Foi lançado no dia 21 de janeiro, o período para efetuar as inscrições no Programa Educações. Este é um projeto que vem sendo desenvolvido desde 2013, ele oferece 50% de desconto nas mensalidades da rede particular de ensino de Manaus (AM). 

Está aberto o período para realizar as inscrições no Programa Educações, este programa tem como objetivo oferecer às famílias que não superam uma renda familiar per capita de três salários mínimos, a obtenção de bolsas de estudo de 50% do valor da mensalidade. Ao todo, estão sendo oferecidas mil bolsas de estudo que contemplam desde o maternal (a partir de dois anos de idade), até o terceiro ano do ensino médio. 

As bolsas que estão sendo oferecidas são aceitas nas seguintes instituições: Centro Educacional Fucapi, Escola Nilton Lins, Colégio Palas Atenas, Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, Centro de Ensino Educar, Colégio Dom Bosco. Quem quiser concorrer a uma das bolsas precisará efetuar a inscrição até o dia 5 de fevereiro. Conforme foi citado no texto, haverá uma renda máxima para participar do processo de seleção de bolsas. Logo da inscrição, o candidato será convocado para comparecer na unidade central do Programa Educações. O aviso para comparecimento será feito através de uma lista que será disponibilizada no site do Programa, mensagem de texto via celular ou mediante ligação telefônica. 

Estas não são as únicas bolsas concedidas pelo Educações. Ao todo, este programa vem oferecendo 10 mil bolsas para vários tipos de curso como cursos preparatórios para Enem e Vestibular, idiomas, supletivo, graduação, pós-graduação. 

Ao longo do uso da bolsa, as instituições realizarão atividades com os familiares e com os próprios bolsistas, principalmente serão realizadas atividades ligadas às áreas social e ambiental. Nestas atividades o bolsista e sua família poderão unir o conhecimento teórico à realidade prática. 

Por mais informações sobre o processo seletivo de bolsas ligue para (92) 99409-9292, (92) 3347-1865. Também está sendo realizado o atendimento através do WhatsApp (92) 99310-7959. 

Por Melina Menezes


Essa é uma boa chance para os estudantes de licenciatura do Prouni. É que estes poderão, pela primeira vez, disputar bolsas de estudo para o PIBID, Programa Institucional de Bolsas de iniciação a docência.  Assim, por meio da  Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), serão ofertadas 10 mil bolsas para esses alunos e, naturalmente, para os supervisores que vão ajudar na preparação dos projetos que devem ser inscritos.

Fora as 10 mil bolsas, também haverá mais 62 mil só para os alunos de licenciatura do Prouni e para os professores de formação superior de universidades e escolas públicas. Os interessados em participar desse processo, todavia, devem mandar suas propostas de projeto para o seguinte endereço online: pibid.capes.gov.br.

Estas, em todo o caso, devem ser efetuadas do dia 19 de setembro a 04 de outubro do ano em vigor. A bolsa para os estudantes, não obstante, terá o valor estipulado de R$400. Já o valor a ser pago para os professores e coordenadoers do projeto serão entre  R$750 e R$1.500.

Para mais informações a respeito destas oportunidades, os interessados podem acessar o site descrito nesta matéria.

Por Madson Lima de Oliveira


As universidades de todo o Brasil que são participantes do Programa Universidade para Todos (ProUni) já poderão iniciar os seus processos seletivos para a seleção de acadêmicos que receberão bolsas remanescentes do programa. O prazo inicia já na segunda-feira (26) e segue até o dia 5 de abril.

As regras foram divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC) na sexta-feira (23) e as bolsas são relativas ainda ao primeiro semestre deste ano.

Para fazer a seleção de candidatos, as instituições de ensino superior poderão utilizar o vestibular (para acadêmicos que iniciaram o curso em 2012) e o desempenho do aluno na universidade (para quem começou o curso em 2011).

Os alunos interessados em conseguir uma bolsa do ProUni deverão estar enquadrados nos critérios exigidos pelo Programa do Governo Federal relativos à renda familiar e escolaridade, ou seja, a pessoa deve ter remuneração de até três salários mínimos e ter cursado, no mínimo, o ensino médio em colégio público ou privado com bolsa integral.

No caso de docentes da rede municipal ou estadual de ensino que tentam uma vaga num curso de licenciatura, pedagogia ou normal superior, não é necessária a comprovação de remuneração.

Fonte: Ministério da Educação

Por Matheus Camargo


Pessoas que estejam cursando o nível superior, com interesse em conseguir benefícios para manter os estudos, podem concorrer a bolsas disponibilizadas pelo Programa Bolsa Universidade.

Promovido pela Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, o projeto está oferecendo 8.093 bolsas integrais para estudantes universitários.

Os participantes que forem selecionados receberão bolsa integral no valor da mensalidade do curso superior em que estuda. O valor é bancado pelo governo e pela instituição parceira.

Para participar, é necessário estar matriculado em uma universidade privada que possua convênio com o Programa. Além disso, é fundamental não ter recebido outros benefícios, como financiamento universitário, bolsa de estudos ou qualquer tipo de verba vinda de recursos públicos.

Os bolsistas participantes se dispõem a desenvolver atividades nos fins de semana em escolas municipais e estaduais. As atividades desenvolvidas têm relação com a formação de cada um, mas com base em quatro eixos temáticos: arte-cultura, esporte, saúde e trabalho. A carga horária a ser cumprida é de 12 horas.

Os interessados podem se inscrever até o dia 13 de março, por meio do site www.escoladafamilia.fde.sp.gov.br.

Para obter outras informações sobre o programa, ligue para o número 0800-777-0333.

Por Paulo Talarico


O Curso Anglo Leonardo da Vinci marcou para o próximo sábado, dia 29 de outubro, o teste de seleção de bolsas para o curso pré-vestibular extensivo de 2012. Quem se escrever concorre a descontos nas mensalidades do cursinho, que são concedidos de acordo com a pontuação do candidato na prova.

As inscrições para o teste são totalmente gratuitas e devem ser feitas pela internet, no site www.estudenoanglo.com.br. Basta preencher um cadastro e imprimir o comprovante, que precisa ser apresentado no dia da prova.

Segundo o Curso Anglo, a data de divulgação dos resultados será anunciada no dia do processo coletivo para todos os alunos que forem fazer o teste.

Mais informações podem ser obtidas no próprio site do colégio ou pelo telefone (11) 3133 5400.

Por Mozart Artmann


O governo japonês oferece bolsas de estudo voltadas para pesquisas (mestrado e doutorado) em suas universidades para brasileiros no próximo ano. Os candidatos devem ter 34 anos em 1º de abril de 2012 e se inscreverem no Escritório Consular do Japão até o próximo dia 31 de maio, das 9h às 11h30 e das 14h às 17h, na Rua Padre Carapuceiro, 733, 14º andar, em Boa Viagem, no Recife.

Os interessados que residam no Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Alagoas e Sergipe podem realizar a inscrição por correspondência com a chegada dos documentos ao Escritório Consular também até o dia 31.

Entre 1º e 31 de junho, acontecerá inscrições para estudantes de graduação, escola técnica superior e cursos profissionalizantes. O cronograma das atividades pode ser encontrado no site www.br.emb-japan.go.jp/.

Informações podem ser obtidas através do site da Embaixada www.br.emb-japan.go.jp, pelo e-mail cjr@bs.mofa.go.br ou pelo telefone (11) 3207-0190.

Por Danielle Vieira


Dilma Roussef anunciou esta semana que o Governo irá conceder cerca de 75 Mil Bolsas de Estudo para que estudantes brasileiros possam estudar no exterior. As bolsas deverão ser distribuídas até o final de 2014.

Entre as principais bolsas oferecidas pelo governo estarão cursos de doutorado ou então cursos onde o aluno estude metade do curso no Brasil e outra metade no exterior.

De acordo com o Capes, os cursos se dividem em duas instituições são ótimos para o sistema educacional, isso porque após fazer o intercâmbio, o aluno retorna a instituição de ensino principal para conclusão do curso.


Será lançado no dia 28 de abril de 2011 o Pronatec – Programa Nacional de Acesso à Escola Técnica. A presidente Dilma Rousseff junto com o atual ministro da Educação colocará em pratica o primeiro projeto educacional do novo governo.

O Pronatec tem como objetivo o financiamento estudantil e a criação de bolsas de estudo para que os alunos ingressem em cursos técnicos e também profissionalizantes.

O financiamento estudantil será realizado através de um programa já existente, o Fies que já beneficia estudantes do ensino superior com empréstimos a juros bem mais baixos que o normal.

A meta do governo é de capacitar e formar cerca de 3 milhões de alunos até o ano de 2014, através dos cursos técnicos e profissionalizantes. Além de incluir todos os cadastrados no programa Bolsa Família e aqueles que já utilizaram o seguro desemprego mais de uma vez também serão beneficiados.

E de acordo com o MEC, todas as empresas que estiverem interessadas em capacitar seus funcionários podem se inscrever no Pronatec para garantir a qualificação de seus profissionais.

Por Milena Evelyn





CONTINUE NAVEGANDO: