ENEM passa a ser aceito por Novas Universidades Portuguesas

ENEM passa a ser aceito por Novas Universidades Portuguesas



  

Universidade de Aveiro, Universidade de Lisboa, Instituto de Guarda e Instituto de Coimbra passam a aceitar o exame como forma de ingresso.

Ótimas notícias para quem pretende estudar em Portugal. A partir de 2016, mais 04 universidades portuguesas irão aceitar a nota do Enem como critério de seleção.

O INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) divulgou recentemente que as Universidades de Aveiro e de Lisboa, além dos Institutos de Guarda e Coimbra, começarão a utilizar as notas do exame para selecionar estudantes brasileiros que manifestem interesse de ingresso em seus cursos.

O uso do ENEM torna dispensável a realização dos exames nacionais portugueses. Além de facilitar todo o processo, a aceitação representa o reconhecimento internacional da qualidade do nosso exame. É válido frisar que embora haja permissão para o uso do ENEM, as notas mínimas são bastante altas e exigem dedicação dos estudantes.

A seleção começará em Janeiro de 2016, provavelmente no mesmo mês em que os resultados do ENEM 2015 serão divulgados. Os alunos interessados poderão optar por cursos que abrangem diversas áreas como hotelaria, turismo, saúde, comunicação, gestão, educação, turismo, tecnologia, entre outras.





A título de exemplo, a Universidade de Lisboa é a maior de Portugal e conta com cerca de 45 mil estudantes, deste total, 20% das oportunidades são reservadas para alunos estrangeiros. No caso do Instituto Politécnico de Coimbra, 1.500 vagas serão  destinadas aos estudantes brasileiros.

Com o acréscimo dessas quatro instituições de ensino, a lista total sobe para 11. E desta maneira, a iniciativa do INEP já pode ser considerada um sucesso.

É importante destacar que os estudantes interessados em conseguir uma vaga precisam ter em mente que mesmo as universidades públicas do país não são gratuitas. É cobrada dos alunos uma taxa anual que varia de acordo a escolha da universidade e do curso. Apesar disso, uma boa ideia é buscar financiamentos ou ainda tentar bolsas de estudos. Outro fator que deve ser levado em consideração no planeamento financeiro é que a moeda do país é o euro.

Por Beatriz



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *