Estudantes brasileiros conquistaram melhadas na Competição Internacional de Matemática



  

A Competição Internacional de Matemática é um evento responsável por reunir os mais dedicados universitários do mundo, pois a prova é realizada em inglês e é necessário que o aluno tenha conhecimento em análise, geometria e álgebra.

Nessa competição, o Brasil levou um total de 24 medalhas, sendo 10 de bronze, 12 de prata e 2 de ouro. Foram 324 universitários inscritos no mundial de 73 faculdades espalhadas pelo globo.

O Brasil contou com a participação de 28 estudantes brasileiros, sendo que 27 deles voltaram para casa com medalhas. Os destaques foram os alunos André Macieira Braga, da Universidade Federal de Minas Gerais e Henrique Gasparini Fiúza do Nascimento, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica.

Na classificação de equipes, a universidade mais bem colocada foi a UFMG, que garantiu a 16º posição.

O mundial foi realizado pela American University in Bulgária juntamente com o University College London. Essa é a maior competição entre universitários já realizada, recebendo os melhores estudantes de ciências exatas e matemática.

A prova foi aplicada em dois dias 31 de julho e 1º de agosto. Cada caderno teve cinco questões, com valência de dez pontos cada, sendo necessário resolver as questões de forma individual e em no máximo cinco horas.





A prova envolvia álgebra, combinatória, geometria, análise complexa e real, além de ser em inglês. O nível de dificuldade foi alto e apenas os melhores dos melhores voltaram para casa com medalha. 

As universidades brasileiras que tiveram alunos inscritos foram: Instituto Militar de Engenharia, Fundação Getúlio Vargas, Universidade Estadual de Campinas, Universidade Federal do Ceará, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade de São Paulo, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e Instituto Tecnológico de Aeronáutica.

Junto com a delegação de alunos, estiveram presentes os professores Frederico Vale Girão, da cidade de Fortaleza e o professor Fabio Dias Moreira, do Rio de Janeiro.

Parabéns aos estudantes que participaram!

Por Jéssica Posenato



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *