preparatório é um curso extensivo que se estende de março a dezembro. Há também uma chance no meio do ano para quem quiser fazer o curso e por alguma razão não conseguiu participar desta seleção. A Udesc também oferece um curso semiextensivo de agosto a dezembro. As inscrições para esse pré-vestibular serão feitas na metade do ano.

Por Melina Menezes


Estão prorrogadas as inscrições do cursinho pré-vestibular MedEnsina e dos candidatos a monitores da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas.

A Uncisal através da Pró-Reitoria da Extensão anunciou que o período de inscrições foi prorrogado até o dia 14 de março.

Quem quiser tentar uma vaga no cursinho deverá possuir ensino médio completo ou estar a ponto de finalizá-lo. As oportunidades são para alunos ou ex-alunos da rede pública, alunos bolsistas integrais de escolas particulares, para cenecistas, egressados da educação de jovens e adultos (EJA).

Ao todo, são oferecidas 100 vagas, sendo que destas 80 são destinadas à ampla concorrência, 10 a funcionários e filhos de servidores da Uncisal e outras 10 a candidatos derivados de escolas particulares no regime de bolsista integral. Para as vagas que não forem de ampla concorrência, serão cobrados documentos que atestem as informações cedidas, no caso de egressado de escola particular deverá atestar a sua condição de bolsista e sendo familiar ou funcionário da Universidade precisará mostrar o número de matrícula funcional e documento emitido pela Pró-Reitoria.

Quem quiser se candidatar precisará efetuar a inscrição de segunda a sexta-feira das 16h às 20h30 na parte térrea do prédio da Uncisal. O valor a ser pago pela taxa de participação é de R$ 25. No momento da inscrição o estudante receberá um comprovante com o local e horário de aplicação das provas seletivas e também constará nesse papel o número de inscrição.

O cursinho gratuito ministra aulas de segunda a sexta, das 18h às 21h30, podendo ocorrer algumas aulas aos sábados e eventuais domingos.

Sobre o cargo de monitor, a Proext está solicitando a inscrição de pessoas que desejem fazer parte do serviço de monitoria do projeto MedEnsina. As vagas são para dois cargos distintos, monitor de reforço e monitor (professor). Podem se candidatar às vagas de monitor, estudantes da própria Uncisal ou de outras instituições de ensino superior.

Para mais informações acerca dos processos de seleção ligue para a Proext (82) 3315-6725.

Por Melina Menezes


Foi ampliado pelo Ministério da Educação a quantidade de cursos de Medicina que era ofertada no país. Os municípios que ganharam os cursos foram: Contagem (MG), Pato Branco (PR), Angra dos Reis (RJ), Itaboraí (RJ), Vilhena (RO), Jaraguá do Sul (SC) e Guarulhos (SP).

Segundo o MEC, a iniciativa faz parte do programa Mais Médicos, o qual pretende ampliar a quantidade de vagas de graduação. A ideia é que sejam criadas aproximadamente 3.500 vagas. Todavia, será verificado os 42 municípios que possuem o curso, para saber se a estrutura e os equipamentos públicos para a saúde estão de acordo com o exigido. Para isso, será enviada uma comissão de especialistas que averiguará se o local está ou não habilitado.

O processo de inscrições para conseguir implantar o curso nos municípios foi realizado por meio do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação (Simec), no qual mais de 200 Prefeituras buscaram o acesso. Desta forma, 154 conseguiram finalizar formalmente o processo e, dessas o MEC deferiu 42 propostas, conforme lista divulgada no Diário Oficial da União.

Os municípios que foram pré-selecionados são: na Bahia – Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e Juazeiro; no Ceará – Crato; no Espírito Santo – Cachoeiro de Itapemirim; em Goiás – Aparecida de Goiânia; no Maranhão – Bacabal; em Minas Gerais – Muriaé, Passos, Poços de Caldas, Sete Lagoas; no Pará – Ananindeua e Iucuruí; em Pernambuco – Jaboatão dos Guararapes; no Piauí – Picos; no Paraná – Campo Mourão, Guarapuava, Umuarama e Pato Branco; no Rio de Janeiro – Três Rios, Angra dos Reis e Itaboraí; em Rondônia – Vilhena; no Rio Grande do Sul – Erechim, Ijuí, Novo Hamburgo e São Leopoldo; em Santa Catarina – Jaraguá do Sul; e, em São Paulo – Araçatuba, Araras, Assis, Bauru, Cubatão, Guarujá, Guarulhos, Indaiatuba, Jaú, Limeira, Mauá, Osasco, Pindamonhangaba, Piracibaba, Rio Claro, São Bernardo do Campo e São José dos Campos.

Por Luciana Viturino


Entrar em uma universidade pública no Brasil está se tornando cada vez mais difícil, a concorrência está cada vez maior e as pessoas cada vez mais se preparando de diferentes modos. Muitos ficam perdidos e não sabem por onde começar para poder entrar em uma universidade como a USP, por exemplo.

Confira agora uma entrevista do estudante Rafael Coelho, 20 anos, um estudante do terceiro ano de Geografia da USP, ele conta um pouco como foi sua preparação e sua experiência de ter entrado na melhor universidade do país.

Tom: Primeiramente, muito obrigado por nos conceder a entrevista, por que escolheu Geografia?

Rafael: Eu que agradeço, então, quando eu entrei no cursinho eu queria prestar Rádio e TV, mas com os debates e as aulas eu fui ficando com vontade de prestar cursos de Ciências Humanas (História, Geografia e Ciências Sociais), fiquei entre esses três um bom tempo, meio que no final da preparação escolhi Geografia, mas ainda cheio de dúvidas sobre o que fazer, somente fui descobrir que queria Geografia mesmo depois que entrei.

Tom: E como foi sua preparação, quanto tempo levou?

Rafael: Até julho eu praticamente não estudei, deixava o cursinho meio de lado, em julho que comecei a ficar mais a fim de entrar num dos três cursos e comecei a me empenhar e tudo mais, eu estudava de manhã até a noite nas férias do cursinho, quando o cursinho voltou eu tinha aula de manhã e estudava os conteúdos até a noite (parava por volta de umas 19h), no fim de semana eu não estudava, deixava pra descansar e ler as obras da Fuvest, foi assim até o final da segunda fase.

Tom: E o nervosismo na hora da prova?

Rafael: Geralmente eu não fico nervoso em provas, eu fico mais focado para fazer e esqueço o nervosismo, passei mais nervoso na hora do resultado mesmo.

Tom: O que você pretende fazer no futuro?

Rafael: Ao terminar a graduação em Geografia eu pretendo dar aulas em escolas públicas e cursinhos, além disso, tenho vontade de fazer uma pós-graduação em Geografia Humana ou outra graduação, que seria Ciências Sociais.

Tom: Para finalizar, você tem alguma dica para quem quer entrar na USP, assim como você?

Rafael: Faça um cursinho, estude, dedique-se, é só um ou dois anos se esforçando para conseguir, é só ter força de vontade. E dá uma relaxada às vezes, porque a pressão é muito grande. E também presta o que gosta e não o que os outros querem que você faça, fazer o que gosta é o melhor.

Tom: Muito obrigado Rafael e boa sorte!

Por Tom Freitas


O Serviço Nacional do Comércio está com as inscrições abertas para o preenchimento de diversas vagas para cursos de nível superior em caráter EAD (Ensino a Distância)

Para quem deseja ter um curso de nível superior, mas não possui muitos recursos financeiros e nem de muito tempo para frequentar todos os dias, a solução são os cursos de ensino a distância do SENAC.

Esta modalidade de ensino é ideal para quem deseja ter um curso de nível superior, mas que devido a muitos compromissos já assumidos não possui tempo para frequentar uma faculdade todos os dias.

As inscrições podem ser feitas até a data de 4 de fevereiro de 2014 e o valor da taxa de inscrição é de R$ 20,00.

Os interessados podem ser avaliados de diversas formas:

  • Histórico escolar;
  • Prova de redação agendada;
  • Prova do ENEM.

De acordo com a data de inscrição os interessados serão avaliados, ou seja, no Edital estão marcadas várias datas de provas até o último dia de inscrição.

Os interessados devem levar as cópias de documentos exigidos através do Edital, que estão descritos no Artigo 43 para poderem participar do processo seletivo.

Os cursos oferecidos são oferecidos na área de comércio, educação, gestão e comunicação.

Por Jaime Pargan


Aqui, pois, falaremos sobre dicas importantes para quem ainda não escolheu seu curso ou profissão em termos de vestibular. Essa é, sem dúvida nenhuma, um dos maiores desafios da vida de um estudante. Afinal, ao escolher que profissão seguir, ele deixa de lado várias oportunidades e caminhos que poderia ter seguido. Seja como for, para ajudar em seu processo de vocação, eis alguns pontos relevantes para pensar.

1 – Pense nas profissões que você mais gosta. Faça uma lista com as atividades que, de acordo com a sua opinião, mais tem a ver com seu perfil.

2 – Converse com profisisonais das áreas de seu interesse. Faça perguntas sobre o mercado de trabalho, os salários, as funçõers mais exigidas em seu trabalho. Procure aprender sobre o cotidiano do curso escolhido para ver se, realmente, este se encaixa no seu jeito de ser.

3 – Escreva suas habilidades. Preste atenção nos cursos que mais possuem características parecidas com suas competências. Isso, naturalmente, auxilia no que diz respeito a sua vocação para determinadas tarefas.

4 – Tenha uma segunda opção: embora, em muitos casos, os estudantes já sabem o querem fazer, sempre é bom ter um plano b, algo que possa ser importante caso a primeira escolha acabe se tornando frustante.

Essas foram algumas dicas que tem como objetivo orientar os futuros universitários do nosso país.

Por Madson Lima de Oliveira


Muitos estudantes ainda estão em dúvida sobre qual curso scolher e dedicar sua vida. Trata-se, sem sombra de dúvida, de uma tarefa que exige bastante atenção e conhecimento, fora a vontade de atuar, de trabalhar com isso.

Aqui,pois, daremos a dica de um curso bastante interessante: Filosofia. Esse curso dura, em média quatro anos, e consiste numa formação muito teórica e crítica, sempre visando os questionamentos e a reflexão.  O Filósofo é aquele que investiga,pergunta, se aprofunda em questões e dilemas humanos. Ele, pois, discute pontos epistemológicos como o tempo, a verdade, o amor, deus e outros conceitos extremamente densos,complexos.  

De acordo com o MEC,o salário inicial do Filósofo é de cerca de  RS 1.451,00. Há, na verdade,uma necessidade de uma maior formação de profisisonais da filosofia. O mercado de trabalho oferece não apenas vagas para ser professor, mas também para trabalhar,por exemplo, em áreas culturais.

O Filósofo pode fazer, entre outras coisas, lecionar, criticar e pesquisar. Essa foi mais uma dica para fazer oleitor repensar sobre quais caminhos quer trilhar em sua carreira profisional. Caso tenha gostado, a Filosofia pode ser uma boa opção para seu sucesso.

Por Madson Lima de Oliveira


Saber falar bem a nossa língua e escrever um bom texto é mais do que fundamental para conseguir uma oportunidade de emprego, fazer uma prova de vestibular, a prova do Enem, um concurso, entre muitas outras coisas.

Visando na qualidade de aprendizagem de diversas pessoas, hoje a USP está oferecendo o curso gratuito de português. As inscrições poderão ser feitas até o dia 08 de agosto.

Esse curso é direcionado para pessoas interessadas com idade superior a 16 anos de idade, sendo necessário ter o ensino fundamental completo e que nunca tenham estudado em uma escola particular ou em uma universidade pública.

As aulas serão ministradas por alunos voluntários da USP, na qual o principal objetivo é fazer os alunos trabalharem com eficiência a fala, a escrita e a comunicação em geral.

Mas como se inscrever nesse curso gratuito?

É necessário levar uma cópia de RG, cópia de comprovante de renda de todos que contribuem na renda da casa e cópia de comprovante de escolaridade do ensino fundamental e médio, das 09 às 14 horas, na Escola de Comunicações e Artes da USP, Avenida Professor Lúcio Martins Rodrigues, 443 – Bloco 1 – Sala 13.

Por Josiane Fernandes de Jesus


Sabemos que o vestibular está cada vez mais perto e, por conta disso, os estudantes precisam escolher que profissão seguir. Aqui, para ajudar os alunos, daremos uma dica de curso que não para de crescer no Brasil: a Gastronomia.  

De acordo com o site Guiadeestudante.com,  a gastronomia é a técnica que utuilizamos para o preparo de bebidas e alimentos e também na gestão de restaurantes.  Esse curso dura, em média, quatro anos e o mercado de trabalho deve aumentar 20% no ano de 2014, sobretudo por conta da Copa do Mundo a ser realizada no nosso país.

No entanto, diferente do que o senso comum diz, há vários cargos para quem escolher ser um profissionalda do mundo gastronômico. Alguns exemplos são: Segurança alimentar, Personal chef, Chef de cozinha etc.

Vale lembrar que os estudantes podem, ao invés do Bacharelado, optar pelo curso técnico. Este é mais voltado para a prática e tem duração de dois anos. Em termos de salário, no entanto, a média da remuneração inicial é de  R$ 1.500,00.

Há excelentes escolas de gastronomia no Brasil, mas duas possuem um maior destaque: SC Balneário Camboriú Univali Gastron e PE Recife UFRPE Gastron. e Seg. Alimentar.

Por Madson Lima de Oliveira


O vestibular 2013 está chegando e com ele sempre a mesma angústia, a mesma dúvida de sempre que assola a maioria dos Jovens do Brasil: Que curso devo escolher? Aqui,como caráter de informação e ajuda para o estudantes, falaremos um pouco a respeito de uma interessante  profissão: Jornalismo.

Existem vários meios onde o jornalista pode atuar: revistas, internet, rádio, televisão etc. O curso,que dura quatro anos, é composto por disciplinas tanto práticas, como  teóricas; matérias que vão de Teoria da Comunicação até aulas de Webjornalismo. Se você é curioso, gosta de ler e escrever, aspira por novidades, talvez a carreira de jornalista seja a sua vocação.

O mercado de trabalho é amplo,embora os jornais e revistam estejam diminuindo. Muitos Jornalistas optam por trabalhar como freelancers. Assim, para ser um grande profissional, lembre-se que o jornalismo é uma área que precisa de pessoas com senso crítico e comprometidas não somente com a notícia, mas sim com a melhoria de toda uma nação.

Assim,para uma melhor reflexão de sua parte sobre o jornalismo, deixaremos uma frase do jornalista e grande mestre da literatura, o colombiano Gabriel García Márquez: ''Porque o jornalismo é uma paixão insaciável que só se pode digerir e humanizar mediante a confrontação descarnada com a realidade.''

Por Madson Lima de Oliveira


Um dos cursos mais procurados no Brasil é,  sem dúvida, o de Artes cênicas. Esse curso,todavia, não é voltado  apenas para atores,mas para várias áreas artísticas. Os vestibulandos que optarem por essa profissão devem ir além das técnicas de atuação ou intepretação, pois é essencial ter um olhar amplo, crítico e transformador sobre o papel do artista no mundo, na sociedade atual que vivemos.

Há uma gama de trabalhos para quem optar por esse caminho. Os artistas formadospodem trabalhar com o corpo e a voz,além de atuar em inúmeras produçõees das mais diversas manifestações de cunho artístico. O mercado de trabalho oferece muitas vagas para licenciados, pois há uma grande necessidade de professores que atuem nesse campo.

No Brasil,com efeito,algumas instituições se sobressaem nas Artes cênicas como a Unb, a Universidade de Salvador e várias escolas no Rio e em São paulo. Seja lá como for,  pense nas áreas que você pode atuar como: Direção teatral, Arteterapia, Cenografia, produção, dublagem,Teoria Teatral etc.

A graduação em Artes cênicas dura, em média, 4 anos

Essa foi mais uma dica de profissão para quem vai fazer o vestibular esse ano.

Por Madson Lima de Oliveira


 A Licenciatura e o Bacharelado são duas modalidades da Graduação.  Muitos alunos vão prestar vestibulares e ENEM, mas não sabem do que se tratam essas duas palavras. Por isso, senti a necessidade de escrever esse texto para que esclarecesse essa dúvida.  

Diferente do que muitas pessoas pensam tanto o Bacharelado, quanto a Licenciatura dura em média quatro anos cada uma das modalidades. As duas fornecem diploma.  De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o bacharelado é a modalidade que diploma o indivíduo em determinado campo do saber. A Licenciatura habilita o indivíduo a lecionar.

Trocando em miúdos, o Bacharel é capacitado a exercer o exercício de uma atividade ou profissão, pode se tornar também um pesquisador. Já o licenciado, como o próprio nome diz, obtém licença (permissão) para ensinar.   

Vou dar um exemplo para que possam entender melhor, se alguém que se graduou em Bacharelado em Engenharia Civil, ele não poderá ensinar na Educação Básica, mas pode muito bem fazer mestrado e/ou doutorado e lecionar nas instituições de ensino superior.   

Vale ressaltar que nos cursos de Licenciatura, além das disciplinas específicas da área, são focadas as disciplinas de educação e pedagógicas, por isso a permissão para lecionar na Educação Básica e caso deseje, também no ensino superior.  

Em minha opinião, a Licenciatura é mais completa, porém no Brasil o profissional da área ainda não tem sido reconhecido da maneira devida. Por fim, a escolha é sua. Você agora já deve saber o que irá fazer.

Por Lidiane Freitas


Ao final do ensimo médio, todo estudante se depara com uma árdua escolha, escolher uma profissão.Não é fácil se escolher uma carreira antes dos vinte anos de idade, quando chegou minha vez, passei a analisar diversas possibilidades. Pensei em história, filosofia, jornalismo, publicidade, ciência da computação, dentre muitas outras coisas.

Ao final, eu acabei optando por direito, posso dizer que acertei na mosca. Pois bem, o primeiro passo para se escolhar o curso adequado, é observar em quais matérias da escola você tem mais facilidade.

No meu caso, eu não me dava bem com exatas e biológicas, no entanto, sempre me destaca em ciências humanas. Esse foi o meu ponto de partida, pois assim exclui diversos cursos da minha lista. O segundo passo foi analisar as possibilidades que cada profissão me oferecia,isto é, o que eu poderia fazer depois de concluído o curso superior. Nessa fase, eu eliminei quase todas opções, pois descobri que, embora tenha apreço por muitos cursos superiores, eu não me imaginava atuando nas carreiras que elas proporcionavam.

Enfim, agora é a hora de você conversar com pessoas que cursam o curso desejado, bem como profissionais já formados. Perceba que eu utilizei o termo no plural, o que significa que você não deve conversar com uma única pessoa, mas sim com várias pessoas. Lembre-se que sempre terão pessoas que estão infelizes em todas as áreas, logo, estas com certeza vão te desestimular, da mesma forma que as pessoas que se deram bem vão te estimular, portanto, é importante avaliar os dois lados.

Por Renan Valmeida do Nascimento


Conforme divulgado pela própria instituição, o curso mais procurado na Universidade de Campinas é Medicina, com 127,3 candidatos por vaga.

De acordo com a COMVEST, a comissão responsável pelo vestibular da instituição campineira, este é o quarto ano consecutivo em que cresce o número de candidatos inscritos na disputa por uma das 3.444 vagas da universidade, que estão distribuídas em seus 68 cursos.

Arquitetura e Urbanismo, além de diversos ramos da Engenharia também configuram entre os dez  mais procurados pelos estudantes, seguidos por Comunicação Social com habilitação em Midiologia.

Com mais de 67 mil pessoas no páreo, o perfil dos estudantes tem mudado, pois o índice de alunos que chegam à Insituição oriundos de escolas públicas subiu 17% em relação ao ano de 2012, número que repercute proporcionalmente em todos seus cursos.

Enquanto Medicina cresce na relação candidatos por vaga, outras opções como Gestão em Agronegócio e Tecnologia em Controle Ambiental, registram a maior queda na preferência dos vestibulandos.

Para 2013, será oferecida uma opção a mais: é o novo curso de Sistemas de Informação em período integral, que já em seu primeiro vestibular está com 6 candidatos por vaga, quando serão oferecidas 45 no total.

Mais informações podem ser obtidas acessando o site www.comvest.unicamp.br.

Por Stefania Cardoso


A reitoria da Universidade Estadual Paulista (Unesp) informou na terça-feira (dia 26 de junho) que novos cursos de engenharia serão criados na instituição já para 2013. Os novos cursos de nível superior são o de Engenharia de Bioprocessos e de Engenharia Química, sendo que ambos terão vagas no campus de Araraquara.

Cada curso terá 40 vagas ofertadas no vestibular 2013. A medida foi decidida depois que a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou o Projeto de Lei que autorizava a criação de 11 cursos de Engenharia em nove cidades do Estado. A implantação acontecerá entre 2012 e 2014.

Assim, a Unesp fez um planejamento para a criação dos novos cursos, sendo que todos possuem autorização do Conselho Universitário da instituição.

As disciplinas que serão abrangidas em cada curso, os custos dos mesmos e o projeto pedagógico serão definidos diretamente nos setores administrativos e pedagógicos.

A prioridade da implantação de cada curso será definida através de reuniões feitas pela administração da Unesp.

Neste momento, os gestores entenderam que a maior falta de profissionais estava nas duas áreas cuja abertura de vagas foi anunciada. No entanto, mais cursos podem ser abertos a qualquer momento.

Fonte: Unesp

Por Matheus Camargo


Grande parte da sua vida é dedicada a aprender um pouco de tudo: português, matemática, história, biologia, entre outras disciplinas. Contudo, algumas destas matérias ficam apenas em vagas lembranças, pois quando o ensino médio termina, o apropriado é seguir adiante com o que mais se identifica.

Geralmente, a maioria dos alunos tem em mente qual profissão seguir e começam a se preparar durante o último ano para prestar o temido vestibular.

Para quem tem dúvidas quanto à profissão, uma das opções para se decidir pode ser por meio de uma consulta com um orientador vocacional, que vai analisar seu perfil, seus interesses e indicar algumas áreas de atuação.

Neste momento, é importante pensar no futuro e observar se a profissão escolhida não está saturada no mercado de trabalho. O ideal é fazer uma pesquisa para verificar as áreas em destaque e que necessitam de mais pessoas capacitadas.

Há também a possibilidade de se fazer um curso preparatório para o vestibular, ganhando tempo para a decisão da profissão e facilitando o ingresso em faculdades públicas, normalmente mais concorridas.

Pronto. Após um tempo de esforço e dedicação aos estudos, finalmente chegou o dia do vestibular! Fique tranquilo, descanse bastante antes da prova, alimente-se bem e, acima de tudo, confie em si mesmo. Seguindo estas dicas, o resultado deve ser satisfatório.

Por Anne A. Matioli Dias


Diferente do que a maioria pensa, fazer mestrado não é opção exclusiva de quem quer seguir carreira acadêmica. Há também opções de mestrado profissional, ou seja, voltado para o mercado de trabalho.

Os cursos de mestrado estão sujeitos a autorizações, reconhecimento e renovação de reconhecimento. As avaliações são feitas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Para concorrer às vagas de mestrado normalmente é necessário fazer provas, entrevistas e apresentar um pré-projeto alinhado com a pesquisa do programa ofertado.

A duração desse tipo de curso é de um ano e máxima de dois. Para o mestrado profissional (voltado para o mercado de trabalho) a dissertação pode ser transformada em um projeto, uma patente ou uma intervenção dentro do ambiente de trabalho.

Confira algumas instituições que oferecem cursos de mestrado no Paraná:

– Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Contato: www.unioeste.br e (45) 3220-3032

Áreas: Biociências e Saúde, Conservação e Manejo de Recursos Naturais, Educação, Energia na Agricultura, Engenharia Agrícola, Letras

Custo: Gratuito;

– Centro Universitário Curitiba (Unicuritiba)

Contato: www.unicuritiba.edu.br e (41) 3213-8746

Áreas: Direito Empresarial e Cidadania;

– Faculdade Evangélica do Paraná

Contato: www.faculdadeevangelica.edu.br e (41) 3240-5509

Área: Princípios da Cirurgia;

– Instituto Latino Americano de Pesquisa e Ensino Odontológico (Ilapeo)

Contato: www.ilapeo.com.br e (41) 3595-6044

Área: Odontologia-Concentração em Implantodontia;

– Universidade Federal do Paraná

Contato: www.prppg.ufpr.br e (41) 3360-5405

Área: Vários cursos de mestrado acadêmico e profissional;

– Universidade Positivo (UP)

Contato: www.posup.com.br e (41) 3317-3078

Áreas: Administração, Biotecnologia, Gestão Ambiental, Odontologia Clínica;

– Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Contato: www.pos.ct.utfpr.edu.br e (41) 3310-4676/4678

Área: Vários cursos de mestrado acadêmico e profissional;

– Universidade Tuiuti do Paraná (UTP)

Contato: pos.utp.br e (41) 3331-7643

Áreas: Comunicação, Ciências Humanas, Educação;

– Universidade do Centro-Oeste (Unicentro)

Contato: www.unicentro.br/uab e (42) 3621-1095

Áreas: Agronomia, Ciências Biológicas, Ciências Farmacêuticas, Educação, Geografia, Letras, Química;

– Universidade Estadual de Londrina

Contato: www.uel.br e (43) 3371-4104

Área: Educação;

– Faculdade Ingá (Uningá)

Contato: www.faculdadeinga.com.br e (44) 3033-5009

Área: Ortodontia.

Por Simone Lima


Nesta terça-feira, 28 de junho, a USP (Universidade de São Paulo) divulgou a aprovação de novos cursos de graduação. São três cursos para a Escola de Engenharia de Lorena (EEL) e um curso para a Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ), esta localizada no campus de Piracicaba.

Também foi aprovada a transferência para a cidade de Santos, do curso de Engenharia de Petróleo, que é oferecido na Escola Politécnica, para os alunos que ingressarem a partir de 2012. O novo local onde o curso será ministrado será na Vila Matias, centro da cidade.

Para os novos cursos, 120 vagas serão oferecidas para o campus Lorena, 80 para período diurno e 40 para noturno. Neste campus também foi aprovado que seja substituído o curso de Engenharia Industrial Química pelo curso de Engenharia Química, com seu currículo reformulado.

O número de vagas continuará o mesmo (80). Já no campus de Piracicaba, serão 40 vagas anuais para o novo curso (Administração). Para mais informações, acesse www.usp.br

Por Suelen Diniz


O Senac São Paulo está com inscrições abertas para o processo seletivo dos cursos de pós-graduação para o segundo semestre de 2011. O interessado deve fazer sua inscrição pelo site www.sp.senac.br e pagar uma taxa de R$ 50.

São 32 cursos voltados  para as áreas de administração e negócios, comunicação e artes, design, arquitetura, educação, meio ambiente, moda, saúde, tecnologia da informação, turismo, gastronomia e entre outros nas cidades de São Paulo, Águas de São Pedro, Campos do Jordão, Osasco, Santo André e Santos.

Os candidatos aprovados devem comparecer a Central de Atendimento do Campus Santo Amaro ou a Secretaria da Unidade onde será o curso para realizar matrícula e levar originais e cópias dos seguintes documentos: diploma de graduação registrado segundo normas do MEC, carteira de identidade, CPF e uma foto 3×4 recente.

Outras informações pelo atendimento do Centro Universitário Senac pelo telefone (11) 5682-7300 ou pelo e-mail campussantoamaro@sp.senac.br.

Por Danielle Vieira


Se você tem escolaridade de nível médio (cursando ou concluído) e tem interesse em continuar os estudos, confira as dicas a seguir para conhecer quais são os tipos de cursos de nível superior e escolher o seu.

O curso de nível superior tradicional envolve licenciatura e bacharelado. Enquanto que na primeira, os alunos aprendem técnicas destinadas à pesquisa e ao ensino; no segundo, a orientação é voltada para o mercado de trabalho. A modalidade tradicional é uma graduação, oferece diploma e dura, no mínimo, quatro anos.

As graduações tecnológicas ou cursos de tecnologia têm, em geral, duração de até três anos. Essa opção mais compacta é uma alternativa para quem tem interesse em obter um diploma com validade nacional em menos tempo.

A modalidade de curso superior – educação à distância, se oferecida por uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC, terá a mesma validade de um curso presencial. Desse modo, os estudantes obterão diplomas ou certificados ao final do curso. Essa é uma opção para pessoas com uma rotina mais ocupada, o que torna difícil o acompanhamento das aulas diariamente.

Por sua vez, os cursos seqüenciais, embora sejam de nível superior, não é graduação. Há dois tipos: 1) De Complementação de Estudos: oferece certificado e não diploma; não requer autorização prévia do MEC e não precisam ser reconhecidos. 2) De Formação Específica: oferta diploma e devem ser autorizados e reconhecidos pelo MEC.

Por Melisse V.


Está pensando em fazer intercâmbio pela Europa? Então saiba que Paris pode ser um ótimo lugar para estudar. Além do curso de idiomas, lá ainda existem ótimas escolas para quem quer se aprimorar na área de Moda e Gastronomia.

Confira abaixo uma lista de escolas que você pode estudar:

Curso de Francês: Eurocentres, Accord, LSI (escola especial para pessoas com mais de 50 anos) e Elfe, Institut De Langue Et De Culture Française (ILCF).

Curso de Moda: Instituto Marangoni

Curso de Gastronomia: Le Cordon Bleu

Vale lembrar que muitas universidades da região são gratuitas. Mesmo assim, ainda existem programa de bolsas concedidos pelo governo francês. Para saber mais informações acesse aqui.

Com relação ao visto, ele só é realmente necessário se o estudante for realizar um curso com mais de três meses de duração. Neste caso, é necessário realizar um exame Pré-Consular no Campus France-Brasil.

Mais informações podem ser obtidas aqui.


Até o dia 2 de maio estarão abertas as inscrições do curso preparatório gratuito para vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) que será ministrado em 25 municípios do Espírito Santo.

O cursinho é oferecido pela Secretaria Estadual de Educação (Sedu) e estão sendo disponibilizadas 1.250 vagas para estudantes da rede pública Estadual que estejam cursando o 3º ano do Ensino Médio ou o 4º ano do Ensino Médio integrado a Educação Profissional, inclusive os participantes da 3ª etapa do programa Educação de Jovens e Adultos.  

Quem tiver interesse, pode se candidatar através do portal da Sedu, informando no formulário de inscrição o horário e pólo (São Mateus, Domingos Martins, Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Serra, Viana, Vitória ou Vila Velha) que pretende assistir às aulas.

Haverá uma prova no dia 8 de maio com questões de Português, Conhecimentos Gerais e Matemática, das 08 às 11h30 para avaliar os candidatos.

O resultado com o nome dos alunos contemplados sairá no dia 17 de maio. As aulas começam em 24 de maio.

Por Andrea Gomes


A USP divulgou a criação do Curso de Graduação em Saúde Pública. O curso terá início em 2012, ou seja, já estará disponível para os candidatos que forem prestar vestibular no final desse ano.

De acordo com as informações divulgadas pela Agência FAPESP e pela Faculdade de Saúde Pública, vão ser oferecidas 40 vagas para o curso vespertino, tendo duração de oito semestres.

O certificado será de bacharel em saúde pública.

Segundo a Instituição de Ensino Superior, quem fizer o curso estará apto a orientar questões graves da saúde da população, além de estudar a saúde sob o âmbito de fenômeno coletivo, que inclui aspectos demográficos, sociais, ambientais, históricos, políticos e epidemiológicos.

As áreas de atuação para quem se formar em saúde pública serão: vigilância em saúde ambiental, análise de situação de saúde, saúde do trabalhador, vigilância epidemiológica, gestão de sistemas e serviços de saúde, educação em saúde, vigilância sanitária, entre outras.

As aulas ocorrerão na Faculdade de Saúde Pública, na Av. Doutor Arnaldo, número 715, em São Paulo.

Por Iracema Iris Gonçalves


Colégio e Curso Anglo Leonardo da Vinci irá realizar no dia 16 de abril, o concurso para oferecer bolsas para os ingressantes da Turma de Maio 2011. O curso vai de Maio de 2011 a Janeiro de 2012, visando ter fim junto com as provas da segunda fase dos vestibulares da Unicamp e da Fuvest.

As pessoas interessadas devem se inscrever, gratuitamente, por meio do portal www.anglovinci.com.br. É preciso ser feito o preenchimento do cadastro e, em seguida, a impressão do protocolo da inscrição, que deve ser apresentado no dia da prova de bolsa.

Os locais de prova são: Avenida São Camilo, nº 2.500, na Granja Viana; Alameda Amazonas, nº 868, no Alphaville; Rua Euclides da Cunha, nº 390, em Osasco; e Avenida Caetano Barrella, nº 89, em Taboão da Serra.

Outras informações podem ser adquiridas pelo telefone da Central de Atendimento: (11) 3133-5433.

Por Iracema Iris Gonçalves


Fundado pelo Centro Acadêmico da Faculdade de Direito da USP, o Cursinho do XI, está oferecendo vagas para o curso de redação básica, que será realizado aos sábados às 14h.

O curso tem como objetivo de promover o aprimoramento da língua escrita. São ministradas aulas de Gramática para aplicação em redações. Nessas aulas, os alunos terão oportunidade de argumentar e escrever, podem discutir diretamente com o professor (diferente dos cursos de redação em Cursinhos tradicionais, onde o contato pessoal com o corretor não existe).

As pessoas interessadas devem comparecer na secretaria do Cursinho (Avenida Brigadeiro Luis Antonio, nº277, 5º andar, na Bela Vista) de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h ou então aos Sábados, das 8h às 16h, tendo em mãos cópias simples do CPF, comprovante de residência, RG e uma foto 3X4.

O valor é de R$ 40 por mês, visando à manutenção do curso, uma vez que o projeto é sem fins lucrativos.

Outras informações podem ser adquiridas pelos telefones (11) 3101-4583 ou (11) 3107-6293.

Por Iracema Iris Gonçalves


A biotecnologia é uma das novas áreas de mercado que tem crescido muito e ainda promete novas expansões. Atualmente esse curso específico de graduação pode ser encontrado em apenas 12 universidades no país.

Esse profissional geralmente atua diretamente nos setores agrícolas, de meio ambiente e industrial.

Seu trabalho consiste em desenvolver plantas resistentes a pragas e que consigam ser cultivadas em condições climáticas adversas, além de criar técnicas para aumentar a produtividade e qualidade de todo o plantio.

Além disso, o desenvolvimento de hormônios, produção de vacinas, remédios e processos biológicos para substituírem os químicos.

No Brasil existem pouquíssimos profissionais qualificados com esse curso.

De acordo com a Abrabi, a remuneração desses profissionais varia entre R$ 2.500 e R$ 4.000 para quem trabalha como pesquisador.

Para saber mais a respeito acesse aqui.

Por Milena Evelyn


Um bom profissional precisa de atualização constante, e no caso dos profissionais da área da saúde, estabelecer uma relação de confiança com o paciente é essencial para um tratamento bem-sucedido. Esse é o objetivo do curso “Psicologia e Saúde” oferecido pela PUC-SP,  que está com matrículas abertas e com início no mês de abril.

Voltado para estudantes e profissionais da área da Saúde, as aulas abordam assuntos como a relação do médico com o paciente, como fazer uma leitura psicossomática do doente, e os cuidados com os familiares. Serão apresentados aos alunos os processos emocionais e psicológicos que aparecem durante o processo do adoecimento. Também serão discutidas as possíveis formas de intervenção nesse quadro, tanto no trabalho com o paciente quanto com os seus familiares.

O curso será realizado a partir de abril sempre as segundas-feiras, das 19h00 às 22h00, na unidade da PUC-SP Consolação (R. da Consolação, número 881).

Informações e inscrições no site: www.pucsp.br.

Por Selma Isis


A Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), em parceria com o Internacional e o Grupo Unificado estão com inscrições abertas para um curso dividido em quatro etapas referentes ao futebol.

O Programa de Formação em Gestão do Esporte pode ser feito por profissionais graduados no Curso de Pós-Graduação em Gestão Profissional do Futebol. Quem ainda não está formado pode cursar como Extensão Universitária.

São 120 horas aulas, nas dependências do estádio Beira-Rio, onde o aluno estudará tanto a prática quanto a teoria do futebol e ficará apto a sair um profissional deste esporte.

As inscrições podem ser feitas através do site da Unisc ou diretamente no Beira-Rio, que fica na Avenida Padre Cacique, 891, bairro Praia de Belas, de segunda a sexta-feira, das  9h às 12h e das 14h às 17h.

Datas para o começo de cada etapa e outras informações através do site www.unisc.br/gestaodoesporte, dos e-mails posgrad@unisc.br e  accionconsultoria@gmail.com ou do telefone (51) 93367678.

Por E.S.


O Curso de Especialização em Qualidade e Produtividade da Universidade de São Paulo em parceria com a Fundação Vanzolini tem suas inscrições abertas até o dia 10 de abril, domingo.

Em modalidade lato sensu, o curso é dirigido aos profissionais que atuam nas áreas de qualidade e produtividade de empresas e pretende capacitar os alunos nas mais modernas metodologias da área em busca de aumentar a competitividade do mercado.

O curso apresentará as normas da série ISSO-9000, engenharia e análise do valor, benchmarking, inspeção na fonte e sistema à prova de falhas, aperfeiçoamento contínuo, ferramentas gerenciais de qualidade e etc.

Com carga horária de 436 horas, as aulas acontecem as segundas e quartas-feiras das 19h30 às 22h30, na Avenida Professor Almeida Prado, 531, na Cidade Universitária. As aulas estão previstas para começar no dia 4 de maio.

Informações pelos telefones 0800.770.0608 ou (11) 3145.3717 e pelo site www.vanzolini.org.br.

Por Danielle Vieira


Em 2012, o vestibular da Universidade Estadual de Feira de Santana será ainda mais concorrido. É que foram aprovados mais dois novos cursos na instituição: O de Psicologia e o de Agronomia com ênfase em agricultura familiar.

Inicialmente, serão oferecidas 30 vagas para Psicologia e 40 para Agronomia, o que representa muito, se considerarmos o quanto é grande a demanda por esses profissionais na região semiárida baiana, onde a UEFS está inserida.

Por falar em atendimento a demandas, a UEFS tem sido uma das universidades baianas que mais se destacou nos últimos dois anos, em virtude da criação de um total de cinco novos cursos, três deles já incluídos no vestibular deste ano (2011.1), que são Licenciatura em Química (30 vagas), Licenciatura em Música (20 vagas) e Licenciatura e Bacharelado em Filosofia (40 vagas). Assim, Psicologia e Agronomia vêm consolidar uma trajetória de crescimento bastante consistente para uma Instituição de Ensino Superior Estadual.

Para Washington Moura, vice-reitor, a UEFS acertou na apreciação desses projetos de cursos novos e assegura que, com isso, não só ganha a região do Semiárido, mas o próprio estudante daqui e de fora do Estado, que “terá mais alternativas na escolha do curso de acordo com a sua vocação”.

Por Alberto Vicente





CONTINUE NAVEGANDO: