Como escolher o melhor Curso Pré-Vestibular?

Como escolher o melhor Curso Pré-Vestibular?




Veja dicas de como escolher o melhor cursinho para vestibular.

A construção de uma carreira de sucesso começa pela escolha de uma universidade de qualidade. Contudo, é sabido que as melhores instituições de ensino também são as mais concorridas, por isso muitos jovens estudantes recorrem aos cursinhos para vestibular para se preparar melhor e conquistar a vaga dos seus sonhos. Nesse sentido, é fundamental procurar um curso renomado e que contribua para com os seus objetivos.

Mas você sabe o que avaliar antes de tomar a sua decisão? Existe um conjunto de fatores que deve ser analisado com cautela para, afinal, trata-se de uma escolha que vai influenciar no seu futuro.


Quer saber mais? Confira, abaixo, o que considerar para escolher um bom curso pré-vestibular!

1. Descubra que tipo de cursinho você precisa

Certamente você já reparou que existem opões diferentes de cursos para vestibular, e a sua escolha tem que ser feita com base no seu perfil. Portanto, antes de fazer a sua matrícula é necessário conhecer os cursos ofertados pela instituição de ensino. Geralmente, há três modalidades de curso:

  • Os extensivos que são feitos anualmente e recomendados para os estudantes que não apresentaram uma boa performance no ensino médico, para aqueles que desejam ter mais tranquilidade para estudar no decorrer do ano letivo e para quem pretende disputar uma vaga concorrida, como Medicina, e tem que se preparar em dobro para ultrapassar os concorrentes;
  • Os semi-intensivos que duram de 6 a 8 meses, e são ideias para os alunos que já têm uma grande bagagem de conhecimento, mas querem revisar os conteúdos. Essa modalidade requer mais empenho, pois você vai estudar por horas seguidas;
  • Os intensivos que são lecionados em 8 semanas, abordam os principais conteúdos cobrados em cada matéria que cai no vestibular, logo são indicados para as pessoas que têm facilidade para estudar sozinhas.

Analise as opções disponíveis, olhe para as suas características e objetivos, e veja qual delas se encaixa melhor no seu caso.


2. Pesquise sobre a qualidade do curso

Para saber se o curso é de qualidade, o primeiro passo é pesquisar qual é o seu índice de aprovação no vestibular, qual é o tipo de material didático oferecido, bem como a reputação da instituição entre os pais e alunos.

3. Verifique a possibilidade de aulas avulsas

Se você está na dúvida sobre a sua escolha, uma forma de fazer uma escolha mais segura é perguntar se a instituição de ensino tem aulas experimentais e avulsas. Peça para assistir a primeira aula, quando você poderá conhecer a estrutura local, a proposta dos professores, e os métodos aplicados para uma aprendizagem de qualidade.

As aulas avulsas são importantes para que você possa repor ou entender melhor algum conteúdo em que tem mais dificuldade de compreensão. Uma instituição que não queira oferecer essa facilidade, provavelmente, não se preocupa com a evolução do seu desempenho.

4. Saiba se o conteúdo ensino é o suficiente para você

Para saber se o conteúdo trabalhado no curso vai abordar os temas dos quais você precisa para melhor o seu aprendizado, procure conversar com o coordenador e professores, não tenha vergonha de fazer todas as perguntas que quiser.

Lembre-se que há inúmeras universidades espalhados pelo Brasil, com diferentes modelos de graduação, e cada uma tem um padrão de avaliação. Dessa forma, não é interessante se matricular em um curso que não trabalha o conteúdo que vai cair na prova que a faculdade do seu interesse vai aplicar. Se a intenção é ingressar em uma universidade feral, opte por cursos especializados nessa área, por exemplo.

Para driblar esse problema, uma boa solução é optar pelos cursos direcionados para as áreas que você pretende estudar, como Humanas e Exatas.

Por Simone Leal

Curso pré-vestibular



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *