Dicas de Como Fazer uma Boa Redação no ENEM e Vestibular

Dicas de Como Fazer uma Boa Redação no ENEM e Vestibular



  

Veja aqui algumas dicas de como fazer uma boa redação.

Confira aqui 25 dicas para conseguir fazer uma boa redação no ENEM ou Vestibular:

1. A redação precisa de combustível (fonte de dados), comburente (organização dos dados) e ignição (estímulo – porque escrever?).

2. Jogue as primeiras ideias fora, a maioria dos candidatos vai escrever a primeira coisa que vem à cabeça, o óbvio! Lugar comum – Fuja!

3. Só se faz uma boa redação quando se insere novos dados, a base da redação está na informação que obtemos e não no quanto escrevemos.

4. Ampliação de vocabulário – O porquê das coisas, origem das palavras, conotação e denotação, domine!

5. Não espere validação – Só se corrige o ruim, ignora-se o correto.

6. Leitura, leitura e… LEITURA (Clássica) – modelo linguístico!

7. Grandes filósofos, poetas e políticos – Credibilidade!

8. Converse com seu professor, acompanhe a correção quando for possível, ouça o que ele tem a lhe dizer sobre seu estilo.

9. Reescrita, correção de outras redações, troca de redações.

10. Conhecimento de grandes marcos nacionais e mundiais.

11. Pleno envolvimento com questões sobre mulher na sociedade, família, cidadania, efeitos ante e pós-guerra, sustentabilidade, trabalho infantil, etc.

12. Se o argumento a favor é fraco, argumente contra, mesmo que não seja o que pensa!

13. O item 12 só é válido em casos emergenciais, escrever sobre o que se pensa é sempre melhor.





14. Recorra a argumentos irrefutáveis, não ande sobre pontes frágeis e sem retórica (afirmar que a maioria das pessoas não gosta de política não é um fato, é uma suposição. Afirmar que as tecnologias atuais otimizam processos mas também nos toma tempo, é um fato irrefutável).

15. Não use frases feitas, muito “batidas”, ditados populares, gírias, trechos de músicas ou interjeições.

16. Aproximar datas e períodos denotam atenção e domínio do assunto (no primeiro semestre de 2016, na última década, no primeiro trimestre, no século XIX…).

17. Leia e releia antes de transcrever sua redação na folha de avaliação.

18. Verifique a fluidez do texto e se ele fará sentido para qualquer pessoa que o leia.

19. Procure dividir os argumentos em dois ou três parágrafos, para suavizar frases muito longas.

20. Use e abuse da semântica! Ela existe e conspira a seu favor!

21. Analogias pobres não queria, analogias nobres utilize, só não abuse!

22. Não repita a mesma palavra várias vezes e as flexione sempre que possível (educação, processo ensino-aprendizagem, educação, sistema educacional, escolarização, alfabetização, letramento, gestão do ensino, etc).

23. Cuidado com a pressa na transcrição, letras N, M, U, V, R manuscritas sem atenção podem causar problemas de interpretação do corretor.

24. Procure sinônimos (a palavra “gravidezes” existe, mas soa terrível para a maioria, então troque por “gestações”, “períodos gestacionais”).

25. Alimente-se bem, hidrate-se, durma cedo e acorde cedo durante toda a semana do Exame, assim estará adaptado no grande dia, quando precisará estar pronto às 7h.

Boa redação!

Gracieli Borges Ferreira



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *