Bolsa de estudo para área de ciências exatas e biológicas



  

Aloizio Mercadante, ministro da Educação, divulgou nesta terça-feira, 10 de setembro, um novo programa que pretende criar uma rede de incentivos para estudantes do Ensino Médio optarem por carreiras na área de exatas e biológicas. O Ministério da Educação batizou o programas de “Quero ser cientista, quero ser professor”. O incentivo consiste em bolsas no valor de R$ 150 para aqueles alunos que cursam o Ensino Médio na rede pública e que se interessam pelas áreas, os alunos terão também que trabalhar e pesquisar, nos moldes da Iniciação Científica da graduação.

A bolsa também será estendida ao professor do Ensino Médio que aderir ao programa para orientar alunos, haverá também a integração de professores universitários.

O programa nasce, segundo o Ministério da Educação, para incentivar aqueles alunos que já se mostram interessados mas que precisam de um estímulo a mais para seguirem carreiras nessas áreas. Outro ponto que colaborou para a abertura desse programa é a carência de professores de exatas e biológicas, e que vem sendo consideradas prioridades pelo Ministério.





O governo pretende também lançar uma série de material didático destinada a despertar o interesse por essas áreas nos alunos. Segundo o MEC o material será produzido por cientistas brasileiros e deve se chamar “Aventuras na Ciência”.

Por Joana Junqueira borges



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *