Ficar ansioso com as provas do vestibular e preocupado com o início da vida acadêmica é normal para quem se prepara para esses exames. Desse modo, além de estudar os assuntos cobrados, os candidatos devem saber como controlar a ansiedade para garantir um bom desempenho. Confira algumas dicas a seguir.

O apoio dos pais e familiares é fundamental. Se você já tem esse suporte em casa, aproveite para conversar sobre seus receios e dúvidas. Caso não tenha, você precisa conversar tranquilamente com seus pais e explicar-lhes que a pressão não ajuda e até pode prejudicar o seu resultado. Eles devem saber que o seu foco deve ser nos estudos. O estresse apenas atrapalha a sua concentração.

Outra dica é realizar um exercício de respiração que auxilia a aliviar a tensão, principalmente nas vésperas e no dia da prova. Siga a orientação: feche os olhos e inspire até encher o abdome. Depois pare e, aos poucos, expire soltando o ar pela boca até o abdome ficar vazio.

Respirar profundamente eliminará o excesso de ansiedade que você naturalmente sente. É recomendável fazer esse exercício todos os dias, uma vez em cada turno. Além disso, você pode dar uma pausa nos estudos a cada hora. Dessa maneira, você terá uma melhor concentração para a próxima hora.

Por Melisse V.


Não é difícil vermos em dias de vestibular, candidatos pálidos e aparentemente apavorados.

Carregam água, doces, biscoitos, como se estivessem indo para uma noite na selva.

Calma, é só um vestibular.

O que nos distancia dos nossos anseios e sonhos é o medo.

O medo de errar, de frustrar a família e a si mesmo, faz com que vários candidatos formidáveis fiquem fora da universidade.

Matemática, química, física são mais fáceis de serem aprendidos, de que a “arte” de dominar o nosso próprio temor.

As salas dos cursinhos estão lotadas, todos querem uma “vaguinha” na universidade, mas qual deles, entre tantos, quer aprender a lidar com o seu medo, com a frustração, com a derrota?

Professores ensinam as teorias, ensinam o conteúdo, mas caberá ao candidato driblar a ansiedade e o nervosismo.

Por isso sempre digo para os vestibulandos, se não passar este ano, acalma-te, ano que vem tem mais uma maratona de provas e de possibilidades, a vida é longa e dará tempo de fazer tudo que sonha, desde que queira.

O mais importante não será o ingresso na universidade e sim aprender com estes “testes da vida”, que o importante ter sucesso em tudo o que faz e sim, ser um sonhador, que sonha acordado e que não deixa o medo e o nervosismo atrapalhar suas decisões.

Chirlei Trelha





CONTINUE NAVEGANDO: