Cancelamento do FIES – Como Fazer

Saiba aqui o que fazer para cancelar o Fies.

Quem busca uma alternativa para um financiamento em uma faculdade particular e com parcelas menores e mais tempo para o pagamento, já deve ter ouvido falar do Fundo de Financiamento Estudantil, o Fies. Criado para atender aqueles estudantes que tenham realizado o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, desde 2010 o financiamento atende em duas modalidades: o de juros variáveis, o P-Fies, e o de sem juros, o Fies.

Porém, quando contratado um financiamento como esse, é preciso que o estudante tenha em mente que estará assumindo uma dívida em longo prazo. E muitas vezes, durante o percurso, é possível que surjam algumas dificuldades financeiras, medo de inadimplência ou, como acontece em muitos casos, a desistência de um curso, seja ela definitiva ou temporária.

Com isso, se sabe que não são poucos os motivos que levam alguém a buscar alternativas de cancelar o Fies. Então, se você faz parte desse grupo, porém não sabe como suspender o financiamento, nós te damos as instruções de como seguir.

Avalie a melhor opção

Antes de qualquer coisa, pense muito sobre o que você irá fazer. O encerramento de um financiamento de forma antecipada é mesmo a melhor saída na sua situação?

Lembre disso, pois, se for optado pela antecipação do final do contrato, você ainda terá que pagar por todo o período em que usufruiu e, automaticamente, não estará mais apto a um novo financiamento utilizando o fundo. Sendo assim, uma boa alternativa é a realização da suspensão temporária do mesmo.

Essa solicitação pode ser feita pelo Sistema de Financiamento ao Estudante, o SisFies, podendo partir tanto do agente operador do P-Fies e Fies, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), como do próprio estudante.

Com essa suspensão, o aluno não irá pagar mais pelo financiamento durante um determinado período em que o contrato estiver em modo suspenso. Sendo assim, o pagamento somente será retomado quando ele for ativado novamente pelo estudante.

Porém, vale lembrar que a suspensão temporária do Fies possui um tempo máximo de até dois semestres, ocorrendo esses de forma consecutiva e com solicitação exclusiva pelo SisFies. O aumento da suspensão pode ser solicitado quando há uma transferência de um aluno devido ao encerramento do seu curso em uma instituição de ensino em que está matriculado.

Nos casos excepcionais, o aluno pode ainda procurar a faculdade para apresentar uma justificativa para prorrogação da suspensão por mais um semestre. Assim, a avaliação cabe à Comissão Permanente que supervisiona e acompanha o processo, a CPSA, sendo feito o envio de documento também por ela ao FNDE.

Como suspender o Fies?

A suspensão do Fies, quando do interesse do estudante, pode ser feita pelo site do SisFies, no endereço eletrônico http://sisfies.mec.gov.br/. Os períodos são os seguintes: no financiamento do primeiro semestre, até o dia 15 dos meses de janeiro até maio; e no financiamento do segundo semestre, até o dia 14 dos meses julho até novembro.



A cada semestre que será suspenso, precisa ser enviada uma solicitação individual, sempre cuidando os prazos estipulados para a realização dos pedidos. Concluída a solicitação, a suspensão em caráter temporário precisa ser validada no SisFies pela Comissão Permanente do curso em que o estudante estiver matriculado, em um período máximo de cinco dias. A justificativa do estudante será utilizada para uma avaliação do CPSA, ficando essa com o órgão.

Se a solicitação for atendida pela CPSA, o aluno precisará comparecer na faculdade para realizar o preenchimento e assinar o Documento de Regularidade de Matrícula, DRM- Suspensão. Para os estudantes que aderiram à uma suspensão temporária, não há a necessidade de ir a um banco para justificar qualquer interrupção de caráter provisório do Fies.

Quando o aluno não renova o seu contrato para um semestre, contando o prazo estipulado pelo Ministério da Educação, o MEC, a suspensão temporária do Fies sempre é solicitada por um agente operador do FNDE.

E para cancelar o Fies?

Se mesmo sabendo de tudo isso a sua opção é cancelar o Fies, o procedimento é realizado sempre a cada mês até o 15º dia, ocorrendo de janeiro a maio para o primeiro semestre e de julho a novembro para o segundo semestre. Para isso, basta acessar o portal do SisFies e realizar o login com os seus dados pessoais.

Após, procure pelo item “Encerramento” e, na seqüência, “Aditamentos Disponíveis”. É necessário selecionar qual a opção de pagamento do financiamento, uma vez que o cancelamento somente ocorre após a quitação do Fies.

O cancelamento oficial somente é feito no primeiro dia útil do próximo mês após o pedido. Com isso, o aluno precisará comparecer no banco em que assinou o contrato, num tempo máximo de cinco dias.

Cancela-se assim, por assinatura, o Termo de Encerramento. Para isso, o estudante deverá levar toda a documentação de matrícula da instituição e, em caso de fiança convencional ou até solidária, o fiador irá precisar ir junto para assinar também os documentos.

Caso o beneficiado perca o prazo para a assinatura do Termo de Encerramento, será suspenso o cancelamento do mesmo e o estudante precisará fazer uma nova solicitação.

Após cancelado, o aluno somente poderá usufruir novamente do Fies quando tiver renovado o contrato no SisFies. Esse prazo é informado pelo agente do financiamento, o FNDE.

É importante ressaltar que esse aditamento do contrato, de forma que o Fies cubra novamente as mensalidades, somente é possível para os alunos que optarem por uma suspensão temporária. Perde o direito, portanto, o estudante que decidir pelo cancelamento do financiamento.

Kellen Kunz



Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *