Dicas de treinamento da memória para que os estudos tenham mais rendimento



  

Com a imensa quantidade de vestibulares que temos nos dias de hoje, juntamente com a gama de concursos públicos com inscrições abertas nem sempre é tão fácil decorar toda a matéria. Muitas vezes o aluno não consegue memorizar melhor o assunto que foi dado em sala. Desta forma, vamos falar a respeito das melhores táticas para se memorizar mais e melhor.

Treinar a memória é como praticar uma atividade física, tem de ser exercitada diariamente a fim de garantir um bom desempenho. Assim, uma das melhores formas de garantir um bom desempenho continua sendo através da leitura. Ela supera a prática de outras atividades como xadrez e palavras-cruzadas. No entanto, não basta que o indivíduo apenas leia, ele precisa refletir sobre o que está sendo lido. Especialistas afirmam que aqueles alunos distraídos ou desatentos não conseguem ter um bom rendimento das informações desejadas. Por isso, uma das maiores aliadas da memória é a atenção, pois sem ela, ninguém memoriza nada.

Além disso, alguns mestres dão dicas aos alunos e dizem que uma das formas de se memorizar determinado assunto é através da leitura em voz alta e posteriormente gravar o que está sendo lido para ouvir depois. A repetição auditiva tende a permanecer por mais tempo na memória do que a imagem visual.





Há também outra forma de memorizar que é através de associações mnemônicas. Contudo, é importante salientar que nenhuma técnica trará bons resultados se o estudante for desorganizado, pois, assim, ele não conseguirá organizar as informações no cérebro e ao realizar uma prova, terá dificuldades para localizar a informação. Cabe lembrar que, o uso de resumos das matérias estudadas também são bons aliados quando se quer manter um assunto na memória. Ao término de cada aula, é importante que o aluno faça uma síntese do que foi aprendido e no dia seguinte, antes de retomar a matéria, que o aluno novamente releia a síntese da aula anterior.

Por Luciana Viturino



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *