Aspectos comportamentais ajudam a ir bem em provas



  

Adotar algumas estratégias para se dar em provas de vestibular ou Enem são interessantes.

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e vestibulares estão próximos. Esse é o momento em que uma estratégia comportamental e psicológica pode fazer diferença no resultado da prova. Alguns estudantes começam a se preocupar desde já com as provas e entram em um ciclo espiralar de estresse. Já outros, desenvolvem estratégias para controlar a ansiedade e garantir uma mente leve para fazer as revisões necessárias.

Não de hoje já é sabido que o estado psicológico influencia bastante em qualquer tipo de avaliação. Mas, quando o assunto são os vestibulares, o fator “emocional” pesa ainda mais. Isso porque os vestibulares são provas que exigem dos alunos bastante calma e tranquilidade – tanto na hora de lembrar dos conteúdos, quanto nos dias pré-prova. É um dia que define os esforços de um ano.

O desempenho do estudante pode sofrer alterações positivas e ou negativas dependendo do comportamento que ele tiver nos dias próximos a avaliação. É comum que alguns alunos não consigam se desligar da tensão causada pela proximidade do vestibular e, assim, descuidem de fatores importantes como o sono e a alimentação. Um corpo cansado e estressado possui maior dificuldade de concentração, retenção de novas memórias, raciocínio e evocação dos conteúdos estudados.





Para evitar cair nessa espiral de estresse alguns aspectos comportamentais podem auxiliar bastante para o corpo e a mente estarem 100% na hora da prova.

O ideal é traçar uma rotina adequada com os horários da avaliação. Ou seja, se a prova começa 13h, seria interessante organizar os dias que antecedem a data da avaliação com um cronograma diário que permita você estar sereno e acordado às 13h. É contraproducente alterar sua rotina no dia da prova. Por exemplo, possuir uma rotina em que 13h você está dormindo e no dia da prova ter que estar concentrado às 13h.

Outro fator importante é manter uma dieta equilibrada e a prática de exercícios físicos. Isso irá contribuir para que o estresse vá embora e você consiga estar calmo na hora de fazer as revisões. Vale a pena mentalizar o momento em que você receberá a prova, imaginar o cenário em si e evocar uma sensação de calma. Lembre que um pouco de estresse faz parte e até pode ajudar, no entanto, pensar incessantemente na prova pode deixar você ansioso e cansado.

Por Matheus Griebeler



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *