Mudanças no Fies com Juros 2019 – P-FIES

Mudanças no Fies com Juros 2019 – P-FIES





Modalidade passará por mudanças com o objetivo de aumentar o número de interessados.

O Governo Federal, através do MEC – Ministério da Educação modificou as regras do P-FIES para este ano de 2019. Este é o modelo de financiamento aos estudantes que desejam ingressar no ensino superior nas universidades privadas, porém, com juros diferenciados estabelecidos por aqueles bancos parceiros do programa.

Os estudantes interessados a partir deste ano passarão por uma nova ferramenta de avaliação da nota média conquistada por estes no ENEM- Exame Nacional do Ensino Médio. Esta beneficiará aqueles que forem mais rápidos, isto é, aqueles que fecharem o contrato com a instituição financeira e o banco parceiro de forma mais ágil.




Para auxiliar os interessados, o Ministério da Educação divulgou as datas de inscrição: iniciam dia 05 de fevereiro e encerram dia 12 do mesmo mês.

Regras antigas

As regras antigas não mudam tanto quanto as divulgadas para este ano. A reclamação dos bancos eram de que muitos contratos não eram assinados pelos candidatos que foram selecionados. Esta modalidade tem duas categorias. A categoria 2 e a categoria 3. A categoria 2 é destinada apenas aos estudantes de regiões norte, nordeste e centro-oeste, e a terceira é destinada para todas as regiões.


Adiamentos

Outro motivo que irritou foi o atraso da divulgação, por parte do Ministério da Educação, dos estudantes aprovados através do sistema P-FIES, já que esta tem prazos e inscrições diferenciadas daqueles que optam pelo financiamento padrão.

Ordem de preferência

O FIES possui uma ordem de preferência, priorizando os candidatos que ainda não foram beneficiados com o financiamento, isto é, estão cursando o ensino superior; aqueles que foram beneficiados; aqueles que ainda não iniciaram o ensino superior e por último aqueles que já encerraram seus cursos e já quitaram sua dívida com o financiamento, cujo pagamento é de acordo com a realidade financeira, parte durante o curso e parte ao final do curso, de acordo com renda e juros.

FIES e P-FIES

As duas modalidades do FIES, que é o fundo de educação parceiro dos estudantes, possui duas modalidades. A primeira e mais clássica é a que oferece juros zero, utilizando como seleção, além da nota do ENEM, a renda mensal, que deve ser de até três salários mínimos na família. Da renda familiar, dez por cento é utilizada como parcela mensal aos alunos, que só pagam após a formação.

Já o P-FIES é uma modalidade nova para aqueles que não conseguiram ser aprovados no FIES tradicional. A taxa de juros nesta modalidade varia de banco parceiro para banco parceiro, ficando na média, abaixo de três porcento. Nesta, a renda familiar é de até cinco salários mínimos.

Como se inscrever no FIES

Ao abrir o período de inscrição, os candidatos devem acessar o portal, fornecido pelo Ministério e informar os dados por ele solicitados. Neste passo é importante informar seus dados pessoais, para cadastro no site do FIES.

Uma observação: se você realizou o ENEM a partir de 2010, o sistema buscará automaticamente a sua nota de corte e seu desempenho no exame.

Após a confirmação do e-mail enviado e as informações forem carregadas, o estudante terá a opção de digitar os fados pessoais, de renda familiar e outros.

Com isto, basta escolher os cursos interessados e aguardar o resultado.

Resultado

Aos estudantes que optarem pelo financiamento FIES terão que se submeter a duas listas de aprovação. A primeira, para aqueles que forem aprovados de imediato, e a segunda lista divulgada em uma data posterior. Haverá também uma lista de espera, para aqueles que desejarem aguardar.

Para os que optarem pelo P-FIES costumeiramente a chamada é única. No ano passado, não foram divulgadas previamente o número de vagas que estavam disponíveis junto aos bancos parceiros do programa.

Por Leandrinho de Souza

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *