Curso de Direito – Como É, Mercado de Trabalho, Carreira

Curso de Direito – Como É, Mercado de Trabalho, Carreira



  

Saiba aqui um pouco mais sobre sobre o Curso de Direito.

Todos os dias milhares de processos são julgados e criados onde muitos magistrados tem que dar a devida atenção e interpretar diversas leis para determinar uma sentença.

O Curso de Direito no Brasil é um dos mais concorridos e muitos jovens baseiam esta carreira em filmes e seriados de TV. Por conta disso, muitas ideias são criadas e alguns mitos também.

A profissão da área do Direito é uma das 10 mais requisitadas, segundo o Sisu. Está na terceira posição do ranking no Brasil com muitos inscritos buscando uma vaga.

Neste artigo vamos falar sobre o que é importante sobre esta profissão que é tão concorrida e todos os dias mais pessoas buscam e se interessam por ela.

Estágio: Quando começar?

Muitos jovens ficam ansiosos quando começam suas aulas na universidade na busca por um estágio. Porém, professores de Direito alertam para focar nos primeiros períodos dentro da universidade.

Em alguns casos o estágio junto com os estudos acabam comprometendo o aluno em seu desenvolvimento dentro do curso. Durante um período dos estudos, o importante é esperar o momento certo para entrar no mercado de estágio.

A recomendação é que os estudantes iniciem suas buscas a partir do 4º ano. A partir do sétimo periodo, o estudante já possui as habilidades necessárias para adentrar neste mercado tão concorrido.

Segundo os professores de Direito, ao iniciar no mercado antes do tempo, as tarefas que serão realizadas serão apenas de cunho burocrático, ou seja, não haverá o exercício real do Direito.

Decorar ou Interpretar?





Muito se fala que as leis tem que ser decoradas, isto é um mito. A habilidade de memorização não é exigência e sim o domínio da interpretação das leis de forma adequada.

Visto que, uma vez que o graduando entender o que foi exposto, poderá adequar as leis cabíveis para cada situação e argumentá-las.

Áreas e Sub-áreas

O Direito possui as áreas Civil, Penal e Trabalhista. No entanto, pode haver algumas subdivisões, por exemplo, no ramo do esporte é preciso ter um profissional para cuidar do departamento jurídico para cuidar de contratos e direitos de imagem de atletas, entre muitas outras que devem ser pesquisadas.

Teoria e Leitura

Para quem quer se especializar nesta área pode se preparar para uma carga pesada de teoria e muita leitura. Conforme orienta os professores das universidades, são diversas apresentações que exigem do aluno habilidades de oratória, fluência escrita e uma clareza na linguagem.

Tudo isso é uma exigência para melhorar o desempenho e preparar realmente para o mercado de Direito. Saber expressar de forma objetiva e concisa é o que afirmam os professores que preparam diversos alunos todos os anos.

Se você realmente gosta e se interessa por esta área é bom se preparar, pois as exigências são bem rígidas, inclusive os exames que habilitam o exercício de advogado, que é o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Marcio Ferraz



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *